Saúde

Clique aqui para ver todos os posts com o tema de saúde, com opções naturais e ações interessantes para melhorar o seu dia-a-dia.

Receitas

Receitas de água na boca para todos os gostos: de vários lugares, doces e salgadas.

Notícias

Mantenham-se atualizados com as últimas notícias que estão rolando por Floripa e pelo mundo.

Curiosidades

Dicas e truques para fazer a vida um pouquinho mais fácil, e informações divertidas sobre todos os tipos de assunto.

Depoimentos

Opiniões e informações de todos os cantos da internet.

Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


domingo, 31 de março de 2013

Quinoa: conheça benefícios do grão para a saúde da mulher Considerado o melhor alimento de origem vegetal do mundo, quinoa deve ser incluída no prato



Não é à toa que a quinoa vem ganhando espaço na mesa dos brasileiros. Considerada um dos alimentos mais completos em nutrientes pela Academia de Ciências dos Estados Unidos e pela Organização das Nações Unidas, equiparando-se apenas ao leite materno, ela previne a osteoporose e o câncer de mama.



"O grão tem a quantidade ideal de calorias, proteínas, gorduras e carboidratos", diz Jaime Amava Farfan, coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação da Universidade Estadual de Campinas (SP). Além de grãos, a quinoa também é encontrada em forma de flocos ou farinha.

Rica em fibras, a quinoa dá a sensação de estômago cheio, fazendo dela um auxiliar da dieta. E os fitoestrogênios, substâncias naturais que "imitam" a ação do estrogênio no organismo, ainda combatem os sintomas da TPM e da menopausa.

O grão pode ser misturado em sopas, saladas, sucos, risotos, pães, bolos e tortas. Se for consumir em forma de flocos, polvilhe no iogurte, em vitaminas e na salada de frutas. Já a farinha de quinoa pode ser usada como base para pães, pudins, mingaus e biscoitos.

Outros benefícios da quinoa para a saúde da mulher são: regular o intestino; aumentar a disposição; retardar o envelhecimento; recuperar as fibras musculares; controlar os níveis de colesterol, glicemia e triglicérides no sangue; combater a anemia, problemas urinários e doenças do fígado; além de prevenir a osteoporose, câncer de mama, doenças do coração e outras alterações decorrentes da carência de estrogênio na menopausa.
fonte mdemulher

quarta-feira, 27 de março de 2013

História da Páscoa Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos


As origens do termo

A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas

Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica

Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.

Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos

Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).

Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos

A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.

Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.
A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

simbolos!!
Coelho da páscoa: simboliza a fertilidade e a esperança de vida nova.

Ovos de Páscoa: assim como o coelho, o simbolismo dos ovos está relacionado com uma nova vida e com a fertilidade.

Cordeiro: Moisés sacrificou um cordeiro em homenagem e agradecimento à Deus pela libertação dos hebreus da escravidão no Egito. Também simboliza, do ponto de vista cristão, Jesus Cristo, que foi crucificado para libertar os homens de seus pecados.

Sinos: são eles que anunciam, nas igrejas católicas, a ressureição de Cristo no domingo de Páscoa.

Círio Pascal: é uma vela acessa com as letras gregas "alfa" e "ômega" (início e fim). A luz da vela representa a ressureição de Cristo.

Colomba pascal: criado na Itália, é um pão doce em formato de pomba. A pomba simboliza a paz de Cristo e também a presença do Espírito Santo.
Pão e vinho: simbolizam o corpo e o sangue de Cristo. Jesus repartiu o pão e o vinho com seus discípulos na Última Ceia (Santa Ceia).


Significado para os cristãos

Para os cristãos a Páscoa é a celebração da ressureição de Jesus Cristo, que ocorreu no terceiro dia após sua morte na cruz, de acordo com o Novo Testamento da Bíblia. Portanto, a Páscoa é um fundamento da fé cristã.

A ressureição de Cristo é considerada pelos cristãos como uma esperança viva dada por Deus aos homens.

Importância

O domingo de Páscoa é muito importante para os cristãos. As igrejas costumam tratar a data de forma festiva e feliz, pois ela simboliza a esperança e a vida nova em Cristo.

A Semana Santa – tradição religiosa católica

Com início no Domingo de Ramos, a semana santa é aquela que antecede a Páscoa e onde ocorre a celebração da Paixão de Cristo, sua morte na cruz e a ressurreição.

Símbolos da Páscoa Cristã

- Cruz: simboliza a vitória de Jesus sobre a morte, a salvação e a ressureição.

- Pão e vinho: na última ceia, Jesus disse que o pão era seu corpo e o vinho seu sangue. O pão e o vinho foram oferecidos aos seus discípulos. Eles representam a vida eterna.

- Cordeiro: Jesus é o cordeiro de Deus, sacrificado para salvar toda a humanidade.




terça-feira, 26 de março de 2013

Dia do Amigo Virtual 26 de março !!!!


