Saúde

Clique aqui para ver todos os posts com o tema de saúde, com opções naturais e ações interessantes para melhorar o seu dia-a-dia.

Receitas

Receitas de água na boca para todos os gostos: de vários lugares, doces e salgadas.

Notícias

Mantenham-se atualizados com as últimas notícias que estão rolando por Floripa e pelo mundo.

Curiosidades

Dicas e truques para fazer a vida um pouquinho mais fácil, e informações divertidas sobre todos os tipos de assunto.

Depoimentos

Opiniões e informações de todos os cantos da internet.

Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Como fazer frango xadrez: Olivier Anquier ensina o prato direto da China



Como fazer o frango:
Ingredientes:
500g de filé de peito de frango cortados em cubos pequenos
2 colheres (sopa) molho de soja light
2 colheres (sopa) molho de soja escuro (opcional)
1 colher (sopa) azeite
1 colher (café) amido de milho
4 dentes de alho picados
1 colher (sopa) gengibre picado (sem casca)
2 pimentas dedo-de-moça picadas (sem sementes)
100g amendoim (sem sal e sem casca)
1 colher (sopa) de óleo de gergelim
Pimenta-do-reino

Modo de preparo:
Em um potinho pequeno, misture os cubos de frango com o molho de soja, o azeite e o amido de milho. Deixe marinar por 30 minutos. Em seguida, coloque mais uma colher (sopa) de azeite no frango e frite mexendo bem para que os cubinhos fiquem soltos. Reserve os cubos de frango e, na mesma frigideira, frite o alho, o gengibre e a pimenta picados. Coloque novamente o frango, o molho e a pimenta-do-reino a gosto e deixe fritar mais um pouco. Desligue a frigideira e acrescente o amendoim e o óleo de gergelim. Misture bem.



Como fazer o molho xadrez:
Ingredientes:
2 colheres de (sopa) açúcar cristal 
2 colheres de (sopa) molho de soja
2 colheres de (sopa) vinho de arroz
1 colher de (café) amido de milho
1 xícara (café) de água filtrada

Modo de preparo:
Em um pote pequeno, misture o açúcar, o molho de soja, o vinho, a água e o amido de milho até ficar homogêneo.
fonte Este conteúdo faz parte de Diário do Olivier.

domingo, 29 de setembro de 2013

Panelinha de Bacalhau Cremoso


Foto: O segredo deste purê de bacalhau é cozinhá-lo no leite até ficar macio. Ele ainda vai ao forno com uma bela gema de ovo caipira. Receita do restaurante Carmen di Granato.

Panelinha de Bacalhau Cremoso
Rende 4 porções
Ingredientes
1 kg de bacalhau já dessalgado
1 litro de leite
1 kg de batatas grandes
200 gramas de cebola branca
10 gramas de alho cru
100 gramas de azeitona portuguesa sem caroço
Azeite extra virgem a gosto
3 unidades de folha de louro
noz moscada à gosto
pimenta do reino branca à gosto
sal à gosto
1 gema de ovo caipira

Como fazer
Cozinhar o bacalhau no leite. Assim que levantar fervura deixe cozinhar por mais 2 minutos. Retire do fogo e deixe-o repousar no leite por 30 minutos. Retire do leite, esprema e reserve. Use o leite para cozinhar as batatas já descascadas. Quando estiverem cozidas tempere com sal, noz moscada e pimenta. Junte um fio de azeite e amasse até virar um purê. Se ficar muito granuloso, use uma peneira para passar o purê sobre as tramas até ficar bem fino.

Em uma frigideira anti-aderente coloque um fio de azeite e doure as cebolas já picadas e o alho amassado. Desfie o bacalhau, tirando a pele e as espinhas  e junte a frigideira. Acrescente algumas colheres do purê de batata e um pouco do leite onde cozinhou o bacalhau e as batatas. Junte as azeitonas e pouco a pouco adicione o azeite. Esmague o bacalhau e misture energicamente com a colher de pau até formar um creme (a quantidade de azeite e de leite adicionado depende da consistência do bacalhau). Tempere com sal e pimenta a gosto.

Para servir, divida o purê de bacalhau em 4 recipientes fundos, formando um ninho no centro. Coloque uma gema de ovo caipira no centro de cada um e cubra com outra camada de purê. Regue com azeite e leve ao forno por 4 minutos (a gema deve ficar cremosa e nunca dura). Sirva imediatamente.

Panelinha de Bacalhau Cremoso
Rende 4 porções
Ingredientes
1 kg de bacalhau já dessalgado
1 litro de leite
1 kg de batatas grandes
200 gramas de cebola branca
10 gramas de alho cru
100 gramas de azeitona portuguesa sem caroço
Azeite extra virgem a gosto
3 unidades de folha de louro
noz moscada à gosto
pimenta do reino branca à gosto
sal à gosto
1 gema de ovo caipira

Como fazer
Cozinhar o bacalhau no leite. Assim que levantar fervura deixe cozinhar por mais 2 minutos. Retire do fogo e deixe-o repousar no leite por 30 minutos. Retire do leite, esprema e reserve. Use o leite para cozinhar as batatas já descascadas. Quando estiverem cozidas tempere com sal, noz moscada e pimenta. Junte um fio de azeite e amasse até virar um purê. Se ficar muito granuloso, use uma peneira para passar o purê sobre as tramas até ficar bem fino.

Em uma frigideira anti-aderente coloque um fio de azeite e doure as cebolas já picadas e o alho amassado. Desfie o bacalhau, tirando a pele e as espinhas e junte a frigideira. Acrescente algumas colheres do purê de batata e um pouco do leite onde cozinhou o bacalhau e as batatas. Junte as azeitonas e pouco a pouco adicione o azeite. Esmague o bacalhau e misture energicamente com a colher de pau até formar um creme (a quantidade de azeite e de leite adicionado depende da consistência do bacalhau). Tempere com sal e pimenta a gosto.

Para servir, divida o purê de bacalhau em 4 recipientes fundos, formando um ninho no centro. Coloque uma gema de ovo caipira no centro de cada um e cubra com outra camada de purê. Regue com azeite e leve ao forno por 4 minutos (a gema deve ficar cremosa e nunca dura). Sirva imediatamente.

A supersaudável batata yacon


batata-yacon-benefícios

Devido à aparência muito semelhante à batata-doce, a batata yacon pode passar desapercebida pela maioria nos supermercados. Mas trata-se de um alimento completamente diferente, muito saudável e um aliado para quem quer emagrecer.

Ao contrário de qualquer outra espécie de batata, ela não deve ser frita ou cozida, mas ingerida crua. Seu sabor lembra o de frutas como a pera e o melão.

Originária da Cordilheira dos Andes e consumida pelos incas há milhares de anos, a batata yacon é um alimento funcional. Também conhecida como batata diet ou batata do diabético, ela tem como principal carboidrato os frutooligossacarídeos e a inulina, que evitam picos de açúcar no sangue. O que é benéfico para o controle da glicemia em pacientes com diabetes do tipo 2 e um aliado para quem quer emagrecer.

Quando consumimos carboidratos simples, o nível de açúcar no sangue aumenta (glicemia) e o que não é consumido acaba sendo armazenado na forma de gordura. Em dietas de emagrecimento, a  batata yacon é indicada também por ajudar na sensação de saciedade.

Outros benefícios da batata yacon

Devido à grande quantidade de inulina, ela estimula o desenvolvimento de bactérias saudáveis no cólon, que regulam o intestino. A melhora do funcionamento intestinal ajuda na absorção de nutrientes, aumentando a imunidade.

Além da diminuição do risco de câncer de cólon e de infecções intestinais, previne a osteoporose, inchaços e câimbras. Reduz os níveis de colesterol no sangue, prevenindo a hipertensão arterial.

Ela é rica em potássio e possui ainda, em menores quantidades, cálcio, fósforo, magnésio, ferro, zinco, manganês e cobre.

Como consumir a batata yacon? batata-yacon-benefícios

A batata  yacon pode ser consumida crua como uma fruta ou na forma de sucos. Um pedaço da batata é indicado por nutricionistas como um substituto bem mais saudável para alimentos industrializados (biscoitos ou barras de cereal em pequenas refeições, como o lanche da tarde.

Mas seu consumo não deve ser em excesso. A indicação de nutricionistas é que seja consumido por dia um pedaço com aproximadamente dois dedos de espessura.

Por Erickson Aranda

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Cerveja ajuda a aumentar o colesterol bom no sangue !



Agora, tomar uma gelada no happy hour terá um motivo especial: o cuidado com a saúde. Duas pesquisas recentes, realizadas na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e na Universidade Autônoma de Barcelona, na Espanha, mostram que o consumo moderado de cerveja eleva o nível de colesterol bom (HDL) no sangue, o que é benéfico ao coração.


Moderação, nesse caso, significa nada mais do que duas latas (350ml cada) por dia para homens e uma para mulheres. A princípio, o álcool é o responsável pelo benefício do aumento do HDL, que também pode ser obtido com outras bebidas alcoólicas, desde que respeitada a quantidade máxima diária de 30 gramas de etanol.

