Saúde

Clique aqui para ver todos os posts com o tema de saúde, com opções naturais e ações interessantes para melhorar o seu dia-a-dia.

Receitas

Receitas de água na boca para todos os gostos: de vários lugares, doces e salgadas.

Notícias

Mantenham-se atualizados com as últimas notícias que estão rolando por Floripa e pelo mundo.

Curiosidades

Dicas e truques para fazer a vida um pouquinho mais fácil, e informações divertidas sobre todos os tipos de assunto.

Depoimentos

Opiniões e informações de todos os cantos da internet.

Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


domingo, 31 de agosto de 2014

Como fazer barra de cereais: receita com banana, nozes, quinoa e aveia


Como fazer barra de cereais caseira

Nada melhor do que poder saborear uma barrinha de cereais feita por você, na sua casa. Anote a receita que rende 15 barrinhas pequenas:
Ingredientes:
2 colheres (sopa) rasas de linhaça dourada (20g)
5 colheres (sopa) de nozes (62g)
5 ameixas-pretas sem caroço (46g)
9 damascos secos (82g)
1 banana média (98g)
½ xícara (chá) de quinoa em flocos (44g)
½ xícara (chá) de aveia em flocos (46g)
2 colheres (sopa) de gergelim torrado (20g)
1 colher (sopa) rasa de óleo (8g)
4 colheres (sopa) de agave (64g)

Modo de preparo:
Cubra a linhaça com água e deixe de molho por exatamente 15 minutos. Pique as nozes, as ameixas e os damascos em pedaços pequenos e coloque em uma panela. Amasse a banana com um garfo e coloque-a na mesma panela, junto com os demais ingredientes, inclusive a água em que a linhaça ficou de molho. Mexa tudo e leve ao fogo por 5 minutos, apenas para dar liga. Coloque a massa em uma fôrma untada com óleo. Alise-a com as costas de uma colher, pressionando levemente para que fique firme. Com a ponta de uma faca risque a superfície da massa, demarcando o tamanho das barrinhas. Leve ao forno médio (180°C), preaquecido, e asse por cerca de 30 minutos ou até dourar. Tire do forno para não ressecar e deixe esfriar. Corte as barrinhas seguindo as marcas feitas.
fonte gnt

Salada de carne seca com chips de abóbora e coco


Receita de salada de carne seca com chips de abóbora e coco

Para o molho de queijo:
Ingredientes:
100g de requeijão
30g de parmesão
100ml de leite

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes em uma panela e derreta em fogo baixo até ficar cremoso.

Ingredientes da salada:
40g de carne seca desfiada
10g de manteiga
4g de coco cortado em fatias
4g de abóbora chips
Meia cebola cortada em cubos
Mix de folhas (mache, mini agrião, rúcula, friseé, rúcula selvática e mini alface)
Molho de queijo
10ml de azeite
1g de sal
1g de pimenta-do-reino

Modo de preparo:
Doure a cebola. Frite a carne seca na manteiga com a cebola dourada. Junte ao mix de folhas e finalize com o coco e aabóbora. Ao servir, regue com o molho de queijo.
fonte chef Gennaro Cannone

sábado, 30 de agosto de 2014

Creme de tapioca com crocante de castanha-do-Pará e calda de açaí


Receita de creme de tapioca com crocante de castanha-do-Pará e calda de açaí

Ingredientes:
170g coco maduro
11g farinha de tapioca
300ml leite de coco
270ml de leite
1kg polpa de açaí
600g açúcar refinado
Base de tiramissú
Farofa de castanha

Modo de preparo:
Em um bowl, coloque a tapioca e o leite de coco e deixe hidratar. Na receita de tiramissú pronta, misture a tapioca já hidratada e o coco ralado. Conserve no freezer durante duas horas e depois coloque na geladeira. Bata a polpa de açaí no liquidificador e reserve na geladeira por uma hora.

Montagem:
Coloque a calda de açaí no fundo do prato. Jogue duas colheres de sopa do creme de tapioca por cima da calda de açaí e salpique a farofa de castanha-do-Pará por cima.

Receita base de tiramissú:
Ingredientes:
120g açúcar confeitado
50g açúcar refinado
40ml amareto
150g creme de leite
350g mascarpone
3 ovos

Modo de preparo:
Separe as gemas das claras. Junte as gemas com açúcar e bata até ficar uma massa homogênea. Junte o licor de amareto com mascarpone. Misture bem devagar e reserve na geladeira.

Montagem:
Junte ao amareto com mascarpone, o açúcar, as gemas batidas e o creme de leite. Misture levemente, pois não pode bater. Leve para a geladeira tampado. Por último, bata as claras com o açúcar confeitado até ficar em ponto de chantilly.

Receita da farofa de castanha-do-Pará:
Ingredientes:
250g de castanha-do-Pará
150g de açúcar mascavo
100g de farinha de trigo
70g de manteiga

Modo de preparo:
Pique a castanha grosseiramente. Misture todos os ingredientes e espalhe no tabuleiro. Asse por 15 minutos, a 150ºC. Depois de assado pique novamente mais castanhas.
fonte  chef Ronaldo Canha

Como Acalmar a Mente e Aliviar o Estresse



Você já notou que quando se concentra em apenas um sentido, tato, visão, audição, olfato ou paladar, começa a se sentir melhor? Este é o segredo para se sentir mais calmo, porque, dessa forma, a mente para de alimentar a ansiedade ao tornar-se mais consciente do que está acontecendo no corpo. Quando você faz isso passa a se preocupar com o presente e deixa de lado as preocupações com o futuro.

Confira, a seguir, algumas maneiras de acalmar a sua mente e não deixar que preocupações desnecessárias tirem a sua paz.
Aprenda a Respirar Corretamente
Você sabia que nós respiramos de maneira incorreta durante a maior parte do tempo? Todo ser humano respira cerca de 25.920 vezes por dia, por isso é importante aprendermos a fazer isso corretamente.

A respiração superficial pode levar a hiperventilação e pode agravar quadros de ansiedade e ataques de pânico. Quando não se respira da forma correta, não se recebe o oxigênio suficiente e, assim, os pulmões não são usados com a sua capacidade total. Por incrível que pareça, o simples ato de respirar corretamente evita pensamentos como:
E se…
Por que não eu…
Se eu não tivesse…
Quando você começa a respirar corretamente, tem a sua preocupação e estresse reduzidos de forma natural. Além disso, há uma melhora na postura, na digestão e no equilíbrio.
Tente fazer isso. Expire longamente, mantenha a boca aberta, o ar irá para o abdômen e você irá senti-lo inchar. Respirar da forma correta irá fazer com que o funcionamento do seu cérebro se normalize e assim os níveis de ansiedade diminuem.
Observe 5 Objetos Perto de Você
Estes objetos podem ser qualquer coisa que esteja próxima de você. Se estiver na rua, indo para o trabalho, por exemplo, pode ser uma árvore, uma casa, nuvens brancas, a luz do sol, ou como o vento sopra através das árvores. Observe detalhes como cor, movimento e a interação entre luz e sombra.

Este é um ótimo exercício para distrair a mente. Quando você percebe, já estará no trabalho. Pode ser que você não consiga se lembrar de todos os detalhes que observou no caminho. Mas certamente o estresse e a ansiedade terão ido embora.
Use o Seu Olfato
Alguma vez você já se perguntou qual o cheiro da sua casa? A próxima vez que você chegar em casa, faça um esforço para sentir o cheiro do local em que você vive. Tente sentir o cheiro das frutas, das flores e dos alimentos do ambiente.
Como em todos os outros exercícios, quando você usa seus sentidos e volta a sua atenção para algo, as preocupações são empurradas para o fundo da mente. Ao encaixar essa prática na sua rotina, você irá conseguir muitos benefícios ​​ao longo do tempo.
Pode parecer que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas basta começar para notar que os resultados são impressionantes. Você irá notar uma melhora na clareza mental e na produtividade no trabalho e nos estudos. Isso é tão eficiente que grandes empresas como a Apple e o Google usam esse tipo de treinamento para ajudar os seus funcionários a se sentirem melhor.

Mantenha-se Atento ao Andar Pela Rua
Quando você se mantém atento ao andar pela sua está se tornando muito mais em sintonia com:
O ambiente, os sons, a paisagem e cheiros
O ar ao seu redor, o tempo e o céu
Como seu corpo se move
Sua respiração
Ao agir assim andando pela rua, você vai notar que a sua mente está mais calma e você vai se sentir mais revigorado. Existem também outros benefícios, como a diminuição da pressão e uma melhora nas articulações, que proporcionam mais flexibilidade.
Seja Uma Pessoa Mais Positiva
Muitas vezes, a negatividade pode assumir a nossa vida. Pense a respeito das coisas boas da sua vida, do seu trabalho e dos seus relacionamentos. Você tem muito a agradecer. Faça uma lista dessas coisas e a mantenha perto de sua cama para que você possa refletir sobre isso antes de dormir.
É comum que nunca paremos para pensar nas coisas boas que já vivemos e em tudo o que conquistamos. Comece a pensar diariamente nas coisas boas que já aconteceram. Tenha gratidão por tudo de bom que já aconteceu. Isso irá ajudá-lo se tornar uma pessoa mais positiva, e, consequentemente, mais calma.

É natural que você tenha dúvidas se isso realmente funciona, mas só terá a resposta se tentar. Tente enxergar da seguinte maneira: Aproveite para entrar em contato com a realidade. Pense nas suas últimas férias. Você conheceu novos lugares e fez um monte de coisas novas. Apesar de ter feito tanta coisa, você voltou das férias descansado e, certamente, muito mais calmo. Muitas vezes, fazer várias coisas não nos cansa, mas sim nos ajuda a relaxar.
Não Leve a Vida Tão a Sério
Levar uma vida mais leve parece ser complicado para as pessoas que costumam ficar tensas com coisas pequenas. Mas saiba que é possível sim mudar a sua postura e passar a ver as coisas com menos tensão. Claro que é impossível simplesmente dormir e acordar mudado no dia seguinte. Esse tipo de mudança é algo que deve ocorrer de forma gradual.
Comece, aos poucos, a mudar a sua atitude. Separe as coisas com as quais você costuma se preocupar, analise se elas são realmente importantes. Deixe de lado as situações pequenas e comece, gradualmente, a se preocupar menos com elas.
Uma dica interessante é encontrar uma pessoa, amigo, familiar ou mesmo um companheiro (a) que tenha essa leveza. Estar cercado de pessoas assim irá te ajudar a se acalmar. Pessoas calmas nos acalmam, assim como pessoas tensas nos deixam nervosos.