Meu amigo virtual é diferente...
Ele não olha nos meus olhos,
Ele vê meu coração...

Meu amigo virtual é diferente...
Ele não percebe as minhas lágrimas
Percebe o momento de me confortar

Meu amigo virtual é diferente...
Ele não sorri, ele me faz sorrir...
Meu amigo virtual...
Você não sabe...
Mas te procuro todas as noites .

Você não sabe...
Mas fico feliz quando você vem...
  Olho para você, na expectativa de um sorriso...

Te espero assim como o sol, espera pelo amanhecer...
Te espero assim como a lua, espera pela noite,
Certa que virá! Não me importa se vens através de telas...
O que importa, é que venhas..

 Não sei porque te escolhi como amigo...
Suas letrinhas são iguais a de todos os outros,
Apenas suas palavras são firmes...
Você consegue me fazer acreditar.
Talvez você não saiba, mas quando me falas...
Quando brinca comigo... Quando me escutas...
Quando me amas...
Exerce a nobre tarefa de um amigo REAL.

Assim... Cativa-me...
Escuto seu sorriso, através do sons do teclado.
Ouço teu coração através do meu coração,
Sinto tua alegria através da minha alegria...
Nunca deixe de vir... Só conhece a importância dos verdadeiros amigos,
Quando começamos a perceber sua ausência,
Quando chamamos por todos,
E somente ele vem

segunda-feira, 25 de março de 2013

Lançamento Tech: Nova pulseira controla dispositivos por meio de gestos


O lançamento da semana foi da startup Thalmic Labs da Y Combinator.

  Por um valor equivalente a R$ 300 reais foi colocada em pré-venda a MYO, uma pulseira que funciona por controle gestual. A pulseira proporcionará que dispositivos sejam controlados através de um simples gesto feito pelo usuário.

  A maioria dos games já evoluiu seus jogos para tecnologias de reconhecimento por câmeras e sensores distribuídos nos locais dos jogos. Através de pontos de referência no corpo humano e de aparelhos guiados por sensores, os personagens dos jogos pulam, correm, praticam esportes, meditam, sempre imitando os gestos e movimentos dos usuários do brinquedo. Porém, para esse tipo de controle, é necessário um espaço com uma câmera fixa. O que dificulta a mobilidade entre os diversos tipos de dispositivos que poderiam utilizar dessa tecnologia.

A Thalmic Labs foi fundada pelos graduados em engenharia mecatrônica da Universidade de Waterloo, Aaron Grant, Matthew Bailey, e Stephen Lake. Segundo Lake, eles sempre se interessaram por um tipo de computação que pudesse ser utilizada como uma roupa. Que pudesse ser vestida.

Conhecida como “Wearable computing” ou “body-borne computers”, essa técnica nada mais é do que criar miniaturas de dispositivos eletrônicos que possam ser usados em baixo de uma roupa, em cima dela, ou como uma roupa ou acessório. Por isso surgiu a ideia da pulseira, a partir dessa necessidade de se garantir o controle dos aparelhos por gestos, mas sem a utilização de câmeras fixas ou sensores.

A empresa acredita que a melhor forma de manipular dispositivos é através de simples gestos e para isso criou a MYO que, através de Bluetooth pode se conectar via wireless a outros dispositivos e garantir o controle dos mesmos a partir de gestos à distância, sem a necessidade de toques diretos.

  Com a pulseira, o usuário poderá, por exemplo, controlar a passagem de uma transição de slides ou até mesmo a mudança de canais em seu televisor. A pulseira está em pré venda pelo site www.getmyo.com, e com isso a empresa pretende atrair não apenas clientes finais, mas também desenvolvedores.

Os criadores da pulseira querem que outras pessoas deem ideias que valorizem ainda mais seu produto. Para isso, disponibilizaram uma API (interface de programação de aplicativos) que possibilitará que qualquer pessoa crie novas ações para a pulseira.



Stephen Lake afirmou: “Estamos realmente interessados no que terceiros desenvolvedores possam fazer. Todos que falaram conosco tinham diferentes ideias para o produto”.

A web 2.0 e as tecnologias opensource proporcionam essa colaboração entre usuários e criadores de produtos que, deixando sua plataforma livre para adaptações, podem agregar ainda mais funções ao seu produto. E é nessa criatividade do usuário que eles estão apostando para valorizar ainda mais essa tecnologia baseada apenas em gestos e movimentos.
fonte jornal da ciencia

Suco de berinjela reduz o mau colesterol e ajuda a emagrecer


Quem nunca ouviu falar em suco de berinjela, ou a água de berinjela para ajudar a emagrecer. Existem estudos sobre o auxilio da berinjela na redução das taxas do colesterol, mas nada ainda foi realmente confirmado. Para emagrecer ainda não existe nenhum tipo de estudo, mas naturalistas aconselham seu consumo, tanto para evitar pressão alta e diabetes como para saciar a fome.

