Saúde

Clique aqui para ver todos os posts com o tema de saúde, com opções naturais e ações interessantes para melhorar o seu dia-a-dia.

Receitas

Receitas de água na boca para todos os gostos: de vários lugares, doces e salgadas.

Notícias

Mantenham-se atualizados com as últimas notícias que estão rolando por Floripa e pelo mundo.

Curiosidades

Dicas e truques para fazer a vida um pouquinho mais fácil, e informações divertidas sobre todos os tipos de assunto.

Depoimentos

Opiniões e informações de todos os cantos da internet.

Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


sábado, 31 de maio de 2014

Tarteletes de chocolate e caramelo



Ingredientes:
Massa:
180 gr de farinha;
35 gr de cacau em pó;
2 gemas;
150 gr de manteiga sem sal;
70 gr de açúcar em pó;
1/2 c. (chá) de extracto de baunilha;
1 pitada de sal.

Molho de caramelo:
300 gr de açúcar;
90 ml de água;
90 gr de manteiga sem sal;
100 ml de natas frescas;
1 pitada de sal.

Ganache de chocolate:
150 gr de chocolate de culinária com 40% cacau;
150 ml de natas frescas
flor de sal q.b para decorar

Modo de preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte 8 formas de tarteletes e forre o fundo com papel vegetal. Comece por fazer a massa, peneirando a farinha com o cacau e reserve. Entretanto bata a manteiga amolecida com o açúcar em pó, adicione as gemas e a baunilha. Adicione a farinha com o cacau batendo bem. Leve a massa ao frigorífico cerca de 30 minutos. Corte duas folhas grandes de papel vegetal e coloque a massa entre as duas. Com um rolo da massa comece a esticá-la até ficar com uma espessura uniforme de cerca de 5 mm. Corte círculos de massa e coloque sobre cada uma das tarteletes, ajeitando-a e remendando-a com os dedos (é uma massa que se parte facilmente). Leve de novo ao frigorífico durante cerca de 30 minutos. Pique a massa com um garfo e leve a cozer durante cerca de 15 minutos. Deixe-as arrefecer e desenforme-as cuidadosamente. Prepare o molho de caramelo, levando ao lume o açúcar com a água e o sal. Deixe ferver até ganhar um tom dourado, sem queimar. Retire do lume e adicione a manteiga e as natas (cuidado pois a mistura entrará em ebulição novamente), mexendo bem. Deixe arrefecer um pouco e divida o molho por cada uma das tarteletes. Leve ao frigorífico durante, pelo menos, 1 hora para solidificar. Entretanto prepare a ganache - leve as natas ao lume até levantarem fervura e deposite-as sobre o chocolate partido em pequenos pedaços. Mexa bem e deixe arrefecer um pouco. Divida a ganache pelas tarteletes depositando-a, cuidadosamente, sobre o molho de caramelo. Leve cerca de 1hora ao frigorífico e na hora de servir decore com umas pedrinhas de flor de sal.

Ficha técnica:
prato: sobremesa;
nº de porções: 8;
tempo de preparação: 40min + 15min de cozedura + 3h de frigorífico;
dificuldade: média;
vegetariano: não;
apto para crianças: sim;
ingrediente principal: chocolate
http://flordobrownie.blogspot.pt/

LOMBO DE ATUM COM PANCETA E SALADA MORNA DE VEGETAIS


Lombo de atum com panceta e salada morna de vegetais

Ingredientes
Ingredientes:
4 postas de 200 g de lombo de atum
200 g de pancetta defumada fatiada
50 g de milho cozido
4 berinjelas baby
4 cenouras baby
50 g de ervilhas frescas
150 g de batatas
50 g de cebola roxa
50 g de cogumelos portobelo
50 ml de caldo de vitelo
20 g de manteiga
Sal e pimenta a gosto
Modo de preparo
Envolver o atum com a pancetta e reservar.
Branquear os legumes com exceção da cebola. Ou seja, ferva-os e em seguida dê um choque térmico na água com gelo.
Sateá-los na manteiga com a cebola.
Acertar sal e pimenta.
Acrescentar o caldo para que solte o fundo da panela.
Numa grelha ou frigideira, grelhar o atum por 2 minutos de cada lado, de modo que o centro fique morno e ainda bem rosado. 
Servir com os vegetais salteados.
Fonte
Chef Marcos Zabaleta da vinícola Terrazas, Mendoza, Argentina

Comer para prevenir e curar !



Em nossos pratos está um terço da boa saúde – outro terço fica por conta dos exercícios e mais um por conta da qualidade do nosso descanso. E o avanço da sociedade, com as mulheres trabalhando, pede que todo mundo se informe melhor sobre a alimentação.

A Nutrição Funcional é um ramo de conhecimento que nos conta quais os benefícios de cada alimento, como eles ajudam a manter a saúde em dia e prevenir doenças. Sim, é também a área de pesquisa responsável pelos hypes dietéticos: x faz bem, x faz mal…

Entretanto é este conhecimento que permite aos médicos indicar dietas específicas para prevenir envelhecimento, cardiopatias, diabetes, hipertensão, esclerose, entre outras doenças.

Para descobrir mais sobre esse delicioso mundo alimentar, conversamos com João César Castro Soares, endocrinologista, nutrólogo e médico associado da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo).

Há uma longa lista dos benefícios dos ingredientes que saem das gôndolas dos supermercados e feiras. Importante, no entanto, é saber: os pais são os responsáveis pelo paladar das crianças. O que eles comem, quanto comem e como é coisa para os adultos prestarem atenção. “A perda do hábito das refeições em família e o uso de alimentos industrializados por falta de tempo são os grandes responsáveis pelo aumento da obesidade infantil”, diz o Dr. João.

O conselho? Em vez de neurotizar a balança, arranje jeitos de fazer comida em casa. Vale tudo: colocar marido para cuidar disso, fazer os filhos participarem, trabalhar um pouco menos, contratar ajuda.

A razão, diz o Dr. João César, é que o cérebro só começa a liberar a dopamina, o hormônio da saciedade, 15 minutos depois que a gente se senta à mesa. Portanto, sentar-se, comer devagar e com atenção é fundamental para que o mecanismo de saciedade funcione como deve.

Abaixo alguns ingredientes que estão longe da mesa brasileira e só fariam bem à saúde de todos



Grãos integrais – cevada, aveia, centeio, farelo de trigo, arroz, trigo integral… todos estes alimentos oferecem fibras que ajudam a reduzir o colesterol ruim (reduzem em 10%, segundo o Dr. João), ajudam o intestino a funcionar e aumentam a imunidade do organismo. “E eles ajudam a ter saciedade, o que ajuda a perder peso ou não ganhar”, diz o médico.