— Um dos efeitos colaterais do álcool, quando ingerido em excesso, é o aumento de gordura no fígado, que pode trazer danos cerebrais e circulatórios — diz a nutricionista esportiva e fisiologista Andrea Zaccaro de Barros.

De acordo com o cardiologista Stephan Lachtermacher, do Instituto Nacional de Cardiologia, o abuso de álcool ainda causa uma disfunção no coração chamada miocardiopatia alcoólica.

— O importante é o consumo ser moderado e constante. Não adianta beber 12 latas de cerveja no fim de semana para compensar o que não foi bebido nos outros dias.

Segundo Andrea Zaccaro, o lúpulo e a cevada contidos na cerveja são antioxidantes e, por isso, também ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue.

Fonte: Extra

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

A Justiça e a opinião pública de Paulo Konder Bornhausen


A Justiça e a opinião pública



Paulo Konder Bornhausen



Entendem aqueles que bradam com eloquência de que a Justiça deve ignorar a opinião pública, ainda que o processo seja uma questão hermenêutica comprovada na variação dos argumentos trazidos à público pelos onze juízes titulares do Supremo Tribunal Federal.

O caso do mensalão é atípico e reconhecido pelo Pleno do STF, sem precedentes. Tratava-se de discutir como aconteceu, de interpretação ou meras filigranas jurídicas.

O Relator do processo para apresentá-lo, depois da denúncia do Procurador Geral da República, levou quatro anos estudando os fatos, as provas, os recursos dos réus, enfim, todos os pormenores do processo e houve a mais ampla defesa dos réus.

O julgamento, creio eu, foi o mais longo da história do Supremo, consumindo 53 sessões. Cinco ou seis meses. Por evidente está que os demais Ministros tiveram também quase cinco anos para estudar o processo. Por maioria, a quase totalidade dos réus foram condenados e com penas compatíveis com a quantidade e participação nos atos criminosos. Lembro-me ainda do primeiro voto do decano Celso de Mello, que acabou sendo o voto desempatador na validade dos Embargos Infringentes. Dizia ele de forma contundente, quando proferiu o seu voto. “Sr. Relator, Srs. Ministros, estamos a examinar o maior escândalo havido na República, em que agentes do Governo formaram uma quadrilha organizada para assaltar o dinheiro público”.

Acredito que em se tratando da interpretação da Lei, o Superior Tribunal de Justiça e todos os Tribunais Regionais não aceitam os Embargos Infringentes o que demonstra ser a decisão meramente interpretativa, sendo a lógica a não aceitação pelo STF, até por bom senso, ainda que o regimento interno do Supremo por omissão inexplicável, tivesse mantido os Infringentes.

Continuando o meu pensamento; os réus contrataram os advogados de maior nome do quadro da OAB e com eles gastaram milhões de reais. Até um ex Ministro do Governo Lula, Ministro da Justiça, foi um deles, porém não convenceram a maioria dos Ministros independentes, que os condenou e fixou as penas, atendendo igualmente aos clamores da opinião pública.

O debacle, no entanto, restou assumido, com a aposentadoria de dois Ministros, que caíram na compulsória e que participaram ativamente do processo e da condenação dos réus.

              Pela absurda Legislação vigente, a nomeação dos Ministros é de exclusiva competência do Presidente da República, com a aprovação meramente simbólica do Senado Federal.

A Presidenta escolheu os Ministros que iriam preencher as vagas existentes, que evidentemente com ela estavam comprometidos e que na verdade não poderiam eticamente votar, por não terem participado do julgamento condenatório.

Daí para frente assistimos uma verdadeira pantomima que veio a instalar no país o regime da insegurança jurídica de todos os cidadãos brasileiros.

Com filigranas jurídicas, como provado está, pela própria votação dos Senhores Juízes, decidiu-se pelo voto de um único deles, que foi o mais contundente no julgamento dos réus, por um novo julgamento que beneficiarão o chefe e os maiores integrantes da quadrilha, que assaltou o nosso dinheiro recolhido pelos impostos que pagamos, os maiores do mundo.

A decisão demonstrou, por suas reações efetivas que o povo, a gente pensante deste país, já estava desmotivada, daí o fracasso da manifestação marcada para 7 de Setembro próximo passado, em função dos baderneiros introduzidos pelo PT, para prejudicar as manifestações pacíficas de legítimo protesto contra a corrupção e a impunidade, entrou em depressão, com protestos via redes sociais, que pouco duraram.

No momento, discute-se se as filigranas jurídicas deveriam ignorar a grande maioria opinião pública, formada pelas mulheres e homens de bem.

Foi o próprio Ministro Marco Aurélio que afirmou que a Justiça tem o dever de ouvir os clamores da população, ainda mais num caso inédito, sem jurisprudência existente.

Agora teremos no mínimo mais um ano e meio de julgamento, nos cálculos dos mais otimistas.

Entendo que nós Brasileiros que clamamos por um país que sonhamos e que desejamos construir para os nossos descendentes, não podemos ficar omissos, assistindo este desastre que é o regime da corrupção e da impunidade (as cadeias estão superlotadas pelos pobres, muitos deles por crimes infinitamente menores do que os cometidos pela quadrilha do mensalão).

Temos duas etapas que nos restaram:

1) Voltar as ruas, correndo os riscos que existirem, de forma maciça e organizada, mobilizando a mocidade, que será a grande prejudicada no futuro, se as coisas prosseguirem como estão, para sermos ouvidos e mostrar nossas forças.

2) Darmos a resposta definitiva aos quadrilheiros que estão instalados no poder por oito anos (nos três poderes), usando a maior arma que dispomos – o voto. Escolhendo ainda que sejam poucos, os capazes de nos livrar do trágico regime que vivemos, sob o domínio da corrupção e da impunidade.

Cuscuz Paulista



Cozinha N'ação. Cuscuz Paulista
Entre os séculos 17 e 18, os tropeiros que partiam da capital em direção ao interior do estado, levando consigo mercadorias e alimentos como farinha de milho, galinha, feijão e miúdos. Durante a viagem, a farinha absorvia os sucos dos alimentos e tudo se misturava formando um virado mais tarde batizado de cuscuz paulista! Em pouco tempo o prato ganhou outros povoados e cidades e chegou em Minas Gerais que fez a sua versão cozida com queijo, torresmo e couve. Quando a receita chegou em Marrocos, levada pelas mãos do marechal Deodoro em 1889, já faziam parte a linguiça, grã-o-de-bico e semolina. E então chegamos no que conhecemos hoje como couscous marroquino! Com essa roupagem, o prato chegou a Paris e atualmente está presente em muitos restaurantes de Manhattan nos EUA, lugar onde o hot-dog ainda é rei. E sem esquecermos da famosa sardinha em lata, presente sempre em todo bom cuscuz que se preze, esta só começou mesmo a ser usada na Segunda Guerra Mundial, época de escassez de alimentos frescos e da abundância de comida enlatada.
1 lata(s) de molho de tomate
1 copo(s) de água
1/2 copo(s) de óleo de milho
2 tablete(s) de caldo de galinha sem gordura
1 unidade(s) de pimentão verde picado(s)
1 unidade(s) de pimentão vermelho picado(s)
1 vidro(s) de palmito picado(s)
1 lata(s) de ervilha
1/2 xícara(s) (chá) de salsinha picada(s)
1 colher(es) (sopa) de molho de pimenta vermelha
2 unidade(s) de ovo cozido picado(s)
2 lata(s) de sardinha com óleo sem pele(s) e sem espinhas
50 gr de azeitona verde
2 1/2 xícara(s) (chá) de farinha de milho amarela
1 lata(s) de milho verde


Retire o óleo da sardinha. Leve a água, o molho, o óleo, o caldo de galinha e os pimentões ao micro-ondas por 3 a 4 minutos na potência alta. Acrescente os demais ingredientes e leve ao micro-ondas por 6 a 8 minutos mexendo a cada 2 minutos. Coloque a pasta obtida em fôrma de anel untada e decorada. Pressione levemente e desenforme imediatamente.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

O alho negro


Foto: CURIOSIDADES

O alho negro
Novidade entre as especiarias das cozinhas mais sofisticadas, o alho negro é um produto 
relativamente novo na nossa culinária, que pode ser utilizado como antepasto, ou mesmo na fabricação 
de doces como geleias e chocolate, uma vez que tem sabor adocicado. Utilizado amplamente em 
alguns países orientais, como a Coréia e a Tailândia, ele ganhou popularidade em 2008 nos Estados 
Unidos, quando passou a ser utilizado por diversos chefs de cozinha. No Brasil ele é relativamente novo, 
com produção ainda em pequena escala, o que torna seu preço alto, em torno de R$ 23,00 a cabeça.
Além do sabor exótico, seus benefícios à saúde são outro grande chamariz de consumo. Ele 
é rico em aminoácidos, vitaminas e minerais, além de possuir o dobro de antioxidantes do alho comum, que ajudam a combater 
os radicais livres no organismo.
O alho negro é produzido sem qualquer aditivo. Seu processo é simples. A cabeça do alho fresco 
é colocada em um equipamento similar a uma estufa, sem a incidência de luz, com umidade e temperatura controladas, por um período em torno de 
60 dias, dependendo do tamanho da cabeça.
Durante este período, os açúcares e 
aminoácidos se unem, produzindo uma substância chamada melanoidina, responsável pela coloração negra, e que torna o alho macio e adocicado.
Após passar por esse processo, ele e 
levado para descansar por uma semana para perder a 
umidade e então está pronto para o consumo.