Conclusão
Para concluir, devemos reforçar que a mudança está dentro de você. Se alguém espera que o ambiente ao redor mude para se sentir calmo, pode desistir. Pessoas verdadeiramente calmas são aquelas que conseguem se sentir assim mesmo em meio ao caos. Mude a si mesmo e, então, conseguirá transformar as pessoas ao seu redor.
http://saude.culturamix.com/

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Risoto de lagosta com palmito pupunha


Receita de risoto de lagosta com palmito pupunha

Ingredientes:
70g de arroz arbóreo
150g de carne de lagosta
1/4 de talo de alho-poró picado
15g de manteiga de coral
30g de queijo grana padano ralado
30g de fava edamame
30g de manteiga sem sal
200ml de caldo de legumes
50ml de vinho branco
Sal e pimenta (a gosto)
30ml de azeite
40g de palmito pupunha

Modo de preparo:
Refogue o alho-poró no azeite, coloque o arroz e refogue mais um pouco. Coloque o vinho branco e vá mexendo até o vinho evaporar. Coloque o caldo de legumes de pouco em pouco conforme for evaporando, mexendo sempre. Quando o caldo estiver no meio, insira a lagosta fatiada e o palmito pupunha picado em pedaços pequenos. Continue cozinhando até que o caldo esteja no final, sempre verificando o ponto do arroz. Quando o arroz estiver no ponto desejado, desligue o fogo e acrescente o queijo e as manteigas mexendo bem até que fique bem cremoso. Sirva imediatamente.
fonte  chef Ronaldo Canha 

Conheça os alimentos amigos da concentração e da memória Alguns nutrientes protegem o cérebro e ajudam os neurônios trabalharem melhor


Frutas e legumes - Foto Getty Images

Algumas mudanças em nosso cardápio podem ajudar nosso cérebro a se manter mais concentrado e até diminuir o envelhecimento cerebral, melhorando a nossa memória. Uma alimentação adequada, rica em antioxidantes também faz parte das ações para prevenir as chamadas doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson, fatalmente relacionadas à produção de radicais livres pelo nosso organismo.

Outro ponto muito importante é não pular refeições, principalmente o café da manhã. Isso pode comprometer o desempenho cerebral por falta de glicose e levar à fadiga mental. "O ideal é fazermos cinco refeições por dia, com um intervalo de três horas para cada uma, sem pular nenhuma refeição", explica o nutrólogo Roberto Navarro.
Glicose
"A glicose é o principal combustível para o funcionamento dos neurônios cerebrais", diz o nutrólogo Roberto Navarro. A hipoglicemia, que é a falta de glicose em nosso organismo, pode comprometer nosso raciocínio, atenção e concentração. Em casos extremos pode até levar ao coma. Ao escolher as melhores fontes de glicose fique com os cereais integrais, legumes e frutas.
Zinco
O zinco desempenha função regulatória no organismo. De acordo com a nutricionista do Hospital Sírio Libanês, Érika Suiter, ele atua na atividade neuronal, na memória e na concentração, além de possuir ação anti-inflamatória. "O zinco protege os neurônios contra os radicais livres e preserva as membranas dos neurônios, colaborando para a troca de informações entre eles", diz. Você pode encontrar zinco em carnes vermelhas, ovos, ostras, caranguejo, laticínios e fígado.
Selênio
Estudos mostram que este mineral tem um forte impacto sobre o cérebro. Pessoas com baixos níveis de selênio podem sofrer distúrbios na atividade dos neurotransmissores - substâncias produzidas pelo neurônio que tem como função levar informações de uma célula a outra -, podendo até sofrer alterações de humor. "O selênio ajuda substâncias como a serotonina, a dopamina e a acetilcolina, que são fundamentais para a transmissão de mensagens entre os neurônios e o bom funcionamento cerebral", diz Érika. Boas fontes de selênios são grãos, alho, carne, frutos do mar, castanha-do-pará, nozes, avelãs e abacate.
Ferro
A principal função do ferro no nosso organismo é ajudar a carregar o oxigênio para os tecidos, inclusive para o cérebro. Érika conta que quando os níveis de ferro diminuem, o organismo fica com pouco oxigênio disponível, resultando em fadiga, perda de memória, concentração reduzida, apatia, perda de atenção e atenção reduzida no trabalho. As fontes de ferro podem ser separadas em animais e vegetais, sendo que as primeiras são melhores absorvidas pelo organismo. Dentre as fontes animais estão as carnes vermelhas, principalmente fígado de qualquer animal e outras vísceras, como rim e coração, carnes de aves, de peixes e mariscos crus. Entre os alimentos de origem vegetal, destacam-se as folhas na cor verde-escura, como o agrião, couve e cheiro-verde; as leguminosas, como feijões, fava, grão-de-bico, ervilha e lentilha; e grãos integrais ou enriquecidos.
Fósforo
O mineral tem um papel fundamental no funcionamento do cérebro, uma vez que atua na constituição da membrana celular. Érika afirma que o fósforo deve estar presente principalmente na alimentação dos estudantes, já que o nutriente ajuda a evitar a sobrecarga que o corpo pode sofrer devido ao excesso de atividades mentais. São boas fontes de fósforo leite, carne bovina, aves, peixes e ovos, cereais, leguminosas, frutas, chás e café.
Vitamina E
O nutriente é um antioxidante e sua deficiência pode provocar danos nas fibras nervosas. A falta de vitamina E pode provocar alterações neurológicas como diminuição dos reflexos e diminuição da sensibilidade vibratória, podendo ocasionar a falta de concentração para exercer as atividades. São fontes de Vitamina E os azeites vegetais, cereais e verduras frescas.
Fisetina
Essa substância é capaz de desencadear um processo chamado de "potencialização de longo prazo", que permite que as memórias sejam armazenadas no cérebro com mais facilidade e que o cérebro estabeleça conexões mais fortes entre os neurônios. Suas fontes: frutas vermelhas (principalmente o morango), tomates, cebolas, maçãs, pêssegos, uvas e kiwi.
Ômega3
É um ácido graxo que faz parte da estrutura da matéria cinzenta do cérebro. E promove a comunicação entre as células nervosas, mantendo-as leves e funcionais. "Ele ajuda o cérebro a monitorar o humor bem como a memória e a concentração" explica a nutricionista. Alimentos fonte de ômega3 são peixes como atum, salmão, cavala e arenque.
Carboidratos complexos
Por sua digestão ser lenta, os carboidratos complexos fornecem energia ao cérebro constantemente, auxiliando assim na concentração. Erika recomenda que o consumo desse nutriente se dê em todas as refeições, mas em quantidades moderadas. Você pode encontrar carboidratos complexos em pães, de preferência integral, arroz integral, barra de cereal e frutas.
Cafeína
Uma pesquisa realizada na London School of Hygiene and Tropical Medicine descobriu que a cafeína ajuda a melhorar a memória e a concentração dos funcionários, bem como a reduzir o número de erros cometidos durante o trabalho. A nutri Érika Suiter afirma que o consumir regularmente até quatro xícaras de 200ml de café por dia pode aumentar a capacidade de atenção, concentração e formação da memória, tanto em adultos como em crianças. "Uma dose isolada de café causa um aumento apenas da atenção, mas o consumo regular parece criar condições mais propícias para a consolidação da memória", diz. Roberto Navarro alerta para os efeitos da cafeína se consumida em doses maiores que a recomendação de quatro xícaras: "quando ingerida em excesso, a cafeína pode causar o efeito contrário". Boas fontes de cafeína são o café, chá preto e o chocolate amargo.
http://www.minhavida.com.br/

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Espetinho de camarão oriental !


Espetinho de camaro oriental

Ingredientes:
2kg de camarão médio limpo
200g de manteiga de amendoim
200ml de leite de coco
4 colheres (sopa) de shoyu
2 colheres (sopa) de gengibre ralado
Suco de 1 limão
1 colher (sopa) de páprica picante
1 colher (sopa) de pimenta líquida
1 pacote de palitos de churrasco

Modo de preparo:
Espete quatro camarões no palito de churrasco no sentido horizontal. Tempere com sal e pimenta. Misture os demais ingredientes e corrija o sal e a pimenta. Leve ao fogo médio por apenas 1 minuto. Coloque um fio de azeite numa frigideira e deixe selar os camarões nos dois lados até que dourem. Retire do fogo e salpique um pouco de páprica picante. Bom apetite!
fonte gnt

Panqueca de frango sem farinha Aprenda esta receita que leva ovos e iogurte desnatado


Aprenda a fazer panqueca sem farinha  - Foto: Getty Images


Ingredientes:

300 gramas de frango cru
2 ovos
1 pote de iogurte desnatado
1 /2 xícara de água
1 colher de sopa azeite de oliva extra virgem
1 colher sopa mostarda dijon
Sal, pimenta, salsinha e cebolinha a gosto 

Modo de preparo:

No liquidificador ou processador, bata todos os ingredientes,até formar uma massa homogênea, que deve ficar mais leitosa e não muito grossa. Em uma panela anti aderente,coloque a massa em colheradas, formando a panqueca, doure dos dois lados e recheie com legumes cozidos ou mix de folhas com tomate. 

Rendimento:

Esta receita rende 4 panquecas com 180 calorias cada. 
http://www.minhavida.com.br/

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

SALMÃO DEFUMADO COM CAVIAR DE BERINJELA E CREME AZEDO


imagem_6139

Modo de preparo
100 ml de creme de leite
200 g de salmão defumado
1 colher (sopa) de folhas de aneto picado
1 colher (sopa) de hortelã picada
5 dentes de alho
2 tomates
1 limão (suco)
1 berinjela
1/2 cebola roxa
Sal, pimenta do reino e azeite a gosto

Berinjela
1 Corte a berinjela ao meio no sentido do comprimento e assem em forno alto até que ela fique bem macia. 2 Retire do forno, tire a polpa e reserve. 3 Junte meia cebola, dois dentes de alho amassados e leve ao fogo em uma panela pequena com duas colheres de azeite. Doure e em seguida acrescente a polpa de berinjela. 4 Vá mexendo até que fique uma pasta sólida e seca. 5 Tempere com o sal, a pimenta e a hortelã.