Castanhas – nozes, castanha do Pará, amêndoas, castanha de caju… todas são ricas em antioxidantes e ativam o sistema imunológico. O ideal é consumir 3 ou 4 por dia.

Soja – Além de ser uma proteína de alto valor, o grão tem isoflavona, que alivia os sintomas da menopausa, é reconhecida por prevenir câncer.

Azeite de oliva – é uma gordura totalmente insaturada, que ajuda a diminuir o colesterol ruim e aumentar o bom (HDL). Também previne doenças degenerativas. O ideal são duas colheres de sopa por dia – e nunca leve ao fogo, principalmente o virgem, porque ele perderá suas qualidades.

Peixes marinhos – salmão, atum e sardinha, principalmente – são riquíssimos em ômega 3, que entre outros benefícios, diminui as dores da artrite.

Frutas vermelhas – amora, melancia, morango, tomate – os alimentos vermelhos têm licopeno, que previne de câncer mama e de próstata.

Alho e cebola – diminuem a pressão arterial, são imunossupressores e inibem a ação da h. Pilori, a bactéria que provoca úlcera gástrica.

Cenoura, abobora, mamão – Alimentos laranjas são ricos em betacaroteno, o precursor da vitamina A, que melhora a visão noturna.

Iogurtes e fermentados– são alimentos probióticos, que facilitam o funcionamento do intestino e aceleram a absorção de cálcio.

Leite desnatado – adultos devem sempre consumir o leite magro, que tem 15% mais cálcio que o integral.

Uva – a casca das uvas vermelhas impedem formação de placas de gordura. Consuma tudo – inclusive as sementes. Segundo o Dr. João, o copinho de vinho tinto também ajuda a melhorar a saúde do coração. Um copo, junto com as refeições.

Consumir as frutas com casca (ou comer o bagaço) – as cascas de maçãs, peras e ameixas, por exemplo, são ricas em vitaminas. No bagaço das laranjas e tangerinas, mais fibras.

Maçã – uma por dia, pode ajudar a combater o câncer

Frutas cítricas – laranja, limão, acerola, açaí – são ricas em vitamina C, que ajuda a reforçar o sistema imunológico. O açaí, avisa o Dr. João, também tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Evite o açaí doce, prefira a polpa.

Pimenta e gengibre – alimentos termogênicos, são afrodisíacos também, e ajudam a aumentar a circulação.
http://discoverymulher.uol.com.br/

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Torta gelada de chocolate com waffers


receita_110511

Ingredientes

- 1 lata de leite condensado
- 1 1/2 latas de leite
- 2 gemas peneiradas
- 1 colher de sopa de amido de milho
- 1 colher de sopa de margarina
- 200g de chocolate meio amargo
- 1 lata de creme de leite sem soro
- 3 claras batidas em neve
- 3 colheres de sopa de açúcar
- 2 caixas de biscoito waffer coberto com chocolate

Modo de Preparo

Creme branco:

01. Dissolva o amido de milho no leite
02. Misture o leite condensado;as gemas e a margarina, leve ao fogo mexendo sem parar até engrossar, aproximadamente 4 minutos depois que começar a ferver
03. Despeje o creme no refratário que será servido e deixe esfriar, reserve

Mousse de chocolate:

01. Derreta o chocolate e misture com o creme de leite e reserve
02. Bata as claras bem firme e junte o açúcar, junte as claras batidas ao chocolate misturando bem

Montagem:

01. Coloque no refratário o creme branco, sobre o creme os biscoitos waffer e por último a mousse de chocolate
02. Leve ao freezer por 2 horas e depois passe para a geladeira até a hora de servir
http://www.adeiltonmeira.com.br/

Receitas da Neka: Edifício de Salada!

FDQ11_Heloisa_EdificioDeSalada
Ingredientes
300 gramas de arroz negro
1 abacate maduro
1/2 de cebola roxa.
2 limões cravo
1 punhado de coentro
1,5 kg de mandioquinha
600 g de creme de leite
30 g de manteiga
Azeite de oliva para untar
3 xícaras de tomate cereja
12 gemas cozidas
1 maço de cebolinha francesa
Folhas de 3 ramos de coentro
8 pepinos japonês
12 claras cozidas
2 xícaras de folhas de manjericão
½ manga ralada
800 g de milho verde
400 g de cenoura ralada
1 repolho roxo
1 kg de beterraba crua
Vinagre de vinho tinto a gosto
Azeite de oliva a gosto
Preparo
*Arroz negro
Deixe o arroz negro imerso em água de um dia para o outro, para facilitar o cozimento. No dia seguinte, cozinhe em água e sal até que esteja al dente (o grão deve estar firme ao morder, mas não duro). Reserve.
*Guacamole
Retire a polpa do abacate, coloque em um bowl e amasse. Corte a cebola cubos, adicione ao abacate, o suco de limão e o coentro. Reserve.
*Purê de mandioquinha
Descasque a mandioquinha e cozinhe até que esteja macia. Reserve. Em uma panela, coloque o creme de leite e leve ao fogo, deixe ferver até que seu volume reduza pela metade. Bata no liquidificador a mandioquinha, a manteiga e o creme de leite. Para finalizar, passe o purê em uma peneira.
*Ovos cozidos
Cozinhe os ovos em água durante 7 minutos após a fervura. Separe a clara da gema e passe separadamente as claras e as gemas em uma peneira. Reserve.
*Pepino japonês
Passe o pepino em um fatiador (mandoline) ou corte em fatias finas. Reserve.
*Milho verde
Cozinhe o milho em uma panela e quando frio, debulhe. Reserve.
*Cenoura
Descasque e rale as cenouras. Reserve.
*Repolho roxo
Corte o repolho em fatias finas e coloque um fio de azeite. Reserve.
*Broto de lentilha
Coloque a lentilha em um bowl e cubra com água (mantenha por 10-12 horas). No dia seguinte, retire a água. Após aproximadamente mais doze horas, o grão da lentilha inicia a germinação (sua casca é rompida e surge um pequeno broto). Reserve.
*Beterraba
Descasque a beterraba e passe em um fatiador (mandoline) ou corte em fatias finas.
Montagem
Coloque um aro (untado com azeite) sobre um prato grande e monte a salada em camadas na seguinte ordem (pressione bem cada camada para que a salada mantenha sua forma após a retirada do aro):
1. Arroz negro
2. Tomate cereja
3. Gemas cozidas
4. Temperos: cebolinha francesa e coentro
5. Pepino japonês
6. Claras cozidas
7. Temperos: manjericão e cebolinha francesa
8. Manga ralada
9. Milho verde
10. Cenoura ralada
11. Guacamole
12. Repolho roxo
13. Broto de lentilha
Finalize com o purê de mandioquinha e a beterraba (temperada com o vinagre de vinho tinto e o azeite de oliva) na lateral do Edifício de Salada. Retire o aro.
Azeite temperado
1 litro de azeite extra virgem
200 ml de vinagre de vinho tinto
1 canela em pau
1 colher de sopa de urucum em pó
1 punhado de erva doce fresca
1 pimenta dedo de moça
5 pimentas biquinhos
1 punhado de folhas de manjericão
2 colheres de sopa de pesto de manjericão
*Vinagre de vinho tinto reduzido
Coloque o vinagre de vinho tinto em uma panela e leve ao fogo até que seu volume reduza pela metade.
*Pesto de manjericão
1 dente de alho
250 ml de azeite extra virgem
10 g de castanha-do-pará picadas
25g de folhas de manjericão
1 pitada de sal
Retire as folhas de manjericão e envolva em um pedaço de tule. Mergulhe em água fervente por dez segundos e depois mergulhar em água com gelo por um minuto. Elimine o excesso de água do manjericão, (esprema o tecido) e bata no liquidificador com os demais ingredientes.
Para a montagem, coloque em um prato grande e fundo o azeite e decore com o restante dos ingredientes.