SUCO DE BERINJELA reduz em 30% o mau colesterol e ainda ajuda a emagrecer

Berinjela faz bem ao coração. A crença popular está próxima da confirmação científica e promete transformar o legume na panacéia do momento, posto já ocupado pelo brócolis e pelo espinafre.

Um estudo experimental realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) comprovou que o suco de berinjela é um ótimo remédio no combate ao colesterol LDL – o mais nocivo ao organismo.

Realizada em coelhos, a pesquisa demonstra que o uso do legume reduziu em quase 30% o colesterol no organismo dos animais, o que sugere benefícios também para humanos.

"O suco de berinjela pode representar um tratamento alternativo e de baixo custo para as doenças cardiovasculares, responsáveis por 25% das mortes em todo o mundo", afirma o cardiologista Paulo Afonso Ribeiro Jorge, autor do estudo publicado na última edição da revista Arquivos Brasileiros de Cardiologia.

Ele está partindo para uma segunda etapa da pesquisa, agora com 20 pacientes. Pelos próximos três meses, voluntários vão tomar suco de berinjela todos os dias. Ao longo do experimento, testes clínicos vão medir os níveis de gordura.

Se houver de fato uma redução do colesterol, poderá se fazer o controle de doenças do coração com uma receita bem natural: um terço de berinjela com casca, batido no liquidificador com um copo de água ou suco de laranja. Tomar três vezes ao dia.

A berinjela é rica em vitaminas A, B1, B2, B5 e C e o suco do legume age como um antioxidante. Esse efeito pode corrigir defeitos na parede das artérias provocados pelo colesterol alto.

O suco também reduz a absorção do colesterol no intestino. Inúmeros trabalhos científicos já constataram que o controle do colesterol reduz o número de infartos em até 42%.

Entre os animais, os efeitos foram bem animadores. Os resultados dos testes revelam que entre os coelhos que receberam alimentação rica em colesterol, o teor de gordura cresceu 2.183%. Os que tomaram suco de berinjela apresentaram uma redução de 19% no colesterol total.

Na contagem do colesterol LDL, o vilão do coração, os ganhos foram ainda mais expressivos. Nos animais que se empanturraram de gordura, ele subiu 4.875%, enquanto os que receberam o suco sofreram uma redução de 29% nessa substância.

Além de uma boa notícia para a saúde, o suco de berinjela também traz ganhos estéticos: como perde-se gordura pode se transformar em um ótimo ingrediente para dietas de emagrecimento.

Não pense que a berinjela é o milagre que esperava, pois ela não é um emagrecedor. Ela é bastante fibrosa sendo assim, digestiva, laxante e muito nutritiva, indicada para indigestões e prisão de ventre. A inclusão da berinjela também é indicado para problemas do fígado e do estômago.

A verdade é que a berinjela, apesar de muitos não gostarem sequer de pensar em ter no prato, pode sim ajudar bastante. É rica em proteínas, vitaminas (A, B1, B2, B5, C), minerais (cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio) e alcaloides, que diminuem a pressão sanguínea, prevenindo a arteriosclerose.

No mercado Fitoterapêutico já existem algumas opções concentradas da berinjela, o que pode ajudar a muitos que não gostam muito do legume.

Sucos de berinjela

Usar o suco de berinjela com frutas como limão, laranja, abacaxi, mamão e até chá verde pode sim ajudar, pois ela pode sustentar bastante, mas se não tiver uma alimentação bem balanceada não vão adiantar muito.

Seria bom tomar os sucos como lanches, ou até em jejum batidos com linhaça, o que seria melhor ainda para o funcionamento geral do organismo. Estes sucos saciam a fome e ajudam o intestino. E quando aliados a uma boa alimentação pode sim ajudar no emagrecimento. Faça seu suco com frutas à sua escolha e use adoçantes para tempera-lo. Beba 2 ou 3 vezes por dia, evitando as frutas ácidas em jejum, pois a acidez pode prejudicar pessoas propensas a problemas estomacais.

Berinjela em nosso cardápio

Esse legume é sim muito saboroso e pode ser incluído em saladas temperadas com vinagre de maçã ou limão, um pouco de gengibre e pouco sal. Assim como é uma boa opção para substituir a massa da lasanha. Seja como for tente incluir este legume, que cientificamente é considerado uma fruta.

Curiosidade

BerinGela ou BerinJela?

As duas maneiras estão corretas, sendo com G no português de Portugal e com J no Brasil.

Suco de Berinjela para Emagrecer

São cada vez mais as pessoas a optarem por emagrecer graças ao suco da beringela. Trata-se de uma dieta com origem no Brasil.