Novidade entre as especiarias das cozinhas mais sofisticadas, o alho negro é um produto 
relativamente novo na nossa culinária, que pode ser utilizado como antepasto, ou mesmo na fabricação 
de doces como geleias e chocolate, uma vez que tem sabor adocicado. Utilizado amplamente em
alguns países orientais, como a Coréia e a Tailândia, ele ganhou popularidade em 2008 nos Estados
Unidos, quando passou a ser utilizado por diversos chefs de cozinha. No Brasil ele é relativamente novo,
com produção ainda em pequena escala, o que torna seu preço alto, em torno de R$ 23,00 a cabeça.
Além do sabor exótico, seus benefícios à saúde são outro grande chamariz de consumo. Ele
é rico em aminoácidos, vitaminas e minerais, além de possuir o dobro de antioxidantes do alho comum, que ajudam a combater
os radicais livres no organismo.
O alho negro é produzido sem qualquer aditivo. Seu processo é simples. A cabeça do alho fresco
é colocada em um equipamento similar a uma estufa, sem a incidência de luz, com umidade e temperatura controladas, por um período em torno de
60 dias, dependendo do tamanho da cabeça.
Durante este período, os açúcares e
aminoácidos se unem, produzindo uma substância chamada melanoidina, responsável pela coloração negra, e que torna o alho macio e adocicado.
Após passar por esse processo, ele e
levado para descansar por uma semana para perder a
umidade e então está pronto para o consumo.

fonte espaço gourmet

Nhoque de batata doce com ragu de costela


Foto: Nhoque de batata doce com ragu de costela
 
Ingredientes do nhoque
140 gramas de batata doce
20 gramas de farinha de trigo
1 gema
10 gramas de manteiga
Sal a gosto
Pimenta reino preta a gosto

Ingredientes do ragu 
1 kg de costela bovina
700 ml de molho de carne
700 ml água
150 gramas de cebola picada
150 gramas de cenoura picada
130 gramas de salsão picado
150 gramas de alho poró
100 ml óleo de girassol
10 gramas de salsinha
1 folha de louro
10 gramas de tomilho
2 dentes alho picados
Sal a gosto
Pimenta reino preta a gosto

Finalização
15 gramas de cebola  picada fina
30 gramas de tomate sem sementes cortado em quadrados pequenos
80 ml de molho de tomate
Ciboulette a gosto
Parmesão a gosto

Como fazer
Nhoque
Cozinhar as batatas no forno sobre sal grosso à 180C até ficarem macias. Passar as batatas no passa purê, ou espremê-las, e reservar. Misturar a farinha, o sal, o ovo, a manteiga noisette e o purê de batata. Cortar e pré cozinhar em água fervente até que os nhoques subam para a superfície. Reservar

Ragu
Temperar com sal e pimenta, Selar a costela em fogo bem alto  com um pouco de óleo. Caramelizar a guarnição aromática (cebola, cenoura, salsão, alho poró). Juntar tudo e cobrir com o caldo de carne e água. Acrescentar a salsinha, louro, tomilho e o alho, deixar cozinhar em fogo baixo por 8 horas. Retirar, coar, desfiar a carne e reduzir o caldo

Finalização
Aquecer o nhoque em água fervente, refrescar o ragu com cebola, molho de tomate e tomate concassé. Por ultimo acrescentar a ceboulette, o nhoque e servir com queijo parmesão.

Ingredientes do nhoque
140 gramas de batata doce
20 gramas de farinha de trigo
1 gema
10 gramas de manteiga
Sal a gosto
Pimenta reino preta a gosto

Ingredientes do ragu
1 kg de costela bovina
700 ml de molho de carne
700 ml água
150 gramas de cebola picada
150 gramas de cenoura picada
130 gramas de salsão picado
150 gramas de alho poró
100 ml óleo de girassol
10 gramas de salsinha
1 folha de louro
10 gramas de tomilho
2 dentes alho picados
Sal a gosto
Pimenta reino preta a gosto

Finalização
15 gramas de cebola picada fina
30 gramas de tomate sem sementes cortado em quadrados pequenos
80 ml de molho de tomate
Ciboulette a gosto
Parmesão a gosto

Como fazer
Nhoque
Cozinhar as batatas no forno sobre sal grosso à 180C até ficarem macias. Passar as batatas no passa purê, ou espremê-las, e reservar. Misturar a farinha, o sal, o ovo, a manteiga noisette e o purê de batata. Cortar e pré cozinhar em água fervente até que os nhoques subam para a superfície. Reservar

Ragu
Temperar com sal e pimenta, Selar a costela em fogo bem alto com um pouco de óleo. Caramelizar a guarnição aromática (cebola, cenoura, salsão, alho poró). Juntar tudo e cobrir com o caldo de carne e água. Acrescentar a salsinha, louro, tomilho e o alho, deixar cozinhar em fogo baixo por 8 horas. Retirar, coar, desfiar a carne e reduzir o caldo

Finalização
Aquecer o nhoque em água fervente, refrescar o ragu com cebola, molho de tomate e tomate concassé. Por ultimo acrescentar a ceboulette, o nhoque e servir com queijo parmesão.

fonte espaço gourmet

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Caqui na prevenção do Câncer de Próstata



Acalmar os ânimos e afastar o câncer de próstata são alguns dos benefícios do fruto. Além de oferecer nutrientes e ser hidratante, é uma boa opção para o lanche.


Rico em nutrientes

Em meio aos seus 80% de água, o caqui apresenta significativas quantidades de fibras que ajudam no peristaltismo (movimentos do intestino) e na prevenção do câncer de colón intestinal. O betacaroteno, um precursor da vitamina A, auxilia na visão e na manutenção da pele e das unhas saudáveis. Já o papel da vitamina C é colaborar com o sistema imunológico. Em 100 g do caqui tipo japonês (Diospyros kaki L.) podem ser encontradas 30% e 13% das necessidades diárias de consumo de vitaminas A e C, respectivamente.

Retarda efeitos do tempo

Ele é um aliado na prevenção do envelhecimento precoce devido à presença do betacaroteno, que auxilia na redução da formação de radicais livres, e da vitamina C. São antioxidantes e, por reduzirem a formação desses radicais livres, previnem doenças cardiovasculares também.

Tem ação calmante

Pela sua alta concentração de glicose e frutose, aumenta a liberação de endorfinas que causam a sensação de bem-estar após ingeri-lo. Sabe aquele momento de ansiedade ou estresse? Renda-se à doçura do caqui e relaxe. Pessoas com restrições glicêmicas devem consumir uma unidade ao dia.

Cuidado na hora de consumir

O caqui não é um tipo de alimento de causar alergias, mas o que pode ocorrer é uma reação aos gases eteno ou etileno, utilizados para ajudar na maturação do fruto na lavoura. Lave bem antes de consumir. Ele pode ser saboreado mesmo por quem precisa perder peso, mas o importante é não abusar: assim como qualquer alimento, ele deve fazer parte de uma dieta equilibrada.

Afasta o câncer

Algumas espécies de caqui possuem licopeno em sua composição, principalmente as de cor mais avermelhada, como o japonês. O licopeno é uma substância que tem sido associada à prevenção do câncer de próstata.

Cuidado com as fibras

O risco de formação de fitobezoar (um acúmulo de fibras vegetais que levam à obstrução intestinal) ocorre em alguns indivíduos predispostos a isso que consomem as cascas e sementes de certos tipos de vegetais e frutas. Segundo estudos, o caqui é responsável por cerca de 70% a 90% dos casos de fitobezoar devido à presença de um elemento encontrado na casca do alimento verde. “O fitobezoar foi encontrado em pacientes submetidos à cirurgia prévia do trato gastrointestinal e em indivíduos que não possuem boa mastigação. Em relação ao caqui, para consumi-lo com segurança, o que se orienta é evitá-lo ainda verde”, alerta Andrea Ferreira Cunha, nutricionista da Santa Casa de São Paulo.

Lavar bem é a regra

Maduro, pode ser consumido com a casca. Assim, um maior número de fibras presentes na sua porção externa passa a ser outro benefício. Ele não contém grande quantidade de agrotóxicos, mas é bom lavá-los um a um, esfregando-os. Deixe os frutos em solução clorada por 20 minutos e enxague. Só higienize a fruta se for consumi-la em seguida.