É TEMPO DE PINHÃO!


O pinhão é uma semente da Araucária Angustifólia, pinheiro típico brasileiro que possui seus principais focos nos estados da Região Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande de Sul) e também no Sudeste em estados como São Paulo e Minas Gerais.

Uma Araucária pode chegar a 40 metros de altura e vive em média 200 a 300 anos, podendo chegar até os 500 anos de vida. Infelizmente, hoje em dia resta apenas 1% de toda a Floresta de Araucária original do Brasil, que foi substituída pelos pinheiros canadenses. Os Parques Nacionais “Aparados da Serra” e “Iguaçu” têm áreas destinadas à preservação da araucária, mas sua extensão não chega a 3.000 hectares..



O pinhão se forma dentro de uma pinha fechada que com o tempo se abre até liberar suas sementes. Nos meses de maio e junho as pinhas estouram ao sol do meio-dia, dilatando após a manhã fria. Com o estouro estes pinhões se espalham num raio de aproximadamente cinqüenta metros a partir da planta mãe, disseminando as sementes que podem alimentar animais terrestres além da famosa Gralha Azul, que consegue colher as sementes diretamente do pinheiro e depois de comer algumas enterra as restantes.


Comida típica das regiões mais frias do Brasil, o pinhão já foi uma das principais fontes de alimento dos povos indígenas que habitam estes locais.

Rica fonte de proteínas, a polpa do pinhão também contém muito ferro, cálcio, fósforo e vitaminas do complexo B e C. Confira as informações nutricionais correspondentes a 100g de pinhão cozido:
Calorias – 195,5 kcal
Proteínas – 3,94g
Cálcio – 35 mg
Ferro – 70 mg
Vitamina B1 – 1350 mg
Vitamina B5 – 4700 mg
Glicídios – 41,92 g
Lipídios – 1,34 g
Fósforo – 136 mg
Vitamina A – 3 mg
Vitamina B2 – 240 mg
Vitamina C – 13,9 mg

Símbolo do estado do Paraná e item essencial nas festas juninas, o pinhão pode ser preparado de muitas maneiras e está cada vez mais inserido em cardápios sofisticados. Seja assado na brasa, cozido ou compondo os tradicionais Entrevero e a Paçoca de Pinhão, nossa querida semente brasileira aquece os invernos mais rigorosos dos mais simples aos mais glamorosos.

Como cozinhar o pinhão? Siga as instruções para 1 kg de pinhões, 1 litro de água e 3 colheres de sopa de sal, na panela de pressão:

Lave muito bem os pinhões. Coloque em uma panela de pressão a água e o sal. Misture e acrescente os pinhões, tampe e leve ao fogo. Tão logo consiga pressão na panela, abaixe o fogo e cozinhe por 40 minutos. Desligue o fogo e aguarde abaixar a pressão da panela. Escorra os pinhões e sirva. 
http://www.oxfordporcelanas.com.br/

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Pão de Chia e Quinoa Sem Glúten



Geralmente, a doença celíaca se manifesta na infância, mas pode surgir em qualquer idade, inclusive na adulta. Veja como preparar uma deliciosa receita sem glúten
Ingredientes

2 colheres (sopa) de semente de chia integral
2 colheres (sopa) de quinoa em grãos
1 colher (sopa) de gergelim branco
2 colheres (chá) de açúcar mascavo
400ml de água morna
2 ovos
1 xícara (chá) de farinha de arroz
1 xícara (chá) de fécula de batata
1 xícara (chá) de farinha de soja
15g (1 tablete) de fermento biológico
1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem
Sal a gosto

Modo de Preparo

Em uma tigela misture o fermento e o Açúcar Mascavo Orgânico. Acrescente os ovos, o azeite, a semente de chia, a quinoa, o gergelim e misture muito bem. Adicione a farinha de arroz, a farinha de soja, a fécula de batata e o sal. Coloque água aos poucos para obter uma massa homogênea. Cubra a massa com um pano limpo e deixe descansar por 30 minutos. Coloque a massa em uma forma para pão untada com azeite e polvilhada com farinha de arroz e leve ao forno preaquecido a 180ºC por 25 a 30 minutos.
fonte http://revistavivasaude.uol.com.br/

Brownie com Pudim de Laranja


receita-2404-chef

INGREDIENTES

Brownie

- 240 g de chocolate negro (pelo menos 70 % de cacau)
- 100 g de manteiga sem sal
- 3 ovos
- 135 g de açúcar amarelo
- 55 g de farinha sem fermento
- cacau em pó para polvilhar



Para o pudim de laranja

- 6 ovos
- 250 g de açúcar
- 1 colher sobremesa de maisena
- 200 ml de sumo de laranja
- raspa de 1 laranja

MODO DE PREPARO

Etapa 1

01. Começar por preparar o brownie: aquecer o forno a 150 ºc.
02. Derreter o chocolate juntamente com a manteiga em banho-maria e deixar arrefecer.