Para que este método funcione, é preciso tomar a beringela logo pela manhã, em jejum, e repetir duas vezes ao longo do dia, uma ao almoço e outra ao jantar. O suco sem açúcar deve assim ser tomado três vezes ao dia, de 30 a 40 minutos antes de cada refeição.

Como preparar o suco?

Escolha uma beringela. Não lhe retire a casca. Lave-a e pique em bocados pequeninos. Coloque-a no liquidificador com um pouco de água. Não deixe que fique muito batida. Escoe o líquido que obteve. Tome de manhã, 30 minutos antes do pequeno-almoço, em jejum. Repite aquando do almoço e do jantar.

Como funciona?

A qualidade fibrosa da beringela permitir-lhe-á deste modo ter a sensação de estar satisfeita, de já não ter fome, reduzindo assim o seu apetite para a refeição que se aproxima.

Além de excelente para a perda de peso, também é aconselhada para combater os níveis altos de colesterol no sangue.

Não se esqueça porém que não perderá peso se apenas bebe o suco de beringela. Também deve ter cuidado com o que come. Nenhuma dieta funciona sem que se tenha um mínimo de cuidado com o nosso regime alimentar.


Fonte: Elizabethprovidasaudavel

domingo, 24 de março de 2013

TORTA DE PÁSCOA


Receita
Ingredientes
Pão de ló
4 ovos
2 xícaras de açúcar
1 xícara de chocolate em pó
1 xícara de farinha de trigo
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
1 colher (sobremesa) de manteiga
½ xícara de leite
Recheio 1
300g de Damascos La Violetera
300g de Ameixas sem caroço La Violetera
Recheio 2:
400g de creme de leite fresco (nata)
100g de doce de leite
Cobertura
200ml de creme de leite
200g de chocolate em barra amargo

Modo de preparo
Modo de Preparo Recheio 1: Coloque em uma panela separadamente os Damascos La Violetera e as Ameixas La Violetera com 200ml de água e deixe ferver por 5 minutos. Bata no liquidificador: primeiro os Damascos já fervidos, até virar um creme e reserve. Depois bata as Ameixas já fervidas, até virar um creme e reserve.
Modo de Preparo Recheio 2: Bata na batedeira o creme de leite e quando já estiver firme acrescente o doce de leite. Misture bem.
Pão de Ló: Bata primeiro as claras em neve e depois acrescente as gemas. Coloque o açúcar e continue batendo bem. Acrescente a farinha de trigo, o chocolate em pó e o fermento em pó. À parte, ferva o leite com a manteiga que irá ser despejada fervendo sobre a massa. Bata mais um pouco, asse em forma redonda untada com manteiga e farinha de trigo.
Cobertura: Pique o chocolate e acrescente o creme de leite. Leve ao microondas por 2 minutos mexer ate o chocolate ficar homogêneo e brilhante. Deixe esfriar.
Montagem: Corte o bolo ao meio 2 vezes, ficando dividido em 3 fatias. Recheie a 1ª fatia do bolo com creme de doce de leite e por cima o creme de damascos. Coloque a 2ª fatia do bolo por cima e recheie com o creme do doce de leite e por cima a ameixa. Depois coloque a ultima fatia de bolo, por cima o creme de doce de leite, e por último a cobertura de chocolate. Enfeite com ovinhos de chocolate.
Dicas: Se não quiser fazer a massa de pão de ló desta receita, já existem misturas de pão de ló de excelente qualidade nos supermercados. Ou compre ou encomende o pão de ló nas panificadoras depois é só rechear.

Bacalhau com Batata Doce e Pinhão


ingredientes

2 postas de bacalhau dessalgado, em lascas
4 batatas doce cozidas com a casca, até ficarem bem macias, depois descascadas e passadas pela peneira
2 batatas tamanho médio, cozidas com a casca, até ficarem bem macias, depois descascadas e passadas pela peneira
1 1/2 xícara de pinhão cozido, fatiado (reserve alguns inteiros para decorar)
1 maço de couve fatiada
300 gramas de requeijão
75 gramas de queijo parmesão ralado
50 gramas de flocos de cebola frita (opcional)
6 colheres de sopa de manteiga
3 colheres de sopa de azeite
1/2 colher de chá de sal defumado (opcional)
Pimenta-do-reino moída na hora
1 xícara de leite
1/2 xícara de chá de água
modo de preparo

Faça um purê com as batatas doce passadas pela peneira com uma colher de sopa de manteiga e meia xícara de chá de manteiga.

Faça o mesmo com as outras batatas.

Refogue a couve com uma colher de sopa de manteiga e um fio de azeite.

Despreze o excesso de líquido restante na panela.

Cozinhe novamente os pinhões agora fatiados, em meia xícara de água, uma colher de sopa de manteiga e um fio de azeite.

Agora é só montar.

A camada de baixo é a de couve.

Depois uma colherada de cada purê e um pouco do requeijão.

Salpique um pouco da cebola em flocos e uma camada dos pinhões.