Fonte: revistavivasaude

Receita de Bolo mousse


Foto: Receita de Bolo mousse
Veja http://www.showdereceitas.com/receita-de-bolo-mousse/

Massa
3 ovos2 xícaras de açúcar1 xícara achocolatado em pó½ xícara de óleo3 xícaras farinha de trigo1 xícara de água morna1 colher (sopa) fermento
Mousse
200gr chocolate meio amargo100gr manteiga3 ovos1 caixa de creme de leite3 colheres de sopa de açúcar
Aprendar a fazer a Receita de Bolo mousse
Primeiro prepare o mousse e depois a massa do bolo para o mousse ficar bem firme.
Mousse
Bata as claras em neve, depois bata as gemas com o açúcar, derreta o chocolate em banho maria junto com a manteiga, chocolate derretido misture as gemas batidas com o chocolate sem parar de mexer, espere esfriar um pouco e acrescente o creme de leite, misture bem eles e depois envolva a clara em neve, leve para o congelador.
Massa
Em uma tigela bata os ovos (não usei batedeira),misture o açúcar, depois o achocolatado, o óleo, sempre misturando cada ingrediente por vez, depois as 3 xícaras farinha de farinha de trigo uma de cada vez, acrescente a água fervida e por ultimo o fermento.
Unte uma forma e leve para assar por uma hora em média, forno em 180 graus.
Montagem
Corte o bolo ao meio e coloque metade do mousse sobre ele, coloque a outra metade do bolo por cima e cubra com o restante do mousse, decore com raspas de chocolate e leve para geladeira. Sirva ele gelado.
fonte http://www.showdereceitas.com

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Recordes de turismo - Lista do jornal britânico Telegraph.



1) Suíte mais cara - Passar uma noite no Royal Penthouse do luxuoso hotel President Wilson de Genebra custa a R$ 150 mil. Os hóspedes dispostos a pagar essa quantia aproveitam a vista do Lago Genebra da cobertura do hotel, em uma suíte de 1.700 m² com 12 quartos, banheiros de mármore e terraço particular. 

2) Prédio mais alto - Atualmente, o Burj Khalifa de Dubai ocupa o lugar de prédio mais alto do mundo, com 828 metros. Mas no mundo de hoje em dia, com construções cada vez maiores e mais imponentes, o título pode mudar de mãos rapidamente. 


3) Piscina mais alta - No topo do ICC, um dos maiores arranha-céus do planeta, a piscina do Ritz-Carlton Hong Kong não é apta para pessoas com vertigem. São 188 andares e 474 metros acima do chão, com um incrível visual sobre a baía Victoria.

4) Museu mais antigo - Hoje  localizado num  edifício moderno da cidade de Leeds, o Royal Armouries Museum (Museu das Armas Reais) ainda mantém parte do acervo no seu lugar original, na Torre Branca do complexo da Torre de Londres. Desde 1606, quando o local funcionava como depósito de armas, visitantes conheciam as dependências e podiam ver o arsenal real.

5) Maior montanha-russa de aço - Montanhas-russas sempre são garantia de adrenalina. Ainda mais quando se trata da montanha-russa de aço mais alta do mundo, a Kingda Ka do parque Six Flags Great Adventure de Nova Jérsei, que atinge 139 metros. 

6) Oceano mais quente - Além de ter ilhas paradisíacas como as  Maldivas e as Seychelles, o Oceano Índico também tem as águas mais quentes do planeta. Na maioria do Índico, a temperatura média da água na superfície é de 22ºC atingindo até 28ºC indo para o leste. 

7) Maior restaurante - Construído em 2002 em Damasco, na Síria, o restaurante Bawbabet Dimashq custou R$ 90 milhões. O local tem capacidade para 6.014 pessoas que consomem os produtos feitos em uma cozinha de 2.500 m² e 1.800 funcionários.

8) Maior vulcão ativo - Localizado na ilha de Havaí, a maior do arquipélago havaiano, o Mauna Loa é o maior vulcão ativo do planeta. O vulcão se estende por 120 quilômetros de comprimento e 50 quilômetros de largura, e teve sua última grande erupção em 1984. 

9) Maior aquário - O aquário S.E.A. de Cingapura é o maior do mundo, com 49 tanques contendo 38,7 milhões de litros de água. O local recebe mais de 100 mil animais de 800 espécies. 

10) País mais feliz - De acordo com a Base de Dados Mundial da Felicidade, os habitantes da Costa Rica são os mais felizes do mundo. Localizado na America Central, o país tem uma incrível biodiversidade que atrai turistas do mundo inteiro. 


Fonte: vidaeestilo

Ao menos 70 cidades e 20 mil pessoas são atingidas pelas chuvas Aulas na rede estadual de 52 municípios catarinenses são canceladas. Ministros visitam estado nesta 2ª feira para discutir apoio a locais atingidos.


Blumenau é uma das cidades mais atingidas pelas chuvas desde sexta-feira  (Foto: Jaime Batista da Silva/Divulgação)

23/09/2013 07h16 - Atualizado em 23/09/2013 07h16
Ao menos 70 cidades e 20 mil pessoas são atingidas pelas chuvas
Aulas na rede estadual de 52 municípios catarinenses são canceladas.
Ministros visitam estado nesta 2ª feira para discutir apoio a locais atingidos.
Do G1 SC


Comente agora
Blumenau é uma das cidades mais atingidas pelas chuvas desde sexta-feira  (Foto: Jaime Batista da Silva/Divulgação)
Blumenau é uma das cidades mais atingidas pelas chuvas desde sexta-feira (Foto: Jaime Batista da Silva/Divulgação)
Mais de 20 mil pessoas e 4 mil residências em 70 cidades de Santa Catarina foram atingidas pelas fortes chuvas que caem no estado desde a última sexta-feira (20). Os dados foram atualizados na manhã desta segunda-feira (23) pela Defesa Civil estadual. O Vale do Itajaí é a região mais prejudicada. Os municípios de Agronômica, Laurentino, Lontras, Presidente Getúlio e Rio do Sul solicitaram decreto de estado de calamidade pública.
Em razão das chuvas, as aulas na rede estadual de ensino desta segunda-feira (23) foram canceladas em 52 cidades atingidas. O comunicado foi feito pela Secretaria de Estado da Educação na noite de domingo (22). Nesta segunda, os ministros da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, visitarão Santa Catarina para discutir o apoio do governo federal às cidades prejudicadas. A previsão é de que os ministros cheguem a Florianópolis por volta das 10h.
Além disso, seis cidades decretaram situação de emergência: Araquari, Bom Retiro, São José do Cedro, Saltinho, Santa Terezinha do Progresso e Serra Alta. O governador Raimundo Colombo anunciou na tarde de domingo (22) que avalia a possibilidade de decretar situação de emergência em Santa Catarina em breve.
Imagem aérea de Rio do Sul neste domingo (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Imagem aérea de Rio do Sul neste domingo
(Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Desde a última sexta-feira (20) foram registrados alagamentos, deslizamentos, nível de rios acima do normal, queda de granizo e enchente em algumas cidades. A previsão do tempo aponta que nesta segunda-feira (23), na maior parte do estado, o tempo permanece com muitas nuvens, mas pouca chuva. São esperados acumulados de 20mm a 30mm em média no Litoral e de 5mm a 10mm no Vale do Itajaí. Segundo a Defesa Civil do estado, mais de cinco mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas.
A queda de granizo afetou mais de mil casas em 10 cidades no Oeste e Norte do estado na madrugada de sábado (21). O Rio Itajaí-Açú, que corta a cidade de Blumenau, no Vale, atingiu o nível de 10,51 metros por volta das 2h desta segunda (22), mas passou a diminuir de hora em hora. Segundo o instituto meteorológico Epagri/Ciram, entre 10h e 16h de domingo choveu entre 10 e 40mm. As regiões do Alto e Médio do Vale do Itajaí, Planalto Norte, Litoral Norte e Grande Florianópolis concentraram os maiores acumulados de chuva.
No início da manhã desta segunda-feira, a prefeitura de Itajaí, no Vale, através do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, emitiu um alerta de risco alto de deslizamento na cidade. Dentre os morros com maior risco de deslizamento estão o do Bem-te-vi, no Bairro Fazenda, na Rua Firmino Vieira Cordeiro, em Espinheiros, e no km 486 da Rodovia Antônio Heil, na Itaipava.
Até as 20h de domingo, como mostra o mapa, 57 cidades haviam sido atingidas pela chuva.

fonte http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/

Chester com Banana da Terra e Farofa de Arroz



Ingredintes:
1 Chester
2 xícaras (chá) de vinho branco
1 xícara (chá) de suco de laranja
Sal e pimenta a gosto
50g de margarina

Farofa:3 xícaras (chá) de arroz
4 colheres (sopa) de azeite
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
4 xícaras (chá) de caldo de legumes
3 colheres (sopa) de margarina
1 pimentão vermelho cortado em cubos
1 pimentão verde cortado em cubos
1 cenoura ralada
1/2 xícara (chá) de uva passas
1/2 xícara (chá) de nozes picadas
2 ovos mexidos
1 xícara (chá) de farinha de milho
Salsa picada a gosto
4 bananas da terra cortadas em tiras

Modo de Preparo:

Farofa: Em uma panela, aqueça duas colheres de azeite, doure a cebola e o alho. Coloque o arroz e mexa bem. Acrescente o caldo de legumes e deixe cozinhar.
Reserve.
Em uma frigideira, aqueça a margarina com o restante do azeite, e refogue os pimentões.
Junte a cenoura, as passas, as nozes, os ovos mexidos e a farinha de milho.
Desligue o fogo e misture delicadamente o arroz pronto.