Etapa 2

01. Colocar os ovos e o açúcar numa tigela e bater até ficar esbranquiçado e cremoso.
02. Acrescentar a farinha envolvendo suavemente
03. Finalmente envolver o chocolate derretido e misturar até ficar cremoso.

Etapa 3

01. Colocar a massa num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal e cozinhar durante 15 minutos.
02. O brownie deve crescer ligeiramente
03. Deixar arrefecer.

Etapa 4

01. Para o pudim de laranja: colocar os ovos numa tigela e juntar o açúcar, misturando sem bater.

Etapa 5

01. Misturar de seguida a raspa de laranja e o sumo onde previamente se dissolveu a maisena.
02. Colocar a massa num tabuleiro previamente untado e polvilhado com açúcar e levar a forno moderado cerca de 20 minutos.

Etapa 6

01. Retirar do forno e deixar arrefecer completamente.
02. Com a ajuda de um cortador de biscoitos, cortar duas rodelas de cada um dos bolos.
03. Dividir a a rodela de chocolate em dois e intercalar com a rodela de laranja.

Etapa 7

01. Polvilhar com cacau em pó
 Chef Adeilton Meira

Alimentos que você compra uma vez e replanta para sempre !


kitchn

Quando for usar a cebolinha, separe toda a parte branca e mais um pedacinho da parte verde. Coloque dentro de um copo com água, cobrindo cerca de 2,5 cm (a parte branca). Deixe num local ensolarado e dentro de poucos dias, terá cebolinhas novas para usar e não precisará mais comprar. Troque a água todos os dias. Se tiver um quintal, também poderá replantar e terá mais cebolinhas que qualquer Mônica poderia aguentar, até para dividir com amigos, vizinhos e família.


mangeriçao
Acho o mais saboroso e o mais cheiroso dos temperos. Separe mais ou menos três pares de hastes, corte-as com uns 10 a 15 cm, escolha as mais bonitas, retire as folhas da parte de baixo, também as flores, deixando apenas algumas folhas na parte superior. Coloque num copo de vidro com água até a metade e deixe num lugar ensolarado, trocando a água de dois em dois dias. Depois, quando as raízes estiverem com o tamanho de 2 cm  é hora de replantar num vaso médio, grande ou numa floreira, pois ele precisa de espaço e de sol. Assim terá manjericão por um ano sem problemas, para molhos pesto, pizzas marguerita e qualquer outro prato #delícia.
635247009934158391
Hortelã
Funciona da mesma forma que o manjericão. Depois precisa ser plantada também em um vaso maior e com furos em baixo, pois necessita de solo drenado e de muita água. Em nenhum momento a terra poderá ficar seca.
plantando hortela
Cenoura
Igual ao alho, vamos aproveitar as folhinhas. Também não precisa plantar, poderá usar as folhas para complementar sopas, saladas e até drinks de frutas, pois são muito nutritivas. Usará exatamente aquela parte da cabeça da cenoura que todos jogam fora. Assim como na imagem, o ideal é colocar várias numa vasilha com água pela metade, em 15 dias começam a brotar.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Gostaram das dicas !
fonte http://www.donadecasaatualizada.com/

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Creme de baunilha com Calda de Frutas Vermelhas e Crocante de MM’s

Chef14SobremesaCremosa
Ingredientes:
1 ½ xícara de sorvete de creme
½ xícara de leite
2 colheres de sopa de geleia de frutas vermelhas
1 punhado de confeitos de chocolate
Hortelã para decorar
Preparo:
Aqueça a geleia em uma panela com um pouco de água (02 colheres de sopa). Bata o sorvete e o leite no liquidificador, até que a consistência fique cremosa.
Coloque um pouco da calda no fundo de uma taça e complete com o creme de baunilha. Finalize com o confeito de chocolate e decore com hortelã.
discoverymulher

Cinnamon Roll !


Cinnamon roll

Rende 12 Cinnamon Rolls. Vamos a receita!
Ingredientes para a Massa: • 1 xícara de leite morno • 2 ovos • 1/3 de xícara de manteiga derretida • 4 1/2  xícaras de farinha • 1 colher de chá de sal • 1/2 xícara de açúcar • 2 1/2 colheres de chá de fermento ativo seco (ou 5 colheres de chá de fermento ativo fresco, aquele fermento para pão)
 Ingredientes para o Recheio: • 1 xícara de açúcar • 2 1/2 colheres de sopa de canela • 1/3 de xícara de manteiga amolecida
Modo de Preparo: 1) Em uma vasilha grande, dissolva o fermento no leite morno. Adicione açúcar, manteiga derretida, colher de sal, os ovos e a farinha e mexa bem. Numa superfície lisa e com farinha, amasse a massa em formato de uma bola. Coloque-a na vasilha novamente e deixe descansar por 1h ou até a massa crescer o dobro do seu tamanho. 2) Abra a massa em uma superfície lisa com farinha. Em outra vasilha, misture o açúcar mascavo e a canela. Espalhe a manteiga amolecida pela superfície da massa e cubra com a mistura de açúcar e canela. Role a massa criando um rocambole. Corte em pequenos rolinhos e coloque-os em uma forma untada.(ou faça como mostra a foto em formato de rosca) 3) Preaqueça o forno a  200º e asse por 15 minutos ou até ficar dourado.
fonte  -http://www.vogagourmet.com.br/cinnamon-rolls/#sthash.jZQsvbfF.dpuf

As melhores maneiras de reutilizar suas sobras de cozinha !



Refrigerante
Você pode fazer o molho barbecue com qualquer Coca-Cola ou Pepsi (ou semelhantes) que você tenha. O sabor e teor de açúcar dos refrigerantes escuros deixa molhos espessos e saborosos. Além disso, o açúcar carameliza também quando você o grelha. Depois de ferver o refrigerante com os outros ingredientes, você terá um molho barbecue picante e doce que vai durar vários meses na geladeira.
Se você tem restos de Sprite ou alguma outra marca de refrigerante sabor limão, você pode usá-los para evitar que frutas escureçam. Na maioria das vezes, as pessoas usam suco de limão, mas é possível usar bebidas cítricas. Basta mergulhar as frutas cortadas no refrigerante para manter o frescor, o que pode ser útil quando você está preparando uma salada de frutas. No entanto, tenha em mente que o uso do refrigerante irá aumentar o teor de açúcar do seu fruto, se comparado ao suco de limão.
Se você não estiver interessado em fazer molho de churrasco, você pode usar seus restos de Coca-Cola para limpar o vaso sanitário. Despeje um pouco no seu vaso sanitário e deixe agir por uma hora – você pode fazer isso de um dia para o outro, se preferir. Os ácidos na bebida sabor cola vão ajudar a tirar as manchas e outros resíduos para que você possa esfregar tudo com mais facilidade.
4 alimentos extremamente saudáveis que você provavelmente nunca experimentou