Não se esqueça de uma camada generosa de bacalhau em lascas!

Vá sobrepondo as camadas, até chegar à última, de purê já misturado com o requeijão.

Salpique então sal defumado, o parmesão ralado, os floco de cebola e decore com os pinhões inteiros.

Regue com um fio de azite e leve ao forno previamente aquecido por cerca de 40 minutos, ou até que esteja aquecido.
fonte receitas.com

sábado, 23 de março de 2013

Cheesecake de Romã


Não sou grande apreciadora de bolos de queijo. Admito. Mas depois de tanta insistência por parte do meu marido, resolvi fazer esta sobremesa. A receita original não contemplava cobertura. Fiquei indecisa entre decorá-la com frutos silvestres (até os tinha congelados) ou outra cobertura qualquer, mas olhei para a fruteira e vi uma romã. Resolvi arriscar. A foto não é uma das minhas favoritas. Foi tirada mesmo à pressa enquanto me preparava para sair de casa. Prometo que para a próxima ficará com outra apresentação. Esta tem apenas a qualidade possível.

Ingredientes para a base

bolacha, tipo Maria ou tipo digestiva
manteiga (4 colheres de sopa)
1 cálice de vinho do Porto

Ingredientes para o recheio

2 embalagens de queijo philadelphia (400ml) ou 500 g de queijo fresco
1/2 chávena de açúcar
1 colher de sopa de gelatina em pó sem sabor
1/2 chávena de água quente
1 gota de essência de baunilha

Ingredientes para a cobertura

1 frasco de doce extra de frutos vermelhos (comprei da marca Continente)
sementes de uma romã grande

Preparação

No copo da bimby, pulverizei o açúcar, programando vel. 9 cerca de 20 segundos. Reservei.

Coloquei a bolacha desejada para a base (mais ou menos quantidade quanto o gosto) no copo da Bimby. Dei uns toques de turbo até ficar mais ou menos triturada.

Juntei a manteiga e o vinho do porto.

Programei Vel. Espiga durante 1 minuto.

Coloquei a base numa forma de bolo com fundo amovível e com mola lateral untada com óleo em spray.

Levei ao forno até torrar ligeiramente, cerca de 15 minutos em forno previamente aquecido (180 graus) Deixei arrefecer.

Enchi meia chávena de água quente e lá dissolvi a gelatina.

No copo da Bimby coloquei a borboleta, o queijo, o açúcar e a gota de baunilha. Adicionei a mistura de água e gelatina. Programei vel. 3, cerca de 2 minutos.

Espalhei sobre a base de bolacha já fria o creme de queijo e guardei no frigorífico até solidificar.

Abri o frasco do doce e misturei-o com uma colher para perder ficar todo com a mesma consistência.

Cobri o bolo com o doce.Levei ao frigorífico novamente.

Antes de desenformar para servir, decorei com sementes de romã.
fonte http://foodwithameaning.wordpress.com

Os benefícios da Romã Romã, mais que boa sorte! Você sabia que a Romã previne manchas solares, e que é muito mais útil do que dar sorte? Confira os benefícios dessa fruta exótica.


Romã, mais que boa sorte! Você sabia que a Romã previne manchas solares,
e que é muito mais útil do que dar sorte? Confira os benefícios dessa fruta exótica.

A romã ou Punica granatum, pertence à família das punicáceas. Nativa e domesticada no Irã (antiga Pérsia) por volta de 2000 A.C., esta fruta foi levada pelos fenícios para o Mediterrâneo de onde se difundiu para as Américas, chegando ao Brasil pelas mãos dos portugueses.

Além de linda, essa fruta tem elevada quantidade de fitoquímicos, com destaque para antocianinas, ácido gálico, catequinas poderosos antioxidantes e além de outros nutrientes, tais como ferro, cálcio, cloro, cromo, cobre, magnésio, manganês, potássio, selênio, sódio, zinco, vitamina C, prolina, valina, metionina, serotonina.

Todas as suas partes (semente, suco, casca, folhas, flores, raízes) são aproveitáveis, isto é possuem propriedades farmacológicas:

• Leve ação estrogênica: torna seu consumo interessante para o climatério.

• Antioxidante: previne doenças cardíacas, tem ação semelhante ao do chá verde, sendo superior ao vinho tinto. Diminui o mau colesterol.

• Antiinflamatória: é indicada para artrite reumatóide, doenças inflamatórias intestinais, e da mucosa oral. Não afeta a função cardiovascular como acontece com alguns medicamentos antiinflamatórios. Também tem ação antibacteriana.

• Anticancerígena: diminui a proliferação e crescimento celulares, previne câncer de próstata, oral, cutâneo, mamário, pulmonar, cólon e leucemia.

• Hipertensão e Aterosclerose: O consumo diário de 50ml de suco de romã diminui a espessura da íntima média, além da redução da pressão arterial e da peroxidação lipídica, ou seja, a oxidação da gordura, gordura oxidada (é este tipo de gordura que entope os vasos).