Em uma assadeira, coloque o Chester, tempere com o suco de laranja, o vinho, o sal e a pimenta. Recheie a ave com a metade da farofa e reserve o restante.
Costure ou prenda com palitos para quando assar o recheio não sair.
Cubra com papel alumínio e deixe na geladeira por 1 hora no mínimo.
Coloque sobre a ave pedacinhos de margarina e asse no forno preaquecido a 220ºC durante 50 minutos.
Retire o papel alumínio, regue de vez em quando com o caldo que se formou e deixe dourar.

Montagem:
Em uma grelha, derreta um pouco de margarina e doure as fatias de banana. A medida que for tirando as fatias da grelha, molde-as em círculo, apertando as pontas para fixar (2 fatias aproximadamente para cada aro).
Acomode-os em torno do chester e recheie cada aro de banana com o restante da farofa. Sirva em seguida.

Dica: Para moldar a banana, use cortadores de 10 cm de diâmetro.

Preparo: Demorado (acima de 45 minutos)
Rendimento: 8 porções

domingo, 22 de setembro de 2013

NÃO ESPERE !


NÃO ESPERE

Não espere um sorriso para ser gentil.
Não espere ser amado para amar.
Não espere ficar sozinho para reconhecer o valor de quem está do seu lado.
Não espere ficar de luto para reconhecer quem hoje é importante para você.
Não espere a queda para lembrar-se do conselho.
Não espere a enfermidade para reconhecer quão frágil é a vida.
Não espere ter dinheiro aos montes para então contribuir.
Não espere por pessoas perfeitas para então se apaixonar.
Não espere a mágoa para pedir perdão.
Não espere a separação para buscar a reconciliação.
Não espere elogios para acreditar em si mesmo.
Não espere a dor para acreditar em oração.
Não espere o dia de sua morte sem antes amar a vida!

Camarão na moranga feito por Olivier Anquier



Ingredientes:
1 moranga grande
12 camarões grandes
500g de requeijão
1/2 kg de cascas e cabeças de camarão
1 abobrinha
250g de inhame
1 tomate
1 ramo de tomilho
1 funcho
2 cebolas
3 dentes de alho
2 colheres (sopa) de extrato de tomate
4 copos de vinho branco seco
1 dose de conhaque
200 ml de creme de leite fresco
Azeite
500g de cabeça de peixe limpa (para o caldo de peixe)
Sal (a gosto)
Pimenta do reino (a gosto)

Modo de preparo da moranga:
Cozinhe a abobrinha e o inhame, deixando-os al dente e reserve. Em seguida, com uma faca, abra uma tampa na moranga e retire as sementes. Envolva a moranga em papel alumínio e coloque no forno por duas horas a 200ºC, ou até que fique macia por inteira. Após cozida, reserve o caldo da moranga e recheie com requeijão. Para preparar o caldo de peixe, em uma panela, coloque as cabeças de peixe com cebola, tomilho, 2 copos de vinho branco e complete com água. Deixe cozinhando por duas horas para engrossar.

Modo de preparo do molho bisque:
Em uma panela com azeite bem quente, frite as cascas de camarão até que fiquem vermelhas. Acrescente a cebola picada e, quando estiver transparente, flambe com conhaque. Coloque o extrato de tomate, 2 copos de vinho branco, o caldo de peixe até cobrir, os dentes de alho inteiros com casca, sal e pimenta do reino. Em seguida, inclua o tomate cortado em pedaços grandes e o caldo da moranga. Deixe refogar por 10 minutos. Acrescente o creme de leite e deixe por mais 15 minutos.
Agora é a hora de peneirar o caldo, espremendo as cabeças e cascas para soltar o suco. Despeje este suco dentro da moranga. Coloque também os camarões crus, os legumes cozidos e coloque no forno por 10 minutos. Na hora de servir, deixe o prato com estilo: em uma frigideira com azeite, frite 4 camarões temperados com sal e pimenta do reino e coloque por cima da tampa da moranga com um raminho de erva.
fonte Este conteúdo faz parte de Diário do Olivier »

Rio Itajaí-Açu enchente já atinge bairros de Blumenau

(Gilmar de Souza/Agencia RBS)

(Gilmar de Souza/Agencia RBS)Previsão é de que o rio chegue a 10m às 20h
Confirmando a previsão do Centro de Operação do Sistema de Alerta (Ceops), o Rio Itajaí-Açu chegou 8m07cm na medição das 12h deste domingo, em Blumenau, transbordando e atingindo as ruas de bairros da cidade. A previsão é que o nível chegue a 10m às 20h, tornando a enchente mais abrangente. 
A previsão do Ceops é de que a chuva acumulada chegue a 100 milímetros neste domingo. 
Abrigos estão abertos para ajudar os desabrigados de Blumenau, onde a Secretaria de Defesa do Cidadão registrou, até as 9h20min, 57 ocorrências. No Trevo do Celeiro do Vale,a água dificulta a passagem na pista. O primeiro alerta com relação ao funcionamento de serviços em Blumenau vem sobre o abastecimento de água. O Samae alerta para possível falta de água a partir das primeiras horas da tarde.

Em Rio do Sul, 14 abrigos estão ativos. O prefeito Garibaldi Ayroso diz que a situação caminha para uma calamidade na cidade e pede que população racione água e comida.

Em Itajaí, o túnel do Bairro São Roque está interditado. Equipes da Defesa Civil permanecerão de plantão e técnicos vistoriarão as encostas e morros.

A Defesa Civil de Santa Catarina orienta a população sobrecomo se prevenir e como se comportar em situações de chuva intensa. Confira algumas dicas:

- Quem mora em áreas alagáveis deve acompanhar os alertas da Defesa Civil sobre o nível dos rios. Em caso de enchente, procure os abrigos municipais
- Quem mora em regiões costeiras deve estar atento porque há risco de alagamentos no período de maré alta 
- Moradores de áreas de risco e próximo a morros e encostas precisa prestar atenção à formação de rachaduras ou indícios de escorregamento. Ao primeiro sinal, as pessoas devem sair de casa e procurar abrigo 
- Para quem vai viajar, a orientação é não pegar a estrada à noite. Não esqueça de verificar as palhetas do limpador de para-brisas e andar com os faróis ligados 
fonte http://www.clicrbs.com.br

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Pudim de tapioca com calda de caramelo


Pudim de tapioca com calda de caramelo

Como fazer a base do pudim:
Ingredientes:
65g de tapioca (sagu)
300ml de leite integral
200ml de leite de coco
2 ovos
4 gemas
1 lata de leite condensado
40g de coco ralado

Modo de preparo:
Em uma tigela, hidrate a tapioca no leite integral misturado ao leite de coco por aproximadamente 1 hora.

Em outro recipiente, bata os ovos e as gemas com um fouet e adicione o leite condensado, sem parar de bater. Coe e reserve.

Aqueça a mistura de leite com tapioca em uma panela e despeje sobre a mistura de ovos com leite condensado.

Bata bem com o fouet e volte tudo para a panela. Cozinhe em fogo baixo, sem parar de mexer com uma colher de pau ou espátula (pão-duro) para que não ferva, até que a mistura engrosse um pouco.

Você perceberá o ponto ideal, chamado à la nappe ou ponto de creme inglês, quando passar o dedo na parte de trás da colher de pau ou na espátula e o rastro deixado ficar intacto por alguns segundos, sem que o líquido escorra sobre ele.

Quando a base do pudim atingir esse ponto, retire do fogo e adicione o coco ralado. Deixe esfriar.

Como fazer a calda de caramelo:
Ingredientes:
150g de açúcar
Água suficiente para molhá-lo

Modo de preparo:
Ponha o açúcar em uma panela e adicione água suficiente para molhá-lo.

Mexa antes de ligar o fogo, para uniformizar a mistura, e limpe as paredes da forma com um pincel molhado, para evitar a formação de cristais.

Cozinhe, sem mexer, até se transformar em caramelo. Despeje a calda na forma para pudim. Se preferir, faça esse procedimento diretamente na forma.

Para o cozimento:
Preaqueça o forno a 150ºC. Adicione a base do pudim à forma com caramelo. Cubra com papel-alumínio, para evitar que a superfície do doce fique queimada, e cozinhe em banho-maria, no forno, de 1 hora a 1 hora e 30 minutos ou até que o centro do pudim esteja firme.