Você ainda pode usar bebidas carbonatadas no jardim. Pegue essas bebidas de limão aromatizadas e adicione um pouco ao seu regador antes de molhar as flores. O ácido cítrico e o açúcar do refrigerante darão às suas flores um impulso de crescimento. Você pode fazer o mesmo com restos de refri de gengibre para que suas plantas cresçam mais rápido e mais saudáveis. As bebidas de gengibre têm fosfato e outros nutrientes que ajudam a enriquecer o solo do seu jardim.
Champagne e vinho
Você pode fazer vinagre com restos de vinho, champanhe ou espumante. Basta pegar qualquer um deles e despejar em uma jarra de vidro. Em seguida, cubra seu frasco com algumas camadas de gaze para evitar que poeira ou insetos caiam na bebida. Guarde a jarra em um lugar fresco e escuro por alguns meses e a confira periodicamente para ver quando se transformará em vinagre. Uma vez pronto, basta guardar o seu vinagre em uma garrafa com uma rolha. Você também pode usar o resto de vinho em um molho de salada.
Fora isso, para aproveitar o inverno que vem por aí, você ainda pode misturar o vinho restante com algumas especiarias e fazer o bom e velho quentão (bebida é conhecida como vinho quente). Em último caso, se você só tem um restinho de vinho na garrafa, vale tentar deixá-lo perto da sua fruteira. Em vez de fazer a festa nas suas frutas, moscas e insetos serão atraídos para o açúcar no vinho e ficarão presos na garrafa.
Cerveja e bebidas alcoólicas
Você pode usar sobras de cerveja para cozinhar de algumas maneiras diferentes. A cerveja é um ótimo ingrediente para a massa de petiscos fritos (como anéis de cebola). O dióxido de carbono e o álcool na cerveja ajudam criar uma massa que é crocante e saborosa. Você também pode usar cerveja para marinar a carne antes de grelhar. Não só este ingrediente especial vai amaciar a carne e deixá-la com um sabor delicioso, como é possível que a sua carne também fique mais saudável.
Deixando a culinária um pouco de lado, se você tem potes e panelas enferrujadas, você pode usar sobras de cerveja para limpá-las. A acidez da cerveja ajuda a quebrar a ferrugem, então tudo que você tem a fazer é deixá-las de molho por um tempo e, em seguida, limpá-las.
Tem um monte de garrafas quase vazias de bebidas alcoólicas? Faça alguns licores caseiros. Não é necessário destilar e é fácil de fazer. Tudo que você precisa é uma base de álcool e uma mistura de açúcar, frutas, legumes, ervas e especiarias. Com um pouco de tempo, tudo vai se misturar, fazendo uma bebida saborosa.
9 Idéias bacanas para reutilizar tecnologias antigas
Se você tiver um pouco de vodka sobrando e não quiser bebê-la, pode usá-la como desinfetante. Ou, se você não tem absolutamente nenhuma ideia do que fazer com o que você tem, dê uma olhada em aplicativos especializados. Muitas vezes, eles te dão a opção de selecionar as receitas pelos ingredientes que você tem.
Café
Se você fez um grande bule de café e tem muito sobrando, não se desespere. Se você fizer um bolo, pode usar o café em vez de água na massa. Isto funciona especialmente bem com bolo de chocolate e você também pode fazer isso quando assar brownies, dando um pouco mais de sabor. Você também pode combinar restos de café com leite, creme de leite, ovos e açúcar para fazer um sorvete de café caseiro.
Seus restos de café também têm muitos usos fora da cozinha. Pegue um cotonete, mergulhe-o na borra do café e, em seguida, aplique nas marcas de uso dos seus móveis de madeira. Isso vai ajudar a esconder arranhões e riscos. Você também pode, eventualmente, regar plantas que gostem de solo ácido (como tomates) com café frio ou usá-lo na compostagem para que a mistura fique mais fertilizante.
Sobras de comida

Toneladas de restos de comida vão para o lixo todos os dias. Aqui estão algumas maneiras mais inteligentes para que você use alguns dos alimentos parados na sua cozinha.
Pão
Quando seu pão começa a ficar velho, você não precisa jogá-lo fora. Você pode revigorar essas fatias pela manhã, fazendo algumas rabanadas. A umidade da massa e o calor combinam para dar sabor e suavizar o seu pão. De maneira semelhante, você pode combinar os pedaços de pão velhos que sobraram e fazer pudim de pão caseiro.
Ao invés de usar a umidade para revigorar seus pães, outra maneira de “reciclá-lo” é removendo o restante de umidade que há nele. Corte o seu pão amanhecido em cubos e faça croutons crocantes para saladas ou, com pedaços maiores, para usar como acompanhamento na sopa.
Queijo
Se você tem restos de uma noite de queijos e vinhos ou apenas um monte de queijos endurecendo na sua geladeira, é possível salvá-los. Você pode combinar todos os queijos que você tem e fazer o famoso macarrão com queijo americano. Não importa o quão duro o queijo está, quando você gratina a massa, ele derrete e os sabores combinam.
Você também pode fazer um patê francês de queijo chamado Fromage Fort. Basta combinar seus queijos velhos com um pouco de vinho branco, manteiga e algumas ervas. É ideal para ser servido com biscoitos ou torradas. Não se esqueça de suas sobras de parmesão, que podem ser acrescentadas a sopas. Caso nada disso te agrade, você pode simplesmente pegar todo o queijo que você encontrar, derretê-lo e transformar tudo em um delicioso fondue, seja do estilo econômico ou suíço.
Carnes e aves
Você pode usar restos de carne de um monte de maneiras diferentes, mas o que acontece com os pedaços que você não quer comer? Se você já devorou a maior parte de um frango, use o que sobrou da carcaça para fazer um caldo de galinha. Cozinhe a carcaça de frango com alguns vegetais e você tem um ingrediente clássico que pode ser usado em uma enorme quantidade de receitas – numa versão caseira e com muito menos sódio do que você encontra no mercado. O mesmo acontece com os restos de carne bovina ou suína.