Creme azedo
1 Bata o creme de leite em rotacão baixa até que vire um chantilly bem consistente. 2 Coloque o suco do limão, tempere com sal e pimenta. 3 Coloque em uma peneira e deixe que escorra o excesso de água de um dia para outro.

Tartare de tomate
1 Descasque o tomate, tire as sementes e corte em cubos pequenos. 2 Tempere com o sal, com a pimenta duas colheres de azeite.

Montagem
1 Corte a fatia de salmão pela metade e coloque um pouco da berinjela, fazendo um rolinho. 2 Com a ajuda de um aro monte o tartare de tomate no centro do prato e por cima, coloque o rolinho e uma colherada do creme azedo. 3 Regue com pouco de azeite, decore e sirva.

Receita do chef Hendres

Farinha de amora: o alimento rico em antioxidantes Ela ainda ajuda no emagrecimento, diminui o colesterol e melhora o trânsito intestinal


Farinha de amora é rica em antioxidantes - Foto: Getty Images.

A farinha de amora é elaborada por meio de um processo no qual a fruta é desidratada e depois moída. É interessante que a amora seja seca em temperaturas baixas, assim evita-se a perda nutricional.

Este alimento se destaca por contribuir para a perda de peso por ser rico em fibras solúveis. Além disso, ele tem ação antioxidante por ser rico em antocianinas, substâncias que agem combatendo os radicais livres do organismo e assim previnem o envelhecimento e doenças como o Alzheimer, doenças cardiovasculares, entre outras.

A farinha também é rica em vitaminas, especialmente a K e a C, sais minerais, como o potássio, selênio e zinco, e fibras. Este último é muito interessante, pois proporciona o melhor trânsito intestinal e é o responsável pelo alimento ser capaz de ajudar no emagrecimento.

Principais nutrientes da farinha de amora
A amora e a farinha de amora possuem praticamente os mesmos nutrientes. Porém, há algumas diferenças na forma como eles são oferecidos. A fruta possui melhor biodisponibilidade dos nutrientes, mas do ponto de vista da concentração das substâncias, a farinha vence, pois ela é feita com uma quantidade muito grande de amoras.

Por possuir maior quantidade da fruta e não conter água, a farinha é mais calórica. Enquanto 25 gramas da fruta contam com 10 calorias, a mesma quantidade da farinha possui cerca de 32.5 calorias. Porém, ela também conta com grandes concentrações de nutrientes como ferro, que contribui para prevenir anemia, e cálcio, importante para a saúde dos ossos e dentes.

O potássio, interessante porque ajuda no equilíbrio da pressão arterial, o magnésio, que atua no sistema nervoso combatendo o estresse e melhorando a absorção do cálcio, e o selênio, que tem ação antioxidante, estão presentes na farinha de amora.

O alimento também possui boas concentrações de vitamina C, que contribui para tornar o organismo mais resistente à infecções, e vitamina K, que é fundamental para manter os ossos saudáveis e também atua no processo de coagulação sanguínea.

Assim como a fruta, a farinha conta com altas quantidades de flavonoides, especialmente a antocianina. Estas substâncias possuem uma forte ação antioxidante evitando a formação de radicais livres.

Outro ponto interessante do alimento é que ele possui grandes quantidades de pectinas, uma fibra solúvel que proporciona uma série de benefícios como a saciedade, absorção de gorduras e melhora o trânsito intestinal. Existe a possibilidade da farinha perder alguns nutrientes, caso a desidratação da fruta seja feita em uma temperatura elevada.
http://www.minhavida.com.br/

A FORÇA DO DESTINO E A VONTADE DE DEUS de Paulo konder Bornhausen



A FORÇA DO DESTINO E A VONTADE DE DEUS

Desastres aéreos que marcaram minha vida pública.

      O trágico desastre que roubou a vida do jovem homem público, Eduardo Campos, me fez voltar o pensamento para outros fatos que decorreram com acidentes aéreos e marcaram minha vida como homem público

         Estávamos em 1950, quando meu pai, Irineu Bornhausen, que em 1947 fora derrotado pelo Dr. Aderbal Ramos da Silva, candidatou-se uma vez mais a Governador. Desta feita enfrentando nas urnas o Sr. Celso Ramos. A campanha a época não tinha as sofisticações de hoje. Os votos eram cédulas impressas com o nome dos candidatos, as propagandas eram pintadas nos muros e pedras, os “santinhos” impressos em preto e branco, e não havia a TV. As duas rádios e jornais principais a “Diário da Manhã” de meu pai e a “Guarujá” do Dr. Aderbal, o jornal “Diário da Manhã” também de meu pai e o “Estado” igualmente do Dr. Aderbal. Eram, embora houvesse rádios e jornais no interior, os principais formadores de opinião. Os candidatos faziam comícios nos Municípios e Distritos, sempre muito concorridos. A figura do cabo eleitoral era profissionalizada, as claras.

         Não existiam, portanto, programas eleitorais gratuitos (que custam milhões de reais) nem a figura do marqueteiro (que custam outros milhões). Os deslocamentos dos candidatos eram quase sempre feitos por automóveis da categoria da época, que percorriam as estradas todas de barro, muitas vezes puxados a trator, quando atingidos por temporais. Era uma poeira constante nos dias de sol, insuportável. Os carros não tinham ar refrigerado, nem a segurança dos nossos dias e a aparelhagem eletrônica que hoje dispõem. Furar pneus era constante, como  era também a fervura do radiador, que obrigava as paradas contínuas para colocar água. Fora esse precário meio de transporte, não poucas vezes os candidatos andavam de carroças puxadas a cavalo. Avião, só monomotor, em que a hélice era virada pelas mãos dos mecânicos.

         Pois bem, para realizar seu último comício em Araranguá, Irineu utilizou o avião do Juiz Nilton Varela que ele mesmo pilotava. Na aterrissagem o avião ao bater na pista capotou e meu pai foi jogado para fora dele, que ficou todo destroçado. Felizmente, apenas duas costelas foram fraturadas. Escapou da morte e foi internado no Hospital de Caridade, onde se restabeleceu para tomar posse, pois foi vitorioso com margem sugestiva de votos. A hélice deste avião, que era de madeira, foi dada a ele como um relógio, pelo Varella e mais tarde consumida pelo incêndio que destruiu por completo sua casa em Cabeçudas, depois da sua morte.

         Outro desastre lastimável foi com um avião da Cruzeiro, em que faleceram o Senador Nereu Ramos, político notável, que chegou a Presidência da República, o então Governador Jorge Lacerda, talentoso, que eleito não completou mais que dois anos de Governo e o Deputado Leoberto Leal, provável candidato do PSD ao Governo do Estado em 1960, e tantas outras pessoas. A repercussão da tragédia alterou os rumos políticos do Estado, assumindo o cargo o Vice-Governador Heriberto Hulse, do qual fui Secretário de Justiça.

         Destes dois acidentes, um deles com vítimas fatais até hoje, marcaram minha passagem pela pública e foram descritos nos livros que escrevi.

         Outros tantos acidentes, sem maiores conseqüências, me ocorreram nas funções públicas que exerci. O mais grave dentre eles foi, quando por falta de teto nos aeroportos de Itajaí, Florianópolis e Porto Alegre, tive eu, com mais dois amigos já falecidos, os saudosos Helio Guerreiro e Laércio Gomes, fazer uma aterrissagem de emergência, pela falta de combustível, em um pasto em Imbituba, tendo o avião feito um “cavalo de pau”. Fomos socorridos por populares. Ninguém se machucou. Eu era na época Presidente da COBEC Cia Brasileira de Entrepostos Aduaneiros, formada por 60 Bancos que operavam em Cambio na época. A primeira “Trading Company” brasileira a operar na Bolsa de Chicago, nos Estados Unidos. O piloto Calefe veio a falecer em outro desastre, em que tirou a vida do Secretário Dieter Schmidt no Governo Jorge Bornhausen.

         Na realidade em todo o Brasil nesses anos da nova Republica, ocorreram muitos acidentes aéreos, alguns com vítimas fatais. Neste período eleitoral, alguns foram causados pela “necessidade” dos candidatos de cumprirem seus programas pré-estabelecidos, correndo riscos demasiados.
                                                                                                                          PKB

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Alzheimer Perguntas frequentes!



No Brasil, existem cerca de 15 milhões de pessoas com mais de 60 anos de idade. Seis por cento delas sofrem do Mal de Alzheimer, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz). Em todo o mundo, 15 milhões de pessoas têm Alzheimer, doença incurável acompanhada de graves transtornos às vítimas. Nos Estados Unidos, é a quarta causa de morte de idosos entre 75 e 80 anos. Perde apenas para infarto, derrame e câncer.
O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa que provoca o declínio das funções intelectuais, reduzindo as capacidades de trabalho e relação social e interferindo no comportamento e na personalidade. De início, o paciente começa a perder sua memória mais recente. Pode até lembrar com precisão acontecimentos de anos atrás, mas esquecer que acabou de realizar uma refeição. Com a evolução do quadro, o alzheimer causa grande impacto no cotidiano da pessoa e afeta a capacidade de aprendizado, atenção, orientação, compreensão e linguagem. A pessoa fica cada vez mais dependente da ajuda dos outros, até mesmo para rotinas básicas, como a higiene pessoal e a alimentação.

Perguntas frequentes
1) Por que interditar a pessoa portadora da doença de Alzheimer?

Um dos grandes problemas causados pela doença de Alzheimer é a redução da capacidade de discernimento, isto é, o doente não consegue entender a consequência dos seus atos, não manifesta a sua vontade, não desenvolve raciocínio lógico por causa dos lapsos de memória e perde a capacidade de comunicação, impossibilitando que as pessoas o compreendam. Por isso, a lei o considera civilmente incapaz.
A interdição serve como medida de proteção para preservar o paciente de Alzheimer de determinados riscos que envolvem a prática de certos atos como, por exemplo, evitar que pessoas "experientes" aproveitem-se da deficiência de discernimento do paciente para efetuar manobras desleais, causando diversos prejuízos, principalmente, de ordem patrimonial e moral.