Deixe esfriar completamente em temperatura ambiente e desenforme antes de levar à geladeira, caso contrário a tapioca pode grudar na forma e o pudim, se quebrar ao ser desenformado.
fonte http://gnt.globo.com/receitas/

Previsão de chuva forte deixa Santa Catarina em alerta neste final de semana Defesa Civil e Corpo de Bombeiros preparam força-tarefa para agir em caso de alagamentos e deslizamentos de terra



O final de semana será de alerta em Santa Catarina. A partir desta sexta, a chegada de uma frente fria vinda da Argentina provoca chuva forte em todo o Estado. O fenômeno começa a perder força apenas na segunda-feira. Veja no mapa abaixo as condições para cada região do Estado.

Entre sexta e domingo são esperados de 100 a 200 milímetros de chuva, com chances depico de 300mm em alguns pontos isolados, principalmente no Oeste, Serra e Sul catarinenses, regiões mais próximas à divisa com o Rio Grande do Sul. 

A quantidade esperada é pelo menos duas vezes maior do que os índices normais de precipitação nessas regiões para o mês inteiro. A Defesa Civil de Santa Catarina alerta para a ocorrência de alagamentos e deslizamentos de terra, devido ao encharcamento do solo, por conta da chuva do início da semana. Enchentes estão descartadas, por enquanto. Desde quarta, o órgão está monitorando a aproximação da frente fria. 

– O principal apoiador é o serviço de meteorologia. Mas a confirmação das ações vai se dar com a proximidade do evento – explica o diretor de Resposta aos Desastres da Defesa Civil estadual, Aldo Baptista Neto. 

Defesa Civil fará plantão especial

Os técnicos da Defesa Civil estarão de plantão especial no fim de semana, na Central de Operações, em Florianópolis. Por meio de SMS, e-mails, todos os 13 coordenadores regionais de Defesa Civil estão sendo comunicados em tempo real sobre as mudanças no clima. As 12 instituições públicas – entre polícias, bombeiros, Samu, unidades de saúde – que compõem os grupos de ações coordenadas nos municípios, foram acionadas. 

O Corpo de Bombeiros também se prepara. Em cada um dos 12 batalhões, há uma equipe de 12 agentes preparados com viaturas de tração nas quatro rodas, botes e equipamentos de mergulho. São as chamadas equipes da Força-Tarefa. A partir das 6h de hoje, eles estarão em estado de alerta. 
 
Na quarta-feira, o Corpo de Bombeiros do Estado colocou em teste o Auto Posto de Comando, um ônibus equipado com internet 3G, comunicação via satélite, computadores e câmeras para servir de base móvel de comando em lugares afetados. 

– O próximo passo é a mobilização e deslocamento da unidade móvel. Ainda não temos o ponto específico dessa precipitação. Estamos mais atentos ao Vale do Itajaí e ao Norte, mas esperamos não ser necessário – informa o subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros de SC e comandante da Força-Tarefa, coronel Gladimir Murer.

fonte http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Torta de carne cozida na cerveja, de Olivier Anquier


RECEITA

Para a carne:
Ingredientes:
500g de bisteca bovina (peça inteira sem osso, ponto do contra-filé ou chorizo)
4 cebolas
4 garrafas de cervejas escuras (importadas)
150 ml de azeite
1 ovo
6 potinhos de caldo demi glace

Modo de preparo:
Prepare o caldo dissolvendo na água fervendo, mexa até dissolver completamente e reserve. Preaqueça o forno a 150ºC. Aqueça metade do azeite numa caçarola grande, adicione a cebola e doure mexendo sempre até ficar marrom dourado para trazer a doçura natural. Enquanto isso, aqueça uma frigideira grande até ficar bem quente e adicione o restante do azeite. Adicione os pedaços de carne e frite até dourar de todos os lados. Retire a carne da frigideira e coloque-a na caçarola com a cebola frita.

Adicione a cerveja na frigideira onde a carne foi frita. Deixe a cerveja ferver até reduzir pela metade, acrescente a cerveja reduzida e o caldo de carne à mistura de carne com cebola.
Tampe a panela e leve-a até o forno preaquecido e deixe cozinhando de 1 hora e 40 minutos a 2 horas, até a carne ficar bem macia. Depois de cozido, retire a carne e a cerveja reduzida, transfira-a para um prato para resfriar. É importante resfriar totalmente a carne para não derreter a massa na montagem.



Para a massa:
Ingredientes:
500g de farinha de trigo
250g de manteiga
2 gemas de ovos
130ml de água
10g de sal

Modo de preparo:
Peneire a farinha com o sal e acrescente a manteiga dividida em pedaços pequenos, incorporando-a com a ponta dos dedos até formar uma farofa. Acrescente as gemas, a água e amasse com delicadeza apenas até formar uma massa. Embrulhe em filme plástico e deixe descansar na geladeira por, no mínimo, 30 minutos.

Montagem do prato:
Preaqueça o forno a 180ºC. Abra 2/3 da massa e forre uma forma de fundo falso de cerca de 23cm. Misture o recheio e distribua sobre a massa aberta. Abra a massa restante, corte um círculo de 20cm de diâmetro e cubra a torta fechando bem as bordas. Pincele a massa com o ovo batido. Asse no forno por 30 minutos até a massa ficar bem dourada e crocante. Retire da forma e sirva.~
fonte Este conteúdo faz parte de Diário do Olivier »

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Pavê Trufado de Chocotone



Ingredientes 
400 g de chocolate meio amargo picado
1 lata de creme de leite sem soro
1/2 xícara (chá) de pasta de avelã (Nutella)
300 g de chocotone
1 xícara (chá) de leite
100 g de gotas de chocolate para decorar

Modo de preparo:
Em banho-maria, derreta o chocolate, misture o creme de leite e a nutella. Corte o chocotone em fatias e umedeça-as no leite. Forre com filme plástico o fundo e as laterais de uma fôrma retangular. Alterne camadas de chocotone e camadas de creme de chocolate. Decore com as gotas de chocolate.

Dica: Faça essa receita com sobras de chocotone.
Tempo de preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)

Rendimento: 12 porções
Nível de dificuldade: Fácil

Receita retirada: Canal M de Mulher

Muita gente vai gostar desta noticia!! Lúpulo no tratamentos de diabetes e câncer. leia !


Foto: Muita gente vai gostar desta noticia!!
Lúpulo no tratamentos de diabetes e câncer.

Talvez uma cerveja por dia pode não fornecer os mesmos efeitos que oferece uma maçã por dia e você conhece o ditado: "Uma maçã por dia mantém o médico à distância", além de encontrar os benefícios desta fruta no provérbio, é um fato cientificamente comprovadas, especialmente se você comer a pele de maçã, nós conversamos sobre isso no post Comer maçãs com a pele . No que diz respeito à cerveja e, especificamente, alguns dos ingredientes utilizados na sua preparação, tal como o lúpulo , uma nova pesquisa realizada por especialistas da Universidade de Washington, concluiu-se que poderia ser utilizado no tratamento da diabetes e cancro .

Afigura-se que alguns componentes de lúpulo como humulone ou ácido-lupúlico , uma substância química que dá o gosto característico amargo à cerveja, tem um efeito positivo sobre certos tipos de cancro e diabetes . Além disso, é de notar que pode ser eficaz para reduzir o peso ou a inflamação. Embora já foi testado com os ácidos cerveja amargos, os investigadores sugerem que será necessária para melhor compreender a estrutura química do humulone para desenvolver novos medicamentos mais eficazes na luta contra as doenças referidas.

Os pesquisadores extraíram lupúlico ácido cerveja, posteriormente purificados e transformados em cristais de sal por meio de um processo chamado de cristalografia de raios X, é uma técnica na qual os raios X interage com os electrões, o resultado desta processo resulta em que os cristais de ser determinada pela estrutura química da substância. Verifica-se que no processo de fabricação de cerveja moléculas humulone estão dispostos em uma única estrutura que forma um anel de cinco átomos de carbono, eles podem ser configurados em quatro diferentes padrões, os átomos podem ser dispostos por cima, por baixo ou ambos os lados do anel, dependendo da estrutura do produto farmacêutico resultante é mais ou menos eficazes.

Neste sentido, seria interessante dar a leitura do post O sabor amargo da cerveja , pode atender a uma pesquisa realizada por especialistas da Universidade Técnica de Munique (Alemanha), com a qual identificou 56 substâncias diferentes derivados do lúpulo ( Humulus lupulus ), uma planta cujas flores são responsáveis pelo fornecimento de certos ácidos para aumentar a actividade de levedura de cerveja, também fornecer as características observa amargo, aromático ou misto.