Se você deixar seu bife esquecido na geladeira por muito tempo, ele vai começar a ficar muito duro e lentamente metamorfosear em carne seca. Você pode revitalizar e amaciar a carne, fazendo ensopado. O cozimento lento amacia a carne e a deixa suculenta novamente.
Longe do fogão, você também pode pegar os ossos de galinha que sobraram e fazer adubo para o seu jardim. Farinha de osso é rica em nitrogênio e pode nutrir o solo sem a necessidade de produtos químicos sintéticos. Apenas certifique-se de quebrar os ossos em pedaços menores primeiro e que seu cachorro ou gato de estimação não chegue perto da área.
Sorvete e doces
Se você tiver um pouco de sorvete de sobra, você pode fazer deliciosos muffins apenas adicionando um pouco de farinha com fermento – a proporção deve ser de duas medidas de sorvete para uma medida da mistura de farinha com fermento. Se você tem uma variedade de sobras de doces, como confeitos de chocolate e balas de goma, misture algumas nozes e passas e faça um aperitivo diferente. Se você tem algumas balas sobrando, você pode usá-los para fazer vodka com sabor. Tudo que você tem a fazer é deixar os doces de molho na vodka e vai acordar para encontrar uma bebida doce de primeira.
Cascas de frutas e vegetais
Se você espremer seus próprios sucos, você pode tirar a polpa que fica na peneira ou no espremedor e misturá-la com água, canela e gengibre para fazer chá de frutas. Jogue tudo em uma panela e deixe ferver. Em seguida, coe a polpa e outros pedacinhos para ter um chá saudável e saboroso. Ou pegue a sua polpa e transforme num bolo saboroso e diferente.
Casca de frutas cítricas ainda podem ser usadas para dar um sabor adicional a ensopados e molho de tomate. Coloque-as no forno a uma temperatura média, em torno de 200 graus, e fique de olho nelas até que sequem completamente. Em seguida, acrescente os pedaços secos em um molho fervendo para que o sabor cítrico o transforme.
Depois de ter picado um monte de legumes para uma refeição, você pode pegar os pedaços restantes, cozinhá-los juntos e obter um caldo de legumes no mesmo estilo daquele de frango que já citamos. Você também pode pegar os restos de vários legumes e facilmente regenerá-los usando nada além de água. Você pode “ressucitar” alface, cebolinha, alho, erva-doce e alho-poró com muito pouco cuidado necessário.
Se você acabar com um pote de picles (nossos velhos conhecidos, os peninos em conserva), você pode usar a água restante para marinar carnes e aves. Ela irá adicionar um novo sabor. Ou você pode usar esse “suco de picles” para fazer um drink nem um pouco convencional chamado pickleback. É só tomar uma dose de uísque e depois fazer o mesmo com a água do pepino em conserva. Hipsters ao redor do mundo juram que os sabores combinam surpreendentemente bem.
Ainda que estejamos vivendo em uma cultura do descartável, isso não significa que não possamos nos esforçar para reciclar e reutilizar. Além de divertido, você pode economizar um pouco de dinheiro. [Life Hacker]
http://hypescience.com/

terça-feira, 27 de maio de 2014

Ônibus não vão circular nesta quarta-feira em Florianópolis



Programe-se: os ônibus do transporte coletivo não vão circular nesta quarta-feira, em Florianópolis. A decisão foi tomada por unanimidade na noite desta terça-feira em uma assembleia do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano, Rodoviário, Turismo, Fretamento e Escolar de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis (Sintraturb). A paralisação já vai começar a partir da meia-noite desta quarta. Integrantes do Sintraturb vão até as garagens das empresas durante a madrugada para impedir que os ônibus saiam. Como alternativa, a prefeitura vai disponibilizar 200 vans para o transporte dos passageiros.



Durante a manhã, a mobilização vai se concentrar no Centro e pode ir até a frente da casa do prefeito César Souza Junior. A principal motivação para a paralisação notransporte público é a redução no número de cobradores dos ônibus com a implantação do novo edital do transporte coletivo. A redução de 350 profissionais estaria atrelada a uma proposta de reajuste salarial feita pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Florianópolis (Setuf) ao Sintraturb. 

Segundo o Setuf, entretanto, o corte de funcionários ocorreria somente com a não reposição de vagas de demissão (solicitadas ou feitas em acordo com a empresa) e com a promoção de cobradores para motoristas. O prefeito Cesar Souza Junior chegou até aassinar um decreto garantindo que não haverá demissões dos funcionários do transporte coletivo.
http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2014/05/onibus-nao-vao-circular-nesta-quarta-feira-em-florianopolis-4511552.html

TORTA DE PASTEL DE BELÉM


 foto:

10 porções

350 g de açúcar
1 litro de creme de leite
4 colheres (chá) de amido de milho
16 gemas
Essência de baunilha e massa folhada a gosto

1 Separe as gemas, coloque em uma vasilha e bata com um garfo. 2 Dissolva o amido de milho com um pouco de água e acrescente a essência de baunilha. 3 Leve o creme de leite com o açúcar para ferver e, quando levantar fervura, acrescente as gemas já batidas, e o amido de milho dissolvido com a essência de baunilha. 4 Mexa bastante e coloque a panela em uma vasilha com água e gelo, para resfriar. 5 Abra a massa folhada, coloque em uma forma, acrescente o creme frio e asse no forno por 40 minutos. 6 Deixe esfriar e leve para a geladeira. Sirva resfriada.

Receita de Hildileni Lopes - See more at: http://prazeresdamesa.uol.com.br

RISOTO DE ASPARGOS, BRIE E AMÊNDOAS


Risoto de aspargos, brie e amêndoas

Ingredientes
100 g de arroz carnaroli
30 g de cebola picada em brunoise (dadinhos)
50 ml de vinho branco seco
650 ml de caldo de vegetais
50 g de queijo brie
30 g de queijo parmesão
30 g de manteiga sem sal
25 g de amêndoas laminadas tostadas
10 ml de azeite extravirgem
2 aspargos verdes e frescos
Sal e pimenta a gosto
Modo de preparo
Suar a cebola no azeite e adicionar o arroz.
Colocar o vinho branco e esperar evaporar.
Acrescentar ¼ de caldo de vegetais e deixar reduzir.
Acrescentar o restante do caldo lentamente.
Aferventar os aspargos até eles ficarem macios. Laminá-los e acrescentá-los ao risoto.
Juntar o brie, o parmesão, a manteiga e mexer bem para dar cremosidade.
Desligar o fogo e finalizar com as amêndoas.
Fonte
Chef Pedro Vita, Brado Restaurante, São Paulo – SP

segunda-feira, 26 de maio de 2014

MAÇÃ ASSADA COM RECHEIO DE NOZES COM CREME INGLÊS SEM AÇÚCAR



INGREDIENTES

Para o creme inglês:
1 litro de leite desnatado
2 colheres de sopa de especiarias (pau de canela, cravo, sementes de cardamomo cortadas ao meio, anis estrelado)
1 embalagem de Pudim diet Sabor Baunilha (25 g)