Como exemplo, podemos citar a venda de um imóvel ou de um veículo, retirada de dinheiro do banco, emissão de cheques, entre outros.

A interdição declara a incapacidade do paciente de Alzheimer que não poderá, por si próprio, pratica ou exercer pessoalmente determinados atos da vida civil, necessitando, para tanto, ser representado por outra pessoa. Esse representante é o curador.

2) Como interditar o paciente de Alzheimer?

A interdição do paciente de Alzheimer é feita através de processo judicial, sendo necessário, para tanto, a atuação de um advogado. Entretanto, em alguns casos específicos, o Ministério Público poderá atuar, sendo, nesse caso, desnecessária a representação por advogado. No processo de interdição, o paciente será avaliado por perito médico que atestará a capacidade de discernimento da pessoa. O laudo emitido servirá de orientação para o juiz decidir pela intervenção, ou não. Além disso, o paciente deverá ser levado até a presença do juiz (se houver possibilidade) para que este possa conhecê-lo.
3) Quem é o curador?

Curador é o representante do interditado (no caso, o doente de Alzheimer) nomeado pelo juiz, que passará a exercer todos os atos da vida civil no lugar do paciente interditado. Irá administrar os bens, assinar documentos, enfim, cuidará da vida civil do paciente de Alzheimer.
Para facilitar a compreensão, é só imaginar a relação existente entre os pais e o filho menor de idade. A criança não pode assinar contratos, quem os assina em seu lugar são seus pais. A criança também não pode movimentar conta no banco, necessitando da representação dos seus pais para tanto. Com a interdição, podemos comparar o paciente interditado como sendo a criança, e os pais, o curador.

4) E a "procuração de plenos poderes", não possui a mesma finalidade da interdição?

Não, a interdição é mais ampla. Se o paciente de Alzheimer não for interditado, todos os atos praticados por ele serão válidos, a princípio. Ao passo que, se ele for interditado, seus atos serão NULOS. A procuração, por sua vez, não tem esse "poder", apenas confere ao representante o direito de atuar dentro dos limites a ele conferido na procuração, geralmente administrar patrimônio e assinar documentos - o paciente poderia praticar atos autônomos causando uma série de prejuízos. Atos, estes, que serão tidos como válidos, se praticados com boa-fé. Muitas vezes, a procuração se torna inviável porque o paciente não consegue assiná-la.
5) O que é o auxílio-cuidador pago pelo INSS?

É o acréscimo de 25% ao valor da aposentadoria quando o segurado, aposentado por invalidez, necessita de assistência permanente de outra pessoa. Muitas confusões são feitas em relação a este benefício.
Ele não é devido a quem necessita de um cuidador permanente, mas, sim, a quem se aposentou por invalidez devido a uma doença que precisa de cuidador em tempo integral.

6) O que é o benefício da prestação continuada paga pelo INSS?

É a garantia de um salário mínimo mensal, pago pelo INSS, à pessoa portadora de deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais, que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família. Para ter direito a esse benefício, o idoso não precisa ter contribuído à Seguridade Social, mas precisa provar que sua família possui renda mensal per capta (por pessoa da família) inferior a 1/4 do salário mínimo. Exemplo: um idoso com mais de 65 anos que resida na casa de sua filha, com o genro e mais dois netos. No caso de somente o genro trabalhar e ganhar R$ 1.000,00 por mês. Dividiremos R$ 1.000,00 por cinco pessoas (casal, dois filhos e o idoso), obteremos R$ 200,00 por pessoa - valor menor que um salário mínimo. Assim, nesse exemplo, o idoso tem direito ao benefício.
Causas
A causa do Alzheimer é desconhecida, mas seus efeitos deixam marcas fortes no paciente. Normalmente, atinge a população de idade mais avançada, embora se registrem casos em gente jovem. Os cientistas já conseguiram identificar um componente genético do problema, só que estão longe de uma solução.
Sintomas de Alzheimer
Um aspecto fundamental do Alzheimer é a manutenção do chamado estado de alerta. A doença não reduz o estado de consciência. O paciente responde tanto aos estímulos internos quanto aos externos. Pode responder mal ou errado, mas está de "olho aberto", acompanhando as pessoas e tudo o que acontece em sua volta. Muitas vezes, os sintomas mais comuns, como a perda da memória e distúrbios de comportamento, são associados ao envelhecimento.

Mesmo com uma aparência saudável, os portadores do Mal de Alzheimer precisam de assistência ao longo das 24 horas do dia. O quadro da doença evolui rapidamente, em média, por um período de cinco a dez anos. Os pacientes, em geral, morrem nessa fase.

Diagnóstico de Alzheimer
Diagnosticar alguém com o Mal de Alzheimer não é tarefa fácil. A família do idoso imagina que se trata apenas de um problema consequente da idade avançada e não procura a ajuda de um especialista. Ao notar sintomas do Alzheimer, o próprio portador tende a escondê-los por vergonha. A família precisa estar atenta e, se identificar algo incomum, deve encaminhar o idoso à unidade de saúde mais próxima, mesmo que ela não tenha um geriatra ou um neurologista. É preciso diferenciar o esquecimento normal de manifestações mais graves e frequentes, que são sintomas da doença. Não é porque a pessoa está mais velha que não vai mais se lembrar do que é importante.

SAIBA MAIS

O acompanhamento médico é essencial para que se identifique corretamente a existência ou não do Alzheimer. Outras doenças, como a hipertensão - que dificulta a oxigenação do cérebro -, também podem originar falta de memória e sintomas de demências. Existem também demências que podem ser tratadas, como a provocada pelo hipotireoidismo.

Em 2002, o Ministério da Saúde publicou a portaria que instituiu no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) o Programa de Assistência aos Portadores da Doença de Alzheimer. Esse programa funciona por meio dos Centros de Referência em Assistência à Saúde do Idoso, que são responsáveis pelo diagnóstico, tratamento, acompanhamento dos pacientes e orientação aos familiares e atendentes dos portadores de Alzheimer. No momento, há 26 Centros de Referência já cadastrados no Brasil.

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, vem investindo na capacitação de profissionais do SUS para atendimento aos idosos. O envelhecimento da nossa população é um fenômeno recente, pois, até os anos 50, a expectativa de vida da população era de aproximadamente 40 anos, observa. Atualmente a esperança de vida da população é de 71 anos de idade, lembra a coordenadora.

Estimativas do Ministério da Saúde indicam que 73% das pessoas com mais de 60 anos dependem exclusivamente do SUS. O atendimento aos pacientes que sofrem do Mal de Alzheimer acontece não só nos Centros de Referência em Assistência à Saúde do Idoso, mas também nas unidades ambulatoriais de saúde.

Tratamento de Alzheimer
O SUS oferece, por meio do Programa de Medicamentos Excepcionais, a rivastigmina, a galantamina e o donepezil, remédios utilizados para o tratamento do Alzheimer. É bom lembrar que os medicamentos não impedem a evolução da doença, que não tem cura. Os medicamentos para a demência têm alguma utilidade no estágio inicial, podendo apenas amenizar ou retardar os efeitos do Alzheimer.

1ª. Tratamento dos distúrbios de comportamento:

Para controlar a confusão, a agressividade e a depressão, muito comuns nos idosos com demência. Algumas vezes, só com remédio do tipo calmante e neurolépticos (haldol, neozine, neuleptil, risperidona, melleril,entre outros) pode ser difícil controlar. Assim, temos outros recursos não medicamentosos, para haver um melhor controle da situação.
2ª. Tratamento específico:

Dirigido para tentar melhorar o déficit de memória, corrigindo o desequilíbrio químico do cérebro. Drogas como a rivastigmina (Exelon ou Prometax), donepezil (Eranz), galantamina (Reminyl), entre outras, podem funcionar melhor no início da doença, até a fase intermediária. Porém, seu efeito pode ser temporário, pois a doença de Alzheimer continua, infelizmente, progredindo. Estas drogas possuem efeitos colaterais (principalmente gástrico), que podem inviabilizar o seu uso. Também há o fato de que somente uma parcela dos idosos melhoram efetivamente com o uso destas drogas chamadas anticolinesterásicos, ou seja, não resolve em todos os idosos demenciados. Outra droga, recentemente lançada, é a memantina (Ebix ou Alois), que atua diferente dos anticolinesterásico. A memantina é um antagonista não competitivo dos receptores NMDA do glutamato. É mais usado na fase intermediária para avançada do Alzheimer, melhorando, em alguns casos, a dependência do portador para tarefas do dia a dia.

Convivendo/ Prognóstico
Quanto mais os efeitos do Mal de Alzheimer avançam em seu corpo, mais o paciente tende a se afastar completamente do convívio social. O ator norte-americano Charles Bronson foi uma das vítimas da doença. Perto de perder a vida, aos 81 anos, em 2003, o ator de Era uma Vez no Oeste praticamente havia esquecido a sua identidade e não se lembrava de nada de seu passado como astro de Hollywood. O ex-presidente norte-americano Ronald Reagan, morto em 2004, foi outra vítima famosa. O problema de saúde tirou o político das atividades públicas, em sua última década de vida.

A família e a sociedade podem dar um grande apoio aos pacientes do Alzheimer. A Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz) é formada por familiares dos pacientes e conta com a ajuda de vários profissionais, como médicos e terapeutas. A associação promove encontros para que as famílias troquem experiências e aprendam a cuidar e a entender a doença e seus efeitos na vida dos idosos. Para a coordenadora de Saúde do Idoso do Ministério da Saúde, Neidil Espínola, mesmo com o desgaste, as famílias podem entender que, se o paciente sofre de uma doença incurável, pelo menos ele pode ser cuidado e receber carinho.