Já o consumo de 240ml de suco de romã, age na redução da isquemia induzida por estresse.

• Diabetes: Ação hipoglicemiante (extrato da Punica) diminui a glicemia pela inibição da absorção de carboidratos.

• Beleza: A romã é rica em antioxidantes, que combatem os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce, leia-se flacidez cutânea, perda da elasticidade, rugas e manchas.

Aumenta o fator de proteção do filtro solar que você aplica na pele, o ácido elágico potencializa os níveis de glutationa, antioxidante produzido pelo organismo e que protege as células da ação dos raios solares, fonte de radicais livres. Além disso, inibe a proliferação de melanócitos, prevenindo manchas de sol.

Tudo de bom!!!

Como consumir a Romã:

Além de consumi-la em saladas de frutas ou como condimento de preparações salgadas, você pode se beneficiar usando-a em chás.

O chá feito com as folhas de romã é usado na medicina contra irritação nos olhos, e o chá produzido com as cascas da fruta, para tratamento, na forma de gargarejo, de infecções de garganta.


Para aproveitar os benefícios da romã você também pode bater no liquidificador a casca, as sementes e a polpa com um pouco de água, coe e beba em seguida.


Fonte: elizabethprovidasaudavel

quinta-feira, 21 de março de 2013

Ovo de Páscoa Trufado


ingredientes

200g de cobertura de chocolate ao leite
1/2 xícara (chá) de creme de leite
2 colheres (sopa) de whisky
500g de cobertura de chocolate meio amargo
2 moldes para ovos de 500g
1 folha de papel chumbo
suporte para ovo
folhas de papel de seda
papel celofane transparente e fita
modo de preparo

1º Pique o chocolate ao leite e coloque num refratário junto com o creme de leite. Leve ao microondas, mexendo sempre na potência média, por cerca de dois minutos, mexendo na metade do tempo. Junte o whisky e misture bem. Cubra com filme plástico e leve à geladeira até ficar com uma consistência pastosa.

2º Derreta o chocolate meio-amargo e espere até ele alcançar a temperatura ideal. Faça uma farta camada de chocolate meio amargo nos moldes e leve à geladeira até secar.

3º Utilizando as costas de uma colher pequena, espalhe o recheio por toda a camada de chocolate, deixando um espaço de 1cm de distância das bordas sem recheio para fixar melhor a última camada de chocolate. Leve à geladeira por mais cinco minutos.

4º Faça mais uma camada de chocolate por cima do recheio, finalizando assim a terceira camada. Leve novamente à geladeira até ficar firme.

5º Raspe o molde com uma espátula, eliminando o excesso de chocolate e formando uma borda mais grossa. Volte à geladeira até que o chocolate fique firme. Vire os moldes, deixando-os emborcados sobre a grade da geladeira até que estejam opacos, indicando que o ovo pode ser desenformado.

6º Utilizando luvas para não marcar o chocolate, desenforme e embale cada metade no papel-chumbo. Finalize com as folhas de papel de seda, celofane e o laço.

terça-feira, 19 de março de 2013

Óleo de peixe pode reduzir pela metade o risco de desenvolver câncer de pele


benefícios são maiores quando exposição solar dura menos de 30 minutos



Aproveitar os benefícios do sol sem riscos associados para a saúde pode ficar mais fácil com uma nova descoberta. De acordo com cientistas da Universidade de Manchester, o consumo diário de óleo de peixe pode reduzir em até 50% o risco de desenvolver câncer de pele. O grande responsável pela novidade seria o ômega-3, presente na substância.

Ômega-3 afeta positivamente o sistema imunológico
De acordo com os pesquisadores, o ômega-3 afeta o sistema imunológico, impulsionando a capacidade do organismo para combater infecções e o câncer de pele. Em pesquisas anteriores, a substância se mostrou eficaz na prevenção de doenças cardiovasculares, mas este é o primeiro ensaio clínico em humanos que comprova a ação positiva da substância sobre a prevenção do câncer de pele.



Benefícios são maiores em exposições de curta duração
Os cientistas acreditam que o efeito protetor acontece quando o consumo de ômega-3 ocorre de forma constante, ao longo da vida. Para chegar a estes resultados, 79 voluntários ingeriram uma dose diária de 4 gramas de ômega-3 e consumiram meia porção de peixes oleosos ricos na substância, como salmão, atum, truta, arenque e cavalinha, antes de se expor ao sol. Os pacientes foram divididos em três grupos, se expondo a 8, 15 ou 30 minutos diários de sol. Os benefícios entre aqueles que permaneceram 30 minutos sob o sol foram menores quando comparados aos outros dois grupos.