Para as maçãs:
4 maçãs Fuji  (580 g)
8 colheres de chá de manteiga (margarina light, se preferir)
8 colheres de chá de adoçante culinário
16 uvas passas brancas picadas
16 nozes picadas
Canela em pó para polvilhar


MODO DE FAZER

Creme Inglês
Ferva o leite com as especiarias, desligue o fogo e deixe a panela tampada por 15 minutos para que o leite absorva os aromas.
Coe e misture ao leite o conteúdo da embalagem do pudim.
Cozinhe em fogo médio, mexendo sempre, até engrossar. Deixe esfriar. Reserve.
Maçãs

Lave bem as maçãs.
Tire a "tampa" de cada uma delas e reserve.
Retire o centro de cada maçã, eliminando talos e caroços.
Corte a parte inferior da maçã de forma a deixá-la reta e facilitar a montagem no prato depois.
Misture o adoçante culinário com a manteiga (ou margarina diet) e pincele fartamente a parte interna de cada maçã com a mistura.
Coloque sobre cada maçã a sua respectiva tampa, envolva cada  uma delas em papel-alumínio e  e arrume-as em uma assadeira.
Asse em forno pré-aquecido a 180°C, por cerca de 50 minutos, ou até que as maçãs fiquem transparentes e macias.
Retire o papel-alumínio e arrume as maçãs em pratos de sobremesa ou cumbucas.
Ao servir, regue com o creme inglês (morno ou frio) e decore com as uvas e as nozes. Polvilhe canela por cima e sirva em seguida.

TORTA JAMAICANA

INGREDIENTES

Mousse de Chocolate
1/2 litro de creme de leite fresco
750 g de chocolate meio amargo
50 g de chocolate em pó

Mousse de Coco
400 ml de leite de coco
400 g de chantilly
200 g de coco fresco ralado
açúcar a gosto
10 g de gelatina sem sabor em pó

Pasta de Uvas Passas
100 g de uvas passas maceradas durante 1 dia em rum
100 g de chocolate meio amargo derretido


MODO DE FAZER

Mousse de Chocolate
  • Ferver o creme de leite e juntar o chocolate. Esfriar.
  • Acrescentar o chocolate em pó e esfriar.  
  • Levar à geladeira por 2 horas.
Mousse de Coco
  • Misturar o leite de coco com o coco ralado.
  • Dissolver a gelatina em 50ml de água, em banho-maria.
  • Juntar a mistura de coco, o chantilly e adoçar a gosto.
  • Levar à geladeira por 2 horas.
Pasta de Uvas Passas
  • Retirar o excesso de rum e bater as uvas passas no mixer.
  • Misturar com o chocolate e acrescentar o rum em que foi macerado.
MONTAGEM
  • Em aros individuais ou num de 28cm, colocar uma camada de mousse de chocolate.
  • Sobre esta, a pasta de uvas e, por fim, a mousse de coco.
  • Para decorar, siga o modelo da foto.


Dica: É melhor fazer primeiro a mousse de chocolate e depois a de coco.
Chef Christophe Besse

Fatos marcantes até os meus 15 anos – 1945 de Paulo Konder Bornhausen


Fatos marcantes até os meus 15 anos – 1945
                                         Paulo Konder Bornhausen

         É evidente que não irei descrever sobre assuntos pessoais da minha infância, vou contar-lhes apenas fatos que vi e convivi até os meus quinze anos de idade, que tem relevância ou curiosidade para a maioria dos meus amigos, que provavelmente não haviam sequer nascido. Não se trata de “passadismo” inconseqüente, mas de fatos passados que são patrimônio marcante da minha memória, que devo preservar e resolvi revelar-los.
         Vou enumerá-los, sem preocupação de ordem cronológica:
        
         Viagem no Navio Carl Hoepcke
         Viagem feita no navio Carl Hoepcke de Itajaí ao Rio de Janeiro. Uma aventura de cinco dias (estava acompanhado do Sr. Nestor Scheifler, sócio de meu pai numa empresa de despachos aduaneiros; a Bornhausen & Cia e do meu primo, o ex Governador Dr. Antonio Carlos Konder Reis, que tinha dezesseis anos) Esta epopéia se iniciou em Itajaí com paradas para abastecer e pegar novos passageiros em São Francisco, Paranaguá, Santos, Angra dos Reis, sucessivamente, antes de chegar ao Porto da Praça Mauá no Rio de Janeiro. Eu e o Antonio Carlos, chegamos em estado precário de tanto que enjoamos a bordo.
         Zepelim
         Assisti a passagem, pelos céus de Itajaí no jardim do Solar dos Konder, do primeiro ZeppelimHindenburg, a mais nova descoberta naquele momento, no setor de aviação que se supunha viesse concorrer com os aviões pequenos e hidroaviões.
        