Prevenção
Incurável, o Alzheimer ainda não possui uma forma de prevenção. Os médicos acreditam que manter a cabeça ativa e uma boa vida social permite, pelo menos, retardar a manifestação da doença. Entre as atividades recomendadas para estimular a memória, estão: leitura constante, exercícios de aritmética, jogos inteligentes e participação em atividades de grupo.
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/alzheimer

Mousse de iogurte com amoras



Ingredientes:
2 potes de iogurte desnatado
1 xícara (chá) de suco de amora ou amora fresca batida no liquidificador
1 envelope de gelatina incolor sem sabor
1 xícara (chá) de leite desnatado
4 colheres (sopa) de geléia de amora sem açúcar
Adoçante próprio para ir ao fogo a gosto

Modo de preparo:
Coloque no liquidificador o iogurte, a gelatina dissolvida conforme as instruções da embalagem, o leite, o suco de amora, o adoçante e bata por 2 minutos.
Distribua a geléia nas taças ou em forma para pudim. Despeje a mousse e leve à geladeira por 5 horas ou até endurecer.
fonte gnt

Crostine de pão rústico com abobrinha, ricota e manjericão



ingredientes:
4 fatias de pão italiano rustico
1 abobrinha italiana grande em fatias
80 g de ricota fresca
1/2 xícara (chá) azeite de oliva extra virgem
Folhas de manjericão a gosto
Tomilho a gosto
Flor de Sal a gosto
Pimenta do reino preta moída a gosto

Modo de preparo:
Fatie a abobrinha em rodelas. Tempere com o azeite, a flor de sal e a pimenta. Pré-aqueça o forno a 250°C, coloque a abobrinha na assadeira uma do lado da outra sem empilhar e leve ao forno por 10 a 15 minutos, até caramelizar. Tempere a ricota com azeite, sal, e o manjericão e o tomilho picados finamente.

Monte no pão italiano fatiado: uma colher bem cheira de ricota e, por cima, as abobrinhas caramelizadas. Leve ao forno a 180°C por aproximadamente 7 minutos.
fonte receita do chef Fellipe Zanuto.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Sopa antioxidante Receita de sopa antioxidante, recomendada para a Dieta healthy Detox



Ingredientes:
1 xícara de chá de água
1 xícara de chá de espinafre ou rúcula
½ dente de alho amassado
½ xícara de chá de tomate cereja
½ xícara de chá de pepino picado
1 xícara de chá de brotos
½ abacate picado
2 pitadas de sal rosa marinho ou sal rosa
Suco de limão a gosto
Pitada de pimenta caiena
1 pedaço ( 3cm) de alga kombu

Modo de Preparo:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador ou processador e bata por 30 segundos, até obter consistência mais cremosa.
fonte gnt

Berinjela recheada



Ingredientes:
2 berinjelas cortadas longitudinal
100g de ricota
4 colheres de sopa de migalhas de pão preto
2 tomates grandes sem pele picados
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho amassados
Ervas frescas
Pimenta do reino moída
Sal

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno (200°C). Tempere as berinjelas com sal e reserve por 30 minutos. Enquanto isso, em uma panela, refogue a cebola e o alho com uma colher de água até ficar transparente. Acrescente o tomate e as ervas picadas. Retire a polpa da berinjela e coloque junto ao refogado. Amasse a ricota e junte ao recheio. Recheie as berinjelas e salpique com as migalhas do pão e leve ao forno até dourar.
Rendimento: 4 pessoas
fonte Leila Werutsky

domingo, 24 de agosto de 2014

Torta ganache de chocolate


Receita de torta ganache de chocolate

Simples e fácil de fazer, a torta ganache de chocolate   pode ser feita com até três dias de antecedência. Cubra com papel alumínio e guarde na geladeira até o momento de servir
Para a massa:
Ingredientes:
½ pacote de bolacha de maisena
½ xícara de nozes tostadas e picadas
¼ xícara de açúcar mascavo
5 colheres (sopa) de margarina derretida
½ colher (chá) de baunilha (essência ou extrato)

Modo de preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma de 26cm de diâmetro para a torta de fundo removível com óleo ou manteiga. Coloque a bolacha, as nozes e o açúcar em um processador e processe até que forme uma farofa fina. Adicione a margarina derretida e a baunilha. Coloque a massa na forma, pressionando bem o fundo e as laterais. Asse por 10 minutos ou até que a massa fique dourada.
Para o recheio:
Ingredientes:
1 xícara + 2 colheres (sopa) de creme de leite fresco
2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
180g de chocolate meio amargo picado
1 colher (sopa) de rum
1 colher (chá) de baunilha (extrato de preferência)

Modo de preparo:
Em uma panela ou caneca, coloque o creme de leite e o açúcar e leve ao fogo até começar a ferver. Retire do fogo, adicione o chocolate e mexa até que ele derreta e a mistura fique homogênea. Adicione o rum e a baunilha, coloque a mistura na massa e leve a geladeira por, no mínimo, duas horas. Decore com frutas como morango ou cereja em calda e sirva com chantilly.
fonte  receita da chef Anna Karyna Ramacciotti:

Alimentação equilibrada ajuda a fortalecer o sistema imunológico


Fortalecer o sistema imunológico através da alimentação é uma atitude que começa desde pequeno

Vira e mexe você tem resfriado, gripe, viroses, alergias respiratória? Então é melhor você começar a prestar mais atenção à sua alimentação. Isso porque o que comemos pode ajudar a fortalecer – ou, em certos casos, a enfraquecer – nosso sistema imunológico.

Já é bem sabido que a alimentação é fundamental para a manutenção da saúde. E isso também se reflete em nossa imunidade, ou seja, em como nosso corpo reage e se defende de vírus, bactérias e micro-organismos causadores de doenças. "Os anticorpos são proteínas, e todo processo de defesa imunológica depende do bom estado nutricional relacionado a proteínas e a fonte energética", explica Júlio Cesar Marchini, professor de Nutrologia da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto (FMRP-USP).

De acordo com o pesquisador, a ação do sistema imunológico, fabricando anticorpos, e a ação dos próprios anticorpos exigem gasto energético. Assim, uma alimentação equilibrada é fundamental para que os anticorpos sejam sintetizados e possam cumprir sua função de proteger o organismo.
Ampliar
Veja alguns alimentos que ajudam a fortalecer a imunidade17 fotos 1 / 17
ACEROLA: é uma das maiores fonte de vitamina C, possui uma concentração de 1.500 mg, mais de 40 vezes a de uma laranja. E o nutriente é essencial na destruição dos radicais livre, encontrado em altas concentrações nos leucócitos e utilizado durante os processos infecciosos. "A acerola é uma fruta riquíssima em vitamina C, que age na reconstituição dos leucócitos em períodos de queda de resistência", afirma Carla Muroya, nutricionista do Hospital Israelita Albert Einstein Leia mais Thinkstock
"A alimentação é uma das principais aliadas das células de defesa. Alguns nutrientes, quando consumidos em quantidade adequada, podem aumentar o número dessas células no corpo e estimular a ação delas quando o organismo se depara com um quadro de infecção", afirma Mariana Exel, nutricionista do Hospital Samaritano de São Paulo. Portanto é fundamental ter uma alimentação balanceada, que forneça uma boa variedade de vitaminas, proteínas e nutrientes importantes para o bom funcionamento do sistema imunológico.

No cardápio de quem quer ter uma dieta equilibrada e, de quebra, blindar o corpo contra esses agentes causadores de doenças, não podem faltar ingredientes como cenoura, fígado, espinafre, brócolis, goiaba, gengibre, tomate e morango.

Esses alimentos possuem nutrientes essenciais para fortalecer a imunidade, e a falta deles pode deixar o sistema imunológico deficiente, favorecendo  o  surgimento  de  doenças  e  tornando  mais  frequente  os  processos  alérgicos  (como asma,  eczema,  rinite e  bronquite). "Sem um aporte necessário de nutrientes, o organismo não terá onde buscar defesas, tornando-se fragilizado", afirma a nutricionista Bruna di Chiara Passos.

Desde pequeno

Fortalecer o sistema imunológico através da alimentação é uma atitude que começa desde pequeno. "Uma alimentação equilibrada pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, desde a vida intrauterina", explica Carla Muroya, nutricionista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Isso porque o que a mãe ingere pode afetar positivamente (ou negativamente) a saúde do feto. E, depois que o bebê nasce, a amamentação é importante para o desenvolvimento da imunidade da criança, pois o leite materno contém anticorpos que protegem a criança de infecções virais e bacterianas.

Para quem quer ter um sistema imunológico fortalecido (e mais saúde como um todo), é importante cultivar uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes. "Não adianta muito uma pessoa beber copos e mais copos de laranjada quando está com gripe, por exemplo, se antes de adoecer ela não mantinha uma dieta saudável.

Essa alimentação deve fazer parte do dia a dia para que o sistema imunológico seja realmente fortalecido", explica Roseli Rossi, nutricionista da clínica Equilíbrio Nutricional.

"O ideal é que se realizem seis refeições diárias, de três em três horas, garantindo que todas as substâncias estarão presentes, ingerindo regularmente frutas, verduras e cereais. Assim, o organismo fica estável, sem faltar nenhum nutriente,  e melhorando resistência aos vírus e bactérias", recomenda Passos.

O outro lado da moeda

Por outro lado, uma alimentação altamente calórica, pobre em vitaminas e proteínas, pode causar o efeito oposto e acabar enfraquecendo o sistema imunológico. "Uma alimentação inadequada, rica em alimentos gordurosos, processados e com excesso de açúcar não possui nutrientes suficientes e capazes de melhorar a defesa do organismo", explica Exel.

Entre os alimentos que podem interferir negativamente no sistema imunológico estão o açúcar branco, que pode alterar a capacidade das células brancas do sangue de destruir as bactérias; gorduras em excesso, que reduzem a atividade das células protetoras e prejudica a resposta imunológica; e o álcool, que interfere em várias respostas imunológicas.

O fator emocional também tem grande peso em enfraquecer a imunidade. "Uma pessoa submetida a uma condição de grande estresse vai ter seu sistema imunológico prejudicado, e vai estar mais sujeita a doenças", alerta Rossi. A nutricionista ainda afirma que o estresse aliado a uma má alimentação piora ainda mais o quadro: "Esse é o caso de algumas pessoas que estão frequentemente doentes, saindo de uma gripe para entrar em um resfriado, porque estão constantemente expostas a situações estressantes e não têm uma dieta adequada".