Investigações anteriores foram conduzidos que determinou os primeiros dois padrões mencionados, mas não tinha sido identificado lateralidade, parece que esta é uma variação significativa, cada um pode ser especialmente eficaz para a condição particular, o regime de luz de átomos fazer o humulone é eficaz ou ineficaz. Os pesquisadores sugerem que as moléculas devem se encaixar perfeitamente, caso contrário o medicamento desenvolvido não seria eficaz e pode até causar alguns problemas. Um exemplo citado é o enjoo matinal chamado em mulheres grávidas, náuseas e vômitos, que aparecem ao redor da sexta semana de gestação e, principalmente, no período da manhã. Aparentemente, na década de 50 é uma droga projetada para hop ácido para tratar esses sintomas, disposição incorreta de átomos e problemas causou defeitos em bebês.

Graças aos avanços da ciência médica, você pode agora usar corretamente este componente, determinar que as moléculas de anexar a uma proteína receptora e os resultados que desenvolvem um determinado medicamento, como já indicado, cada configuração de produto químico é usado para um determinado doença. Agora, a investigação centra-se em saber mais profundamente as humulones e determinar outras aplicações benéficas para a saúde, quando introduzi-los em novos medicamentos. No que diz respeito à cerveja, aqui lemos que os investigadores referem que o teor de ácido-lupúlico é muito pequeno para que ele não pode ter um efeito positivo, no entanto, se você está isolado e fazer um concentrado, os efeitos salutares são eles observam.

Em relação à cerveja , porque sabemos que todos os benefícios que ele oferece, é um alimento muito saudável e hidratar sempre consumido com moderação e responsabilidade. Por meio da "configuração absoluta dos componentes amargos de cerveja 'artigo publicado na revista Wiley você pode aprender mais sobre esta pesquisa.

Talvez uma cerveja por dia pode não fornecer os mesmos efeitos que oferece uma maçã por dia e você conhece o ditado: "Uma maçã por dia mantém o médico à distância", além de encontrar os benefícios desta fruta no provérbio, é um fato cientificamente comprovadas, especialmente se você comer a pele de maçã, nós conversamos sobre isso no post Comer maçãs com a pele . No que diz respeito à cerveja e, especificamente, alguns dos ingredientes utilizados na sua preparação, tal como o lúpulo , uma nova pesquisa realizada por especialistas da Universidade de Washington, concluiu-se que poderia ser utilizado no tratamento da diabetes e cancro .

Afigura-se que alguns componentes de lúpulo como humulone ou ácido-lupúlico , uma substância química que dá o gosto característico amargo à cerveja, tem um efeito positivo sobre certos tipos de cancro e diabetes . Além disso, é de notar que pode ser eficaz para reduzir o peso ou a inflamação. Embora já foi testado com os ácidos cerveja amargos, os investigadores sugerem que será necessária para melhor compreender a estrutura química do humulone para desenvolver novos medicamentos mais eficazes na luta contra as doenças referidas.

Os pesquisadores extraíram lupúlico ácido cerveja, posteriormente purificados e transformados em cristais de sal por meio de um processo chamado de cristalografia de raios X, é uma técnica na qual os raios X interage com os electrões, o resultado desta processo resulta em que os cristais de ser determinada pela estrutura química da substância. Verifica-se que no processo de fabricação de cerveja moléculas humulone estão dispostos em uma única estrutura que forma um anel de cinco átomos de carbono, eles podem ser configurados em quatro diferentes padrões, os átomos podem ser dispostos por cima, por baixo ou ambos os lados do anel, dependendo da estrutura do produto farmacêutico resultante é mais ou menos eficazes.

Neste sentido, seria interessante dar a leitura do post O sabor amargo da cerveja , pode atender a uma pesquisa realizada por especialistas da Universidade Técnica de Munique (Alemanha), com a qual identificou 56 substâncias diferentes derivados do lúpulo ( Humulus lupulus ), uma planta cujas flores são responsáveis pelo fornecimento de certos ácidos para aumentar a actividade de levedura de cerveja, também fornecer as características observa amargo, aromático ou misto.

Investigações anteriores foram conduzidos que determinou os primeiros dois padrões mencionados, mas não tinha sido identificado lateralidade, parece que esta é uma variação significativa, cada um pode ser especialmente eficaz para a condição particular, o regime de luz de átomos fazer o humulone é eficaz ou ineficaz. Os pesquisadores sugerem que as moléculas devem se encaixar perfeitamente, caso contrário o medicamento desenvolvido não seria eficaz e pode até causar alguns problemas. Um exemplo citado é o enjoo matinal chamado em mulheres grávidas, náuseas e vômitos, que aparecem ao redor da sexta semana de gestação e, principalmente, no período da manhã. Aparentemente, na década de 50 é uma droga projetada para hop ácido para tratar esses sintomas, disposição incorreta de átomos e problemas causou defeitos em bebês.

Graças aos avanços da ciência médica, você pode agora usar corretamente este componente, determinar que as moléculas de anexar a uma proteína receptora e os resultados que desenvolvem um determinado medicamento, como já indicado, cada configuração de produto químico é usado para um determinado doença. Agora, a investigação centra-se em saber mais profundamente as humulones e determinar outras aplicações benéficas para a saúde, quando introduzi-los em novos medicamentos. No que diz respeito à cerveja, aqui lemos que os investigadores referem que o teor de ácido-lupúlico é muito pequeno para que ele não pode ter um efeito positivo, no entanto, se você está isolado e fazer um concentrado, os efeitos salutares são eles observam.

Em relação à cerveja , porque sabemos que todos os benefícios que ele oferece, é um alimento muito saudável e hidratar sempre consumido com moderação e responsabilidade. Por meio da "configuração absoluta dos componentes amargos de cerveja 'artigo publicado na revista Wiley você pode aprender mais sobre esta pesquisa.

fonte 
El Cocinero Loko

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Pronunciamento feito pelo Dr. Paulo Konder Bornhausen por ocasião de Homenagem que prestado pelo Clube dos Gourmets de Florianópolis na data de seu aniversário em 06.09.2013


Meus queridos amigos e amigas Gourmets, senhoras e senhores convidados.

Há muito, de forma até indelicada e veemente, tenho feito um apelo ao nosso grande Presidente, de me poupar convocando-me para fazer uso da palavra em nossas festivas reuniões. Afinal, por mais de duas décadas abusei da paciência generosa dos meus queridos amigos falando do nosso clube e da sua essência – a gastronomia. Até que me dei conta, de como tudo acontece em todos os sentidos, que meus pretensos dotes oratórios estavam se esvaindo, me fazendo sentir enfadonho e imaginei o que não deviam estar aqueles que eram obrigados a ouvir-me.
Hoje, no entanto, fiquei no dever e no prazer de lhes falar, não sobre o clube, que tive a honra de fundar, nem mesmo da gastronomia.
Venho fazer um agradecimento público e sem constrangimento ao Senhor nosso Pai, cuja benevolência me ofertou, um grande tesouro do qual fosse jamais merecedor.
Agradeço em primeiro lugar pela vida que me legou e a longevidade que completo hoje aos 84 anos, com a mentalidade sã e o físico compatível com os anos vividos e o que me resultou agora, uma qualidade de vida mais do que razoável.
Agradeço-lhe a família que me concedeu, unida, amada e inigualável.
Os pais que tive, Marieta e Irineu, que me ensinaram, com muito amor, o caminho a percorrer.
A minha mulher Ivete, amada, amante, companheira, amiga em todas as horas, na alegria e na tristeza, sempre parceira, mãe e avó exemplar.
Em alguns meses, se Deus o permitir, vamos completar 60 anos de União Conjugal, entre “tapas e beijos”, como canta a famosa música sertaneja, porém sempre repleto de amor. Permitam-me fazer uma rápida digressão para minimizar as emoções dos meus agradecimentos.
Ainda moleque, lá pelos quinze anos, o jogo era legalizado no país. Haviam os cassinos, uma única Loteria Federal, que fora uma concessão do Ditador Vargas, ao meu amigo turfista Antônio Joaquim Peixoto de Castro, e o jogo do bicho naturalmente.
Quando ouvia na espreita a conversa dos adultos, observava seus comentários sobre o casamento que dera certo e duradouro dizendo “fulana e cicrano tiraram a Loteria”. Certamente com a avassaladora modernidade de hoje possivelmente se vivos fossem falariam que “fulano e cicrano ganhou na Mega Sena acumulada”.
Voltando aos meus agradecimentos familiares – continuo com os meus queridos e amados filhos, Patrícia e Ricardo, adjetivo e verbo que estendo a minha nora Lili e ao meu genro Jose Antônio. Os meus adorados e lindos netos; Eduardo, Daniel, Fernando, Olivia, que aqui está presente e André, para os quais minha única restrição que faço é não me terem dado até aqui um bisneto.
Meus irmãos Roberto e Jorge, que muito quero bem e deles tenho grande orgulho.
Minhas queridas e especiais cunhadas, Beatriz e Dulce Augusta.
Todos os meus sobrinhos.
Tenho o privilégio dos privilégios, o de fazer 84 anos com todos eles ao meu redor.
Finalmente, completando o meu tesouro, os amigos que amealhei nos anos de minha longa caminhada, cuja amizade é preciosa, fazem parte do tesouro a que me referi, os amigos que ganhei no Face, e de modo muito especial os companheiros do Clube dos Gourmets, todos que me engrandeceram e me proporcionaram tantas alegrias.
Por tudo isso me considero um felizardo, um homem realizado.
Me sinto incluído na primeira parte da afirmação do brilhante Oscar Wilde que dizia “São raros os homens que vivem pois a maioria deles, apenas existem”.
Perguntarão; e o futuro?
Por incrível que possa parecer tenho planos e alimento sonhos, mas neste caso recorro a Platão que afirmava “que quem move o barco não são as velas enfunadas, mas sim o vento que não se vê”. Este vento para mim é Deus que está no nosso lado, onde estivermos e caberá somente a Ele decidir sobre os desígnios do nosso futuro.
A vida para mim é uma primeira caminhada, que percorremos num denso roseiral, onde os espinhos das roseiras nos machucam, deixam cicatrizes, porém o doce perfume das rosas e a colheita das flores superam as nossas dores.
Minha mensagem final é de amor a vida.
Vivam, meus queridos amigos, intensa e corretamente. Agradeçam a Deus cada segundo das suas vidas, porque a vida foi a maior dádiva que Deus nos ofertou.
Vamos todos com vibração e entusiasmo aplaudir essa maravilha, A VIDA!!!