Apesar da boa notícia, a orientação dos dermatologistas para não abusar do sol continua valendo. Já os 15 minutos de sol necessários para fixar a vitamina D nos ossos e evitar a osteoporose podem fazer parte da rotina de quem consome ômega-3.
fonte gnt

Rosca de Pascoa


rosca-de-pascoa
Ingredientes
Fermentação
85 gr de fermento biológico
15 colheres de sopa de leite
1 colher de sopa de açúcar
220 gr de farinha de trigo
Massa
4 ovos
3 gemas
220 gr de açúcar
1 copo de brandy
1/2 colher de chá de água com açúcar
1 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de chá de raspas de limão
780 gr de farinha de trigo
10 gr de sal
170 gr de manteiga
Recheio e decoração
4 ovos
1 l de Creme de confeiteiro
Géleia de brilho
100 gr de cerejas
100 gr de açúcar

Modo de Fazer
Fermentação: Dissolva o fermento no leite morno, acrescente o açúcar e a farinha, aos poucos, misture com uma colher de pau. Em seguida, faça uma bola.
Massa: Coloque em uma tigela os ovos, as gemas, o açúcar, aguardente, água de flor de laranjeira, essência e casca. Misture tudo e adicione o fermento e misture bem. Aos poucos, adicione a farinha com o sal, e depois integrar a manteiga amolecida. Se necessário, adicione um pouco de leite morno, divida a massa em 3 partes. Cubra de plástico e deixe descansar por 40 minutos sobre a mesa apenas enfarinhada. Faça um buraco no centro de cada pão e abrir para os lados, formando os fios. Coloque a massa na forma e pressione para afundar. Decore com creme de confeiteiro. Asse em forno a 180°C por 30 minutos. Em seguida, retire e deixe esfriar. Passe a geleia de brilho, decore com as cerejas e o açúcar granulado.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Ovo de Páscoa Recheado com Brigadeiro de Colher


Ingredientes do Ovo de Páscoa:
- 1 kg de chocolate
- Fôrma especial para ovos de Páscoa (250 g)

Modo de Preparo do Ovo de Páscoa:

1.Com uma faca, pique o chocolate ao leite e divida em três partes iguais
2.Derreta duas partes de chocolate no micro-ondas de 30 em 30 segundos, mexendo a cada intervalo
3.Junte a terceira parte e mexa até derreter completamente e ficar homogêneo
4.Pincele o chocolate na forma e leve à geladeira. Repita o processo até a casca ficar grossinha
5.Depois de pincelar a última camada, limpe as bordas e cubra a forma com papel-manteiga
6.Leve à geladeira de cabeça para baixo e deixe endurecer até a casquinha cair da forma

Ingredientes do Recheio:

- 1 lata de leite condensado
- 1 lata de creme de leite
- 4 colheres de sopa de chocolate em pó
- 1 colher de sopa de manteiga.

Modo de Preparo do Recheio:

1.Misture os ingredientes do brigadeiro (1 lata de leite condensado, 1 lata de creme de leite, 4 colheres (sopa) de chocolate em pó, 1 colher (sopa) de manteiga) em uma panela fora do fogo até formar um creme
2.Leve ao fogo baixo e mexa até o brigadeiro começar a desgrudar do fundo da panela
3.Espere o brigadeiro esfriar completamente e encha as metades do ovo com o ele
4.Coloque o ovo de colher numa embalagem e finalize com confeitos coloridos

creditos: Arte de Cozinhar

Receita cheia de saúde: abuse de temperos naturais para deixar as refeições gostosas e mais nutritivas


Os benefícios são inúmeros. O alecrim, por exemplo, melhora a imunidade. Já o tomilho é antibacteriano, e o coentro tem grandes quantidades de fósforo - um mineral importante para o funcionamento do cérebro. Há especiarias capazes até de melhorar o desempenho sexual, como a segurelha.

Na cozinha de Olímpia Farias, de 49 anos, macarrão leva manjericão, carne se faz com orégano e salsa, e feijão tem que ter aquela pitadinha de coentro. Os temperos naturais conquistaram lugar na panela da vendedora por seus aromas e sabores. Mais do que agradar o paladar as ervas fazem bem à saúde, garantem os especialistas.

- Se você coloca um pouco desses temperos em cada refeição, os nutrientes vão se completando e ajudam a suprir as necessidades do organismo - orienta a nutricionista Maria Cecília Corsi.

- Podemos usar cascas, sementes, flores e folhas das ervas aromáticas na comida, com o mesmo objetivo dos chás medicinais - explica o fitoterapeuta Marcos Stern.

Além de enriquecerem o prato com nutrientes, os temperos também ajudam a tornar o preparo das refeições mais saudável.

- Como eles dão sabor ao alimento, evitam o uso excessivo de sal, manteiga e frituras. A alimentação saudável não precisa ser sem graça, "dura". Tem que fazer bem para o corpo e acalmar a alma - diz Maria Cecília.