Mas é importante frisar que consumir apenas alguns alimentos que são benéficos ao sistema imune não é o suficiente para evitar o surgimento de doenças. "Os hábitos alimentares com escolhas saudáveis são importantes para promover o aumento da imunidade, mas somente a alimentação não é suficiente, depende da situação clínica e também da qualidade de vida em geral", alerta Muroya.

Por isso, é importante ter uma mudança de hábitos, como dormir bem, praticar atividade física, evitar bebidas alcoólicas, não fumar e, é claro, ter uma alimentação equilibrada e saudável.
fonte http://noticias.uol.com.br/

sábado, 23 de agosto de 2014

Frango à Sálvia – Em 5 minutos !


collage frango

Ingredientes:
3 peitos de frango (limpos)
Flor de Sal (ou sal comum)
Pimenta do Reino Moída
Folhas de Sálvia
Azeite de Oliva
Modo de Preparo:
1) Corte os peitos de frango em cubos, como mostro na foto. E tempere com sal e pimenta do reino.
2) Aqueça uma frigideira com azeite de oliva, e coloque os cubos de frango para grelhar.
3) Coloque as folhas de sálvia e regue com um pouco mais de azeite de oliva para terminar a cocção.
Sirva com o acompanhamento que preferir : uma salada de folhas, um arroz branco, até uma massa fica perfeita para este prato!
- See more at: http://www.vogagourmet.com.br

Brownie de chocolate com nozes e cookies 'n cream


Receita de brownie de chocolate com nozes e cookies 'n cream

A receita rende duas assadeiras 20cm por 20cm ou uma retangular de 30cm por 20cm, ou seja, cerca de dez fatias bem servidas.
Ingredientes:
500g de chocolate meio amargo (ou 2 tabletes e ½ de 200g)
500g manteiga (ou 2 tabletes e ½ de 200g)
8 ovos grandes
600g de açúcar
5g de sal (ou 1 colher de chá cheia)
25g de baunilha (ou 2 colheres de sopa)
275g farinha (2 xícaras)
½ xícara de nozes
2 tabletes de chocolate com cookies 'n cream

Modo de preparo:
Em um recipiente, coloque a manteiga e o chocolate e leve ao microondas por, no máximo, 2 minutos. Cuidado para não queimar o chocolate. Depois bata com um batedor fuet. Na batedeira, coloque os ovos, a essência de baunilha, o açúcar e bata até ficar homogêneo. Não bata muito para não entrar ar. Acrescente o chocolate e bata na velocidade 1. Junte o sal com a farinha e coloque na batedeira até ficar homogêneo. Em uma assadeira de fundo falso, coloque o papel manteiga e unte com manteiga e farinha. Coloque a massa e decore com nozes e o chocolate com cookies 'n cream. Caso prefira, pode ser feito em assadeira normal untada. Preaqueça o forno em 120ºC e asse em 150ºC por 40 minutos.
fonte gnt

Adeus às dores nas articulações: 5 dicas práticas !


Adeus às dores nas articulações: 5 dicas práticas

Dicas para aliviar a dor articular
São muitas as pessoas que sofrem com dores articulares, uma realidade provocada pela artrite, pelo reumatismo, artrose etc. É verdade que nem sempre é possível eliminar por completo a dor e que aprendemos a viver com ela, mas o que sim podemos fazer é seguir algumas estratégias básicas mediante as quais reduziremos a dor e, o que é mais importante: obteremos melhor qualidade de vida.

Sempre temos que seguir os conselhos de nossos médicos e não excedermos muito com o consumo de medicamentos, tais como os anti-inflamatórios, já que às vezes também acabaremos sofrendo seus efeitos colaterais. Asseguramos que existem alguns remédios naturais que podem te servir de muita ajuda.

1. Consumir gengibre diariamente

Um estudo realizado pela universidade de Miami nos diz que consumir duas cápsulas diárias de gengibre nos ajuda a desinflamar as articulações e a aliviar a dor. De fato, as propriedades do gengibre são muito semelhantes às do próprio ibuprofeno (mas sem os consequentes efeitos colaterais, tais como dor de estômago ou os riscos circulatórios). Estes comprimidos de gengibre podem ser encontrados nas lojas de produtos naturais ou em farmácias homeopáticas, o normal é tomar duas ao dia. De todos os modos, você também sabe que pode recorrer à clássica infusão. Ralar o equivalente a uma colher da própria raiz de gengibre, levá-la a ebulição junto com uma xícara de água. Tomar pela manhã e pela tarde.

2. Cuidado com determinados alimentos

Registra os seguintes alimentos que vamos especificar, o melhor é eliminá-los ou consumi-los em pouca quantidade para poder aliviar, desse modo, a dor articular:

Lácteos: contêm um elemento chamado caseína que favorecem a inflamação das articulações. Se você é um(a) amante do leite e dos iogurtes, começa a reduzi-los para o bem de sua saúde e sua qualidade de vida.
Carne vermelha: evitá-la por completo, não é boa para a saúde em geral e, em especial, se você tem problemas em suas articulações.
O trigo: Existem alguns estudos que nos dizem que o trigo e muitos cereais que contêm o conhecido elemento chamado glúten, geralmente causam inflamação nas articulações de pessoas que sofrem de artrite. Solução? Reduzir este elemento em sua dieta para analisar se apresenta alívio. Há pessoas que não notam mudanças, mas há muitas que reconhecem ter mais qualidade de vida depois de ter eliminado o glúten.
Ovos: também cuidaremos de seu consumo. Por ser um produto animal, os ovos contêm ácido araquidônico em sua gema, um elemento que também favorece o processo inflamatório e que, às vezes, nos faz sentir inchados e doloridos. É verdade que os ovos são muito saudáveis e cheios de proteínas, mas estas proteínas animais podem, eventualmente, nos trazer efeitos não esperados.
Cuidado com as hortaliças (Solanaceae): quando falamos dessas hortaliças nos referimos, por exemplo, aos tomates, aos pimentões, às berinjelas etc., que são vegetais frios que podem causar rigidez músculo-esquelética, que favorecem as dores e inflamações nas articulações. Isso tudo se deve a um alcaloide tóxico chamado solanina, um composto que pode agravar a inflamação, sobretudo em pessoas que já sofrem com a doença. A melhor que você pode consumir são, por exemplo, as cenouras.
3. Diga sim ao chá verde pela manhã

O chá verde tem polifenóis (antioxidantes) que se demonstraram grandes aliados na hora de prevenir e aliviar os efeitos da artrose e da dor articular. Assim, você já sabe, nunca esqueça de incluir uma xícara de chá verde em seu café da manhã.

4. A grande aliada: a Vitamina E

Certamente já ouviu falar dela, seus efeitos são maravilhosos para resolver os sintomas da artrose e é considerada um verdadeiro medicamento. O ideal é tomar dois comprimidos por dia, as quantidades já serão indicadas na caixa de comprimidos ou cápsulas quando você adquirir em uma loja de produtos naturais ou em uma farmácia, convencional ou homeopática. Você sabe também que pode encontrar vitamina E na maioria dos vegetais de folha verde, mas para poder conseguir a dose adequada sempre é melhor recorrer às cápsulas.

5. Alimentos que podem reduzir a dor e melhorar seu estado de ânimo.

Melhorar nossa qualidade de vida é imprescindível. E isso se consegue com uma boa alimentação e com nutrientes que não apenas reduzam a dor articular, mas que também melhorarão nosso estado de ânimo.

Consumir, sempre que possível, alimentos frescos (frutas e verduras): Diga não aos alimentos congelados ou pré-prontos industrializados, já que contêm elementos que propiciam a inflamação articular.
Frutos secos: nozes, amêndoas, pistaches etc., nos dão energia e são muito saudáveis.
Suco de limão: nos aporta antioxidantes, e é muito adequado se consumimos, por exemplo, pelas manhãs ou junto com nossas infusões.
Óleo de fígado de bacalhau: é um clássico graças aos seus óleos ricos em ômega 3, ele se demonstrou muito efetivo para todas aquelas pessoas que sofrem problemas articulares. Assim que, não hesite em incluir uma colher diária em sua dieta.
Vinagre de maçã orgânico: simplesmente ideal. Alivia a dor e é muito recomendado para nossa saúde.
Grãos de quinoa e amaranto: Já os provou alguma vez? São um super alimento, grãos maravilhosas que te aportarão grandes benefícios para sua saúde e que dia após dia irão aliviando sua dor articular
fonte http://melhorcomsaude.com/

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A IDADE DE SER FELIZ



Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.

Receita argentina de empanadas de carne


Receita de empada de carne ou empanadas de carne

Para a massa:
Ingredientes:
500g de farinha de trigo
125g de banha de boi
1 ovo
1 colher (chá) de sal
200ml de água em temperatura ambiente
1 ovo batido para pincelar

Modo de preparo:
Coloque a farinha de trigo na mesa em forma de coroa. No centro, adicione a gordura detrretida, mas não quente, o ovo e o sal. Comece dar liga acrescentando a água gradualmente (pode ser necessário um pouco mais ou um pouco menos) até formar uma massa macia. Cubra com filme plástico e deixe descansar por 30 minutos em temperatura ambiente. Depois, abra a massa sobre uma superfície enfarinhada e recorte círculos de 12-14 cm de diâmetro.
Para o recheio:
Ingredientes:
400g de filé mignon
1 batata descascada e cortada em cubinhos de 1cm de lado
1 colher (sopa) de azeite de oliva
2 cebolas médicas picadas
2 colheres (sopa) de óleo
1 colher (chá) de páprica doce
Meia colher (chá) de páprica picante
Meia colher de cominho em pó
Sal e pimenta
2 colheres de sopa de cebolinha picada (só a parte verde do talo)

Modo de preparo:
Limpe bem a carne e corte-a em pedacinhos de 0,5cm, aproximadamente. Ferva a batata até que fique macia, mas mantendo sua forma. Escorra e deixe esfriar. Aqueça uma frigideira com o azeite, acrescente a cebola e cozinhe por 5 minutos. Em outra frigideira, aqueça o óleo e cozinhe a carne em duas etapas, sem mexer, para dourar sem que solte caldo no início. Junte a cebola. Acrescente a batata e tempere com as pápricas, o cominho, sal e pimenta a gosto. Por último, adicione a cebolinha picada bem fininha. Espere esfriar e leve o recheio à geladeira por, pelo menos, de duas e três horas. Se puder deixar a noite toda o resultado é melhor.