Lombo Recheado com Tãmara e Castanha do Pará



Ingredientes 

1 e 1/2 kg de lombo aberto em manta
Suco de 2 limões
3 dentes de alho amassados
1/2 xícara (chá) de sumo de gengibre
Sal e pimenta-do-reino moída a gosto
300 g de tâmara
150 g de castanha-do-pará picada
1 colher (sopa) de manteiga
4 colheres (sopa) de mel
Pimenta-do-reino branca moída

Modo de preparo :

Lave o lombo e enxugue. Numa tigela, misture o limão, o alho, o gengibre, sal e pimenta. Tempere a carne com a marinada, coloque num refratário, cubra com papel-alumínio e leve à geladeira por duas horas. No processador, processe as tâmaras até formar uma pasta. Misture a ela a castanha. Retire o lombo da marinada e reserve-a.

Sobre o lombo aberto, espalhe o recheio e enrole como um rocambole. Amarre com barbante e besunte com a manteiga e o mel. Coloque numa assadeira, regue com a marinada, cubra com papel-alumínio e leve ao forno preaquecido a 180ºC por duas horas, regando com o molho que se forma. Retire o papel-alumínio e deixe no forno por mais 30 minutos ou até dourar. Reserve a calda que se formou.

Para congelar
Embale o lombo em plástico, coloque a calda num vidro e leve ao freezer. Para descongelar, regue o lombo com a calda e leve ao forno. Sirva fatiado, acompanhado da calda e de pimenta branca polvilhada.
Tempo de preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)
Rendimento: 12 porções
Nível de dificuldade: Médio

Receita do Fideuá O Fideuá é um dos raros pratos populares da Espanha que tem uma historia exata e uma data de nascimento exata também.


Foto: Fideuá
O Fideuá é um dos raros pratos populares da Espanha que tem uma historia exata e uma data de nascimento exata também.

Se procurarmos nos diários valencianos dos anos de 1975 a 1980 encontraremos historias sobre a invenção do Fideuá.
São os anos que o Fideua se fez presente e conhecido por toda a comunidade Valenciana. O Fideuá é um prato típico do litoral da Comunidade Valenciana, parecido com a tradicional Paella pelo fato de seus ingredientes e sua elaboração serem parecidos, substituindo o arroz pelo macarrão, mas o Fideuá só se faz com peixes e mariscos já as paellas com carnes e outros ingredientes.

Como na Paella o recipiente utilizado para fazer o Fideuá também é chamado de Paella, é feito em uma frigideira larga e plana, tendo suas variações tradicionais feitas em caçarolas. Vem da província de Gandia ( Valencia ) a origem deste prato, a lenda do Fideua se atribui ao grupo de pescadores de Grão de Gandia bairro costeiro de Gandia onde se encontra o porto que quando estavam em alto mar queria fazer uma Paella mas não tinham o arroz naquele momento e tiveram a idéia de se fazer com o que eles tinham em suas mãos, o macarrão, mariscos e peixes.

Outra historia é que nos anos de 1970 em um grande Porto situado na Comarca de Safor, a uns 60km ao sul de Valencia, saiu para o mar um barco de pescadores. Depois de vários dias no mar, os pescadores valencianos quiseram fazer uma boa Paella mas havia acabado o arroz para se fazer a Paella e como tinham macarrão tiveram a idéia de “ Echemos Fideos en vez de Arroz” assim surgiu o Fideua


Receita do Fideuá
Ingredientes:

- 3 copos de água
- 300 g de mexilhões
- 300 g de camarões limpos
- 1 lula pequena cortada em anéis
- 1 rodela de merluza pequena
- 1 tomate picado sem pele e sem sementes
- 250 g de macarrão tipo fidelini
- 1 tablete de caldo de pescado
- 1 dente de alho
- 2 rodelas de cebola
- 1 colher (café) de açafrão
- 6 colheres (sopa) de azeite extra virgem

Modo de Preparo:
Coloque 3 colheres (sopa) do azeite para esquentar. Em seguida, refogue o açafrão e com ele a cebola, alho, tomate, mexilhões, camarões, lula e a merluza. Deixe em fogo brando até começar a surgir um caldo. Espere cozinhar por 10 minutos e, em seguida, acrescente a água com o tablete de caldo de pescado. Deixe ferver em fogo médio. Quando formar um caldo saboroso, retire os camarões, a lula, a merluza e o marisco e reserve, enquanto o caldo continua fervendo. Em uma frigideira grande, frite o macarrão no azeite restante até ficar douradinho. Acrescente-o ao caldo que está fervendo e deixe cozinhar por 3 minutos ou ao seu gosto. Quando a água secar completamente tire do fogo, coloque no recipiente que será servido e decore o prato com os mariscos reservados ou faça um tira-gosto deles.

O Fideuá é um dos raros pratos populares da Espanha que tem uma historia exata e uma data de nascimento exata também.

Se procurarmos nos diários valencianos dos anos de 1975 a 1980 encontraremos historias sobre a invenção do Fideuá.
São os anos que o Fideua se fez presente e conhecido por toda a comunidade Valenciana. O Fideuá é um prato típico do litoral da Comunidade Valenciana, parecido com a tradicional Paella pelo fato de seus ingredientes e sua elaboração serem parecidos, substituindo o arroz pelo macarrão, mas o Fideuá só se faz com peixes e mariscos já as paellas com carnes e outros ingredientes.

Como na Paella o recipiente utilizado para fazer o Fideuá também é chamado de Paella, é feito em uma frigideira larga e plana, tendo suas variações tradicionais feitas em caçarolas. Vem da província de Gandia ( Valencia ) a origem deste prato, a lenda do Fideua se atribui ao grupo de pescadores de Grão de Gandia bairro costeiro de Gandia onde se encontra o porto que quando estavam em alto mar queria fazer uma Paella mas não tinham o arroz naquele momento e tiveram a idéia de se fazer com o que eles tinham em suas mãos, o macarrão, mariscos e peixes.

Outra historia é que nos anos de 1970 em um grande Porto situado na Comarca de Safor, a uns 60km ao sul de Valencia, saiu para o mar um barco de pescadores. Depois de vários dias no mar, os pescadores valencianos quiseram fazer uma boa Paella mas havia acabado o arroz para se fazer a Paella e como tinham macarrão tiveram a idéia de “ Echemos Fideos en vez de Arroz” assim surgiu o Fideua


Receita do Fideuá
Ingredientes:

- 3 copos de água
- 300 g de mexilhões
- 300 g de camarões limpos
- 1 lula pequena cortada em anéis
- 1 rodela de merluza pequena
- 1 tomate picado sem pele e sem sementes
- 250 g de macarrão tipo fidelini
- 1 tablete de caldo de pescado
- 1 dente de alho
- 2 rodelas de cebola
- 1 colher (café) de açafrão
- 6 colheres (sopa) de azeite extra virgem

Modo de Preparo:
Coloque 3 colheres (sopa) do azeite para esquentar. Em seguida, refogue o açafrão e com ele a cebola, alho, tomate, mexilhões, camarões, lula e a merluza. Deixe em fogo brando até começar a surgir um caldo. Espere cozinhar por 10 minutos e, em seguida, acrescente a água com o tablete de caldo de pescado. Deixe ferver em fogo médio. Quando formar um caldo saboroso, retire os camarões, a lula, a merluza e o marisco e reserve, enquanto o caldo continua fervendo. Em uma frigideira grande, frite o macarrão no azeite restante até ficar douradinho. Acrescente-o ao caldo que está fervendo e deixe cozinhar por 3 minutos ou ao seu gosto. Quando a água secar completamente tire do fogo, coloque no recipiente que será servido e decore o prato com os mariscos reservados ou faça um tira-gosto deles.

fonte el cocineiro Loko 

Ocorreu um erro neste gadget