         Patinação no Gelo
         Tive o prazer de ver uma novidade no país, a primeira pista de gelo artificial do Brasil, no Cassino da Urca, onde com meus pais, assistimos o show da maior patinadora do mundo na época, Sonja Heine. Um espetáculo inesquecível.
         Desastre Aéreo
         Tive a infelicidade, por enorme coincidência, assistir um dos maiores desastres da aviação brasileira. No percurso da Avenida Luis Alves, que contorna o Bairro da Urca, tinha saído para caminhar com a minha prima Iolanda Fleischmann Mendonça, avenida esta cercada por um muro de um metro de altura chamado de “Muro dos Namorados”, escorado por um molhe de pedras nas quais pescava goiás, chamados no Rio, de Guaiamus. Logo que chegamos, vimos levantar vôo no Aéro-Club do Rio, próximo a Sede Social do Iate Club, na Praia Vermelha, um Cessna monomotor. Acompanhávamos o seu vôo, no momento em que chegava um Constellation da Panair do Brasil, em preparativos para aterrissar no Aeroporto de Santos Dumont. Vimos o Cessna (Teco-Teco) se aproximar da Aeronave, e ainda comentei com Iolanda (conhecida por Landi); “Landi, eles acabam se chocando.” Não passou de um minuto, e deu-se o choque, com a queda dos dois aviões em destroços em plena Baía Guanabara. Sem sobreviventes. Ficamos mudos, aterrorizados.
         Bairro da Urca
         Um bairro de menos de 300 residências, inclusive uns cinco prédios de quatro andares, que era o gabarito permitido. Lá morei 21 anos (Otávio Correio, nº 289) fui vizinho de pessoas que vocês já ouviram falar e com elas tinha contatos variados. No meio artístico, por causa da proximidade do Cassino da Urca; Carmem Miranda (primeira atriz brasileira a ingressar em Hollywood), as irmãs cantoras, Aurora e Marília Miranda, o nosso famoso Grande Otelo, a dupla sertaneja Alvarenga e Ranchinho, John Herbert e Eva Wilma (eram casados) Jardel Filho, Dalva Oliveira e Herivelto Martins, artistas de cinema, de teatro e mais tarde da TV. O Nelson Gonçalves, que conheci como boxer peso pena e depois foi um grande cantor, iria se tornar meu particular amigo. O Seresteiro Silvio Caldas, que quando universitário, foi meu companheiro de boemia. Entre gente famosa, o Ministro Waldemar Falcão, Ministro de Educação do Getúlio, o Dr. Aramys de Athayde que viria ser Ministro da Saúde, na queda da Ditadura, no Governo Café Filho, o político e industrial catarinense Alvaro Catão, o jornalista, mais tarde Deputado, Amaral Neto, o também famoso jornalista Helio Fernandes da “Tribuna Imprensa”, jornal mais virulento da oposição a Ditadura Getulista. O sr. Pedro Ragio (sócio de Antonio Joaquim Peixoto de Castro) a época concessionário da Loteria Federal. O famoso Juiz de futebol Mário Viana, o grande jogador de basket Evora do Flamengo, os jogadores de futebol do Botafogo, os irmãos Paulo e Digo Tovar, Otávio e Carvalho Leite, e uma lista cansativa de outros nomes, de que de uma forma ou de outra fazem parte da nossa história.
         Barra da Tijuca
         Era um deserto com apenas casas de pescadores e algumas poucas casas de alvenaria. Saía para pescar siri com um vizinho, médico do Corpo de Bombeiros, Dr. Leão e para chegar lá, depois da estrada do Joá, tínhamos que atravessar de balsa. Hoje a Barra da Tijuca é uma verdadeira cidade, que os cariocas sempre jocosos chamam de “nossa Dubai”.
         Carlos Lacerda
         Meu primeiro contato com Carlos Lacerda foi, em uma palestra no Colégio Santo Inácio, no qual estudava. Foi tão brilhante e de uma oratória incomum, que levou a me apresentar para cumprimentá-lo. Mais tarde, se tornou meu ídolo político, do qual viria em 1947, participar da sua campanha a Vereador. Tornou-se meu grande amigo e companheiro e o considero o Ruy Barbosa da Nova República. Rompi meu relacionamento, quando formou a “Frente Ampla” com o Juscelino e o Jango.
         Forças Expedicionárias Brasileiras
         Um fato que muito me marcou foi minha ida ao Cais Porto, na Praça de Mauá, à chegada das Forças Expedicionárias Brasileiras que participaram da 2º Guerra Mundial e que teve a acolhida de milhares de brasileiros, sob intensa vibração e fizeram um desfile emocionante. Por coincidência, na semana posterior, o Jockey Club Brasileiro em sua homenagem incluiu na sua programação semanal, o Grande Prêmio Forças Expedicionárias Brasileiras, que foi ganho por um cavalo, de propriedade de meu pai Irineu Bornhausen. O cavalo chamava-se Piccadily (filho de Picapleitos e Marble) criado pelo gaucho Breno Caldas (Dono do Correio do Povo e do Haras Arado). Foi pilotado pelo jóquei chileno Augustin Guttierres e o tratador era o também gaucho Alexandre Correa. Eu já entendia de tudo do Turf, pois meu pai me levara ao Hipódromo, pela primeira vez, aos oito anos.
         Ditador Getúlio Vargas
         Presenciei os indícios da queda da Ditadura Vargas. Era praxe no dia 7 de Setembro, o Presidente da Republica desfilar de carro aberto na pista de grama do Hipódromo da Gávea, para assistir o Grande Prêmio em sua homenagem. Estava no Hipódromo com meu pai, ansioso pela entrada do Ditador. Naquele tempo, o Turf atraia multidões, pois a não ser a Loteria Federal, não haviam outras espécies de jogos legais no país, fora os Cassinos da Urca e o Atlântico. As quatro Tribunas, Popular, Especial, Social e dos Profissionais se encontravam superlotadas. Quando o carro aberto adentrou na pista de grama e iniciou a caminhada, já no começo da Tribuna Popular iniciou-se uma vaia que foi se tornando “estrondosa” até o desembarque na Tribuna Social. Quando Getulio subia as escadarias, para ascender a Tribuna de Honra, o tumulto foi generalizado. Cercado pelo chefe de seus “capangas”, o negro Gregório, conseguiu chegar a Tribuna de Honra e no que apareceu abanando para a multidão, as vaias chegaram a tal ponto que ele não pode assistir o Grande Prêmio em sua homenagem e retirou-se pela porta de entrada da Tribuna Social debaixo de apupos e gritaria generalizados. Era o sinal da queda da Ditadura. O que por certo acontecerá se a Presidente Dilma tiver a coragem de assistir a inauguração da Copa do Mundo.
    
     Seriam muitos outros episódios, e o conhecimento de muita gente e fatos históricos que poderia enumerá-los, se não fossem exaustivos e por isso fiz uma seleção, uma síntese de acontecimentos notórios, dos meus primeiros quinze anos, que a minha velha memória me permitiu.
     Depois disto, estou vivendo há mais 70 anos. Então, imaginem o que vivi, assisti e convivi neste longo tempo de existência, sobre os quais escrevi quatro livros “Retrato Político de Uma Época” (1947 a 1960) e “Retrato Político de Uma Época” (1960 a 1982), “Pesquisas e Arquivos Políticos do PKB” e “Banco do Brasil dos Meus Tempos” que trazem uma pequena parcela destes meus outros setenta anos, que com graça a benesse Divina vivo. Apesar disso, diante dos acontecimentos do Brasil e do Mundo nos dias de hoje, estou convencido que na realidade, acredito que vou morrer e “não vi nada, absolutamente nada”.

Ocorreu um erro neste gadget