Montagem da empada:
Coloque uma colher de recheio no meio de um círculo de massa. Umedeça as bordas com água, dobre ao meio e pressione com os dedos para selar. A seguir, faça as dobrinhas na borda da massa. Pincele com o ovo levemente batido e asse em temperatura média de 180ºC até que a massa fique dourada, por cerca de 20 a 25 minutos.
fonte  Pía Fendrik, autora do livro Cozinha Argentina -

Tartare de salmão defumado servido em cones de manga


Receita de tartare de salmão defumado servido em cones de manga

Ingredientes:
250ml de suco de tangerina
5g de glucose
1,5g de xantana
7g de açúcar
3g de algim
2l de água mineral

Modo de preparo:
Leve tudo ao liquidificador e triture na velocidade máxima por 2 minutos. Passe para um recipiente e deixe descansar por 24 horas. Bata o algim com a água mineral no liquidificador e reserve em um recipiente que tenha uma altura de 6 cm. Coloque a base de tangerina em uma seringa e pingue gota a gota na solução de água e algim. Deixe por três minutos, até que as bolinhas do caviar se formem. Coloque na água mineral até a hora de usar.

Para o cone de manga:
Ingredientes:
58g de purê de manga
10g de isomalte
5g de glucose

Modo de preparo:
Junte a manga ao isomalte e à glucose e leve ao fogo com 80ºC, por 5 minutos. Espalhe a mistura em formas com base de silicone, em formato retangular, e leve ao forno por 15 minutos com temperatura de 90ºC. Molde os cones enquanto ainda estiverem quentes para ficarem com a textura ideal. Depois de moldados, conserve no freezer até o momento da montagem.
Para o tartare:
Ingredientes:
50g de salmão defumado
2g de raspa de limão siciliano
2g de raspa de tangerina
2g de ceboulete
2ml de azeite
2g de sal

Modo de preparo:
Corte o salmão em cubinhos bem pequenos e misture os temperos.

Montagem:
No cone de manga coloque 12g do tartare de salmão e finalize com as esferas de tangerina.
fonte chef Felipe Bronze

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Garantir a reserva de vitamina A evita doenças graves




A vitamina A é um micronutriente essencial para o funcionamento do organismo humano, mas nosso corpo não consegue produzi-la. Por isso, toda a quantidade de que necessitamos precisa vir dos alimentos. A deficiência de desta vitamina é considerada uma severa carência nutricional, sendo a principal causa de cegueira evitável.

A substância orgânica da vitamina A é encontrada em alimentos de origem animal e vegetal. Uma das principais fontes de origem animal são o leite humano, fígado, gema de ovo e leite. Ela é encontrada também em vegetais folhosos verdes como, por exemplo, o espinafre e a couve, em vegetais amarelos como abóbora e cenoura e em frutas amarelo-alaranjadas, como a manga, caju, goiaba, mamão e caqui, além de óleos e frutas oleaginosas, como o buriti, pupunha, dendê e pequi, que são as mais ricas.

O corpo pode armazenar vitamina A no fígado, garantindo uma reserva, para que seja utilizada conforme o organismo precise. Se essa reserva está reduzida e não há ingestão, ocorre a deficiência. A falta de vitamina A pode se manifestar de duas formas: subclínica e clínica. No caso da deficiência subclínica, pode haver consequências como diarréia e problemas respiratórios. Atenção! À medida que as reservas de vitamina A diminuem, aumenta a possibilidade de avanço para a forma clínica.

A deficiência clínica é caracterizada por problemas na visão, atingindo retina, conjuntiva e córnea, podendo ocasionar diminuição da sensibilidade à luz e até mesmo cegueira parcial ou total. A primeira manifestação que costuma aparecer é a cegueira noturna, que é a diminuição da capacidade de enxergar em locais com baixa luminosidade.

No Brasil, o Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A tem o objetivo de reduzir e controlar esta deficiência nutricional em crianças de 6 a 59 meses de idade e mulheres em período pós-parto. A reserva adequada de vitamina a em crianças auxilia na redução da mortalidade infantil e da mortalidade por diarreia.

Fique atento a diarréias frequentes, alterações oculares, como o ressecamento do olho, e dificuldade para enxergar à noite ou em baixa luminosidade. Esses podem ser sintomas de falta de vitamina A no seu organismo.



Fonte: Bia Magalhães / Blog da Saúde

KAKI FRY Uma receita japonesa de ostras empanadas com molho tonkatsu.



Kaki fry
(ostras empanadas com molho tonkatsu)
10 unidades de ostras frescas
100 g de farinha de trigo
100 g de farinha Panko (Japonesa)
2 ovos batidos
2 colheres (sopa) de mostarda Karashi (mostarda japonesa)
óleo de canola para fritar
brotos para decoração
Molho
100 ml molho tonkatsu japonês (preparado)
meia cebola
1 cenoura
1 maçã verde sem casca
1 tomate sem casca e sem semente
água
1. Triture todos os ingredientes juntos e passe por uma peneira para utilizar só os líquidos. 2. Empane as ostras seguindo a sequência trigo, ovo, panko. 3. Misture a mostarda em água mineral ao ponto de pasta cremosa. Sirva o molho em temperatura ambiente. 4. Aqueça o óleo a 180 graus e frite as ostras até que dourem rapidamente. 5. Coloque as ostras a parte e a mostarda. 6. Finalize com os brotos.
Receita do chef Murakam

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Gelatina colorida


pudim4.jpg

Ingredientes:

1 caixa de gelatina em pó sabor morango
1 caixa de gelatina em pó sabor limão
1 caixa de gelatina em pó sabor abacaxi
1 caixa de gelatina em pó sabor framboesa
1 caixa de gelatina em pó sabor morango
1 lata de leite condensado
Óleo para untar

Modo de preparo:
Dissolver em 150 ml de água fervente o conteúdo da caixinha de gelatina, iniciando pelo primeiro sabor dos ingredientes.
Adicionar 150 ml de água gelada á mistura e mexer bem.
Em uma forma para pudim, com um furo no meio, untada com óleo, despejar metade da gelatina já dissolvida, em seguida levar ao congelador por 10 minutos.
Com a metade da gelatina restante, misturar 4 colheres de sopa de leite condensado.
Passados os 10 minutos da gelatina no congelador, com bastante cuidado, despejar a mistura feita anteriormente e leve novamente para o congelador, dessa vez por 15 minutos.
Repetir o procedimento com os demais sabores, sempre obedecendo os tempos de 10 minutos para a camada de gelatina e 15 minutos para a outra mistura com leite condensado.
Elzinha Oliveira

RAGÙ DE CORDEIRO COM COGUMELOS, CHORIZO E MOUSSELINE DE ABÓBORA Cordeiro, cogumelos, chorizo e abóbora dão um novo conceito ao prato.



Modo de preparo
Ragù de cordeiro com cogumelos, chorizo e mousseline de abóbora
10 pessoas
Cordeiro
2 kg de pernil de cordeiro cortado em cubos de 3,5 cm
900 g de caldo de vitela ou músculo
700 g de caldo de cordeiro
300 g de cebola picada
240 g de extrato de tomate natural
170 g de alho-poró
100 g de farinha de trigo tostada
80 g de manteiga sem sal
30 g de alho
80 ml de óleo de girassol
2 1/2 colher (chá) de cominho em pó
3/4 de colher (chá) de páprica picante em pó
3/4 de colher (chá) de canela em pó
3 pitadas de noz-moscada em pó
3 pitadas de cardamomo em pó
2 pitadas de cravo-da-índia em pó
1 bouquet garni grande (ramos de ervas frescas)
Sal e pimenta-do-reino moída a gosto
Cogumelos
300 g de shimeji em buquês (sem os talos)
300 g de shiitake em tiras
80 ml de azeite de oliva
Sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto
Mousseline de abóbora
800 g de abóbora-moranga sem casca e em cubos
12 g de gengibre picadinho
2 g de coentro em grãos
150 ml de caldo de legumes
80 ml de azeite de oliva
Sal e pimenta-do-reino branca moída na hora a gosto
Farofa de castanha
250 g de farinha de mandioca
100 g de manteiga sem sal
80 g de farinha de castanha de caju levemente tostada
40 g de cebola picadinha
5 g de pimenta-dedo-de-moça
Sal a gosto
Finalização
150 g de chorizo picadinho
30 pimentas biquinho
Broto de rúcula
Cordeiro
1 Tempere os cubos de cordeiro com sal e pimenta. 2 Esquente uma frigideira com óleo e manteiga, sele o cordeiro, retire da frigideira e reserve. 3 Na mesma panela, refogue a cebola, o alho e o alho-poró com óleo e manteiga. 4 Volte os pedaços de cordeiro para a panela, deixe aquecer e polvilhe com a farinha tostada; mexa bem até que a farinha cozinhe. 5 Acrescente o extrato de tomate, o bouquet e as especiarias. 6 Cubra tudo com os caldos de cordeiro e de vitela. 7 Deixe levantar fervura, abaixe bem o fogo para que o cozimento seja bem lento. 8 Tempere com um pouco de sal e pimenta-do-reino preta moída. 9 Quando o cordeiro estiver bem macio, retire os cubos de carne da panela e reserve. 10 Volte o molho ao fogo e deixe reduzir até espessar. 11 Peneire o molho, acerte os temperos e acrescente os cubos de cordeiro; reserve.
Cogumelos
1 Aqueça uma frigideira com azeite, salteie o shiitake e tempere com sal e pimenta; reserve. 2 Faça o mesmo com o shimeji.
Abóbora
1 Em um tabuleiro untado com azeite, coloque os cubos de abóbora e salpique os demais ingredientes, menos o caldo. 2 Cubra o tabuleiro com papel-alumínio e leve ao forno a 170 ºC até que os cubos de abóbora estejam bem macios. 3 Ainda quente, coloque os cubos de abóbora assados no liquidificador e bata com o caldo de legumes até obter um creme bem liso; reserve.
Farofa
1 Derreta a metade da manteiga e refogue a cebola e a pimenta-dedo-de-moça picadinhas. 2 Acrescente o restante da manteiga, deixe derreter e junte a farinha aos poucos, mexendo energicamente sem parar até a farinha ficar crocante. 3 Tempere com sal e acrescente a farinha de castanha de caju levemente tostada.
Montagem
1 Aqueça o ragù de cordeiro e adicione os cogumelos. 2 Esquente a mousseline de abóbora. 3 No centro de um prato, coloque uma colher generosa de mousseline de abóbora. 4 Com o dorso de uma colher, dê uma leve puxada formando um desenho de gota. 5 Na parte maior da gota, disponha o ragù de cordeiro com cogumelos. 6 Sobre o ragù, salpique o chorizo picadinho e disponha o broto de rúcula no topo. 7 Na ponta da gota, coloque a farofa de castanha de caju. 8 Decore com algumas pimentas biquinho.
Receita da chef e consultora Flávia Quaresma

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Torta de Nozes


Tradicional Torta de Nozes do Tasca Zé e Maria, leva baba de moça e demora meia-hora para ficar pronta (Foto: Divulgação)

Torta de Nozes

Ingredientes
10 gemas de ovos
1 ovo inteiro
300 g de açúcar
300 g de nozes trituradas
300 g de clara

Ingredientes (baba de moça)
40 g de açúcar
22 ovos (gemas)
2 tampinhas do vidro de essência de baunilha
200 ml de água

Modo de Preparo (massa)
Bata as gemas com o açúcar e depois acrescente as nozes trituradas. Batas as claras à parte e, em seguida, junte com tudo em uma forma. Leve ao forno de 180º por 40 minutos.

Modo de preparo (baba de moça)
Leve ao fogo o açúcar com a água para formar uma calda. Deixe esfriar.
Em seguida, acrescente as gemas peneiradas e a essência de baunilha. Leve novamente ao fogo até formar um creme grosso.
Coloque o recheio de baba de moça no meio da torta e em cima como cobertura.
Pronto, a torta já pode ser servida.

Rendimento: De 8 a 10 pedaços
Tempo de preparo: 60 minutos

Bacalhau confitado no azeite com molho de camarão picante Receita de bacalhau confitado no azeite com molho de camarão picante.


Receita de bacalhau confitado no azeite com molho de camarão picante

Ingredientes:
1 lombo de bacalhau dessalgado
500ml de azeite
50g de lentilha
1 colher de cebola picada
1 dente de alho picado
1 folha de louro
1 cubo de bacon pequeno
500ml de água
1 alho-poró cortado
5 azeitonas pretas
6 cebolas calabresa cozidas
2 tomates sem pele e sem semente
50g de camarão cortado em pedacinhos
1 pitada de curry vermelho (ou 5 gotas de pimenta líquida)
100ml de creme de leite fresco
Sal (a gosto)
Modo de preparo:
Coloque todo o azeite em uma panela e, em seguida, coloque o bacalhau dentro do azeite. Deixe em fogo baixo por 40 minutos, ou seja, 20 minutos de um lado e 20 minutos do outro. Corte o tomate em meia-lua, coloque em uma assadeira e regue com azeite, sal e açúcar. Leve ao forno por 30 minutos na temperatura de 140Cº. Em uma panela, refogue a cebola, o alho e o bacon. Em seguida, inclua a lentilha, a folha de louro, a água e o sal a gosto e deixe cozinhar até que fique macia. Coloque o camarão em uma frigideira e deixe selar. Acrescente o curry, deixando fritar um pouco, e, logo em seguida, acrescente o creme de leite e o quanto quiser de sal. Depois da lentilha já escorrida, refogue-a com a metade do alho-poró e com azeitona cortada em rodelas. Corte o restante do alho-poró em tiras finas e frite em óleo quente.

Montagem do prato:
Em um prato grande, disponha os tomates assados como um sol. Coloque a lentilha no centro e as cebolas cortadas ao meio sobre a lentilha. Acrescente o bacalhau sobre das cebolas e o alho-poró frito em cima do bacalhau. Disponha o molho em volta do prato e sirva.
fonte gnt

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

SURPRESA DE MERENGUE COM CALDA DE MANGA E HORTELÃ Merengue, calda de manga e hortelã conferem frescor e leveza a esta sobremesa



hortelã
2 porções
4 xícaras (chá) de claras
5 xícaras (chá) rasas de açúcar
1 bola de sorvete de creme
Calda de uma manga
Hortelã a gosto 
Manteiga para untar
1 Misture as claras e o açúçar. 2 Mantenha a mistura em banho-maria e bata com o fouet por 15 minutos sem parar e de maneira vigorosa. 3 Contar exatamente 15 minutos. Não ultrapasse esse tempo. 4 Em seguida, leve à batedeira por mais 15 minutos, sem parar, usando a velocidade mais potente. 5 Unte com manteiga 12 forminhas redondas e baixas (2 cm de altura) e leve ao forno em banho-maria, à temperatura exata de 90ºC, por 15 minutos. 6 Eles devem ficar com uma crosta e macios no meio como um mashmallow. 7 Retire do forno e deixe esfriar.
Calda de manga: 
1 Descasque e limpe a manga. 2 Coloque no liquidificador para liquefazê-la. 3 Leve ao fogo baixo e deixe engrossar lentamente. 4 Acrescente ao final hortelã bem picadinha e desligue logo após.
Montagem:
1 Tire os merengues das formas, com muito cuidado para não quebrá-los. 2 Vire a crosta para baixo, no prato, e afunde um pouco a parte macia para assentar a bola de sorvete de creme. 3  Derrame a calda de manga no sorvete. 4 Enfeite com hortelã.
Receita do Zeffiro Restaurante & Rotisseria

Carpaccio de beterraba com tartare de peixe ao leite de coco !


Receita de carpaccio de beterraba com tartare de peixe ao leite de coco

Ingredientes para o carpaccio:
180g de beterraba
75ml de suco de laranja
3g de gengibre ralado
1 pitada de cúrcuma
1 pitada de sal
80g de cenoura à julienne

Modo de preparo do carpaccio:
Cozinhe a beterraba em água até que fique macia. Resfrie. Em uma panela, coloque o suco de laranja, o gengibre, a cúrcuma e a cenoura. Cozinhe em fogo brando até a cenoura ficar macia, porém ainda crocante. Tempere com o sal. Reserve.
Ingredientes para o vinagrete:
2g de cominho em semente
15ml de vinagre de xerez
10ml de azeite
15ml de óleo de milho
Sal e pimenta-do-reino (a gosto)

Modo de preparo do vinagrete:
Em uma frigideira, aqueça as sementes de cominho por cerca de 1 minuto para que liberem seu perfume. Com um mixer, processe as sementes com o vinagre, o azeite e o óleo em fio para emulsionar. Tempere com o sal e a pimenta.
Ingredientes para o tartare:
400g de filé de cherne cortado em cubos de 0,5cm
15ml de suco de limão
6g de gengibre ralado
60ml de leite de coco light
10g de ciboulette ou cebolinha picada
Sal (a gosto)

Modo de preparo do tartare:
Em um recipiente tempere o peixe com o sal, mexendo até que aglutine. Sempre misturando, adicione o suco de limão, o gengibre, o leite de coco e a ciboulette. Acerte o sal.

Finalização e montagem do prato:
Descasque a beterraba e corte-as em fatias bem finas com o auxílio de um fatiador mandoline. Cubra o fundo do prato com o carpaccio de beterraba, sobrepondo as pontas das fatias, dando um formato redondo. Tempere com um pouco de sal e pincele com o vinagrete de cominho. Com um aro redondo, coloque o tartare no meio do carpaccio. Decore com a cenoura à julienne.
(vc pode usar outros peixes de carne branca como o Robalo)
fonte chef Roland Villard 

domingo, 17 de agosto de 2014

Nhoque com aspargos frescos e açafrão !


Receita de nhoque de batata com aspargos frescos e açafrão

Para o nhoque:
Ingredientes:
1kg de batata 
150g de farinha de trigo
200g de queijo parmesão
50g de manteiga sem sal
1 ovo
Noz-moscada a gosto
2 colheres (sopa) de sal
3l de água

Modo de preparo:
Lave e cozinhe as batatas com casca. Depois de cozidas, descascá-las e amassá-las. Em um bowl, misturar os demais ingredientes com a batata até que a massa solte do fundo do recipiente. Corte a massa em seis partes iguais. Em seguida, em uma bancada, enrole a massa em formato de tiras. Com o auxílio de uma espátula, corte-a em pedacinhos de 1cm formando as bolinhas de nhoque. Reserve. Em uma panela, coloque a água e o sal e deixe ferver. Quando levantar fervura, adicione as bolinhas de nhoque, aos poucos, até que elas fiquem na superfície. Com o auxílio de uma escumadeira, retire-as e coloque imediatamente dentro de um recipiente com água e gelo, para dar o choque térmico. Deixe descansar por mais ou menos dois minutos e escorra. Coloque um fio de óleo para a massa não grudar e reserve.

Para o molho:
Ingredientes:
70g de manteiga sem sal
50g de cebola picada
50g de farinha de farinha de trigo
Noz-moscada (a gosto)
300ml de leite
150ml de creme de leite fresco
1 xícara de vinho branco
6 unidades de aspargos verdes cozidos e cortados
300g de queijo brie cortado em cubos
Pacote de 5g de açafrão em pó

Modo de preparo:
Em uma panela, derreter a manteiga e adicionar a cebola. Deixar refogar, sem que ela doure. Em seguida, colocar a farinha de trigo e mexer por mais ou menos dois minutos (para a farinha cozinhar). Com o auxílio de um misturador fouet, adicionar o leite e o creme de leite fresco, aos poucos, para não empelotar. Adicionar o sal e a noz-moscada e deixar ferver em fogo brando, por 5 minutos. Em outra panela, de preferência antiaderente, derreter 20g de manteiga. Colocar os aspargos, o queijo brie e o açafrão. Por último, acrescentar o vinho branco e deixá-lo evaporar um pouco. Mexa bem. 

Montagem do prato:
Em uma panela, ferver cerca de 3l de água e jogar as bolinhas de nhoque lá dentro, rapidamente, até que elas absorvam o calor. Em seguida, coloque-as na panela do molho e sirva.
 fonte gnt 

Ocorreu um erro neste gadget