Aprenda a fazer 

Saladas

Para temperar sua salada de folhas, misture azeite, um pouquinho de nozes, salsa e manjericão picados. O molho também é uma boa escolha para pratos com frango.

Suco

Bata no liquidificador água de coco, abacaxi picado e gengibre a gosto. O suco ajuda a digestão depois de uma refeição mais pesada.

Carne vermelha

O louro, conhecido tempero para o feijão, também deixa as carnes deliciosas. Uma dica é misturá-lo à hortelã, criando um contraste entre os dois sabores.

Peixes

Faça um tempero com alecrim, mostarda, mel, duas colheres de sopa de iogurte e raspa de limão. Cubra o peixe com o molho e deixe cozinhar no forno. Delicioso!

Salmão

Para deixar o peixe — famoso por suas gorduras saudáveis — ainda mais gostoso, acrescente azeite, coentro, tomate em cubos e um abacate pequeno picado. O tempero natural ressalta o sabor do salmão.

Abóbora

Misture azeite, uma colher de café de gengibre cortado fino e sálvia picada. Leve a abóbora ao forno até ficar cozida. Na hora de servir, misture o tempero.

Doces

Sobre os doces, polvilhe a canela em pó. Outra dica é cozinhar a canela em pau em receitas à base de leite


Fonte: Extra

quarta-feira, 13 de março de 2013

Veja a biografia do cardeal Jorge Mario Bergoglio, o papa Francisco I


Momento em que novo papa aparece pela primeira vez aos fiéis
A Confederação Nacional dos Bispos Brasileiros divulgou a biogradia do novo papa.

Data de nascimento: Nasceu em Buenos Aires em 17 de dezembro de 1936.

Educação: Estudou e se diplomou como técnico químico, mas ao decidir-se pelo sacerdócio ingressou no seminário de Villa Devoto. Em 11 de março de 1958 passou ao noviciado da Companhia de Jesus, estudou humanas no Chile, e em 1960, de retorno a Buenos Aires, obteve a licenciatura em Filosofia no Colégio Máximo São José, na localidade de San Miguel. Entre 1964 e 1965 foi professor de Literatura e Psicologia no Colégio da Imaculada da Santa Fé, e em 1966 ditou iguais matérias no Colégio do Salvador de Buenos Aires. Desde 1967 a 1970 cursou Teologia no Colégio Máximo de San Miguel, cuja licenciatura obteve.

Sacerdócio: Em 13 de dezembro de 1969 foi ordenado sacerdote. Em 1971 fez a terceira
aprovação em Alcalá de Henares (Espanha), e em 22 de abril de 1973, sua profissão perpétua. Foi professor de noviços na residência Villa Barilari, de San Miguel (anos 1972/73), professor na Faculdade de Teologia e Consultor da Província e reitor do Colégio Máximo. Em 31 de julho de 1973 foi eleito provincial da Argentina, cargo que exerceu durante seis anos. Esteve na Alemanha, e ao voltar, o superior o destinou ao Colégio de Salvador, de onde passou à igreja da Companhia, da cidade de Córdoba, como diretor espiritual e confessor. Entre 1980 e 1986 foi reitor do Colégio Máximo de San Miguel e das Faculdades de Filosofia e Teologia da mesma Casa.

Episcopado: Em 20 de maio de 1992, João Paulo II o designou bispo titular da Auca e auxiliar de Buenos Aires. Em 27 de junho do mesmo ano recebeu na Catedral primaz a ordenação episcopal, e foi promovido a arcebispo auxiliar de Buenos Aires em 3 de junho de 1998. De tal sé arcebispal é titular desde em 28 de fevereiro de 1998, quando se converteu no primeiro jesuíta que chegou a ser primaz da Argentina.
É Ordinário para os fiéis de rito oriental residentes na Argentina e que não contam com Ordinário de seu próprio rito. Na Conferência Episcopal Argentina é vice-presidente; e como membro da Comissão Executiva é membro da Comissão Permanente representando à Província Eclesiástica de Buenos Aires. Integra, além disso, as comissões episcopais de Educação Católica e da Universidade Católica Argentina, da que é Grande Chanceler. Na Santa Sé, forma parte da Congregação para o Culto Divino e a disciplina dos Sacramentos, e da Congregação para o Clero.

Cardinalato: Criado cardeal presbítero em 21 de fevereiro do 2001; recebeu a barrete vermelha e o título de São Roberto Belarmino.

Receita de Bacalhau , com purê de batata-doce e laranja, da Carla Pernambuco


Bacalhau Carla Pernambuco
Ingredientes:
- 800g de lombo de bacalhau dessalgado, pré-cozido e em lascas grandes
- 6 batatas-doces médias
- Suco de 3 laranjas
- 1 colher de manteiga
- 2 cebolas pequenas em fatias finas
- 2 colheres de sopa de manteiga
- 2 colheres de sopa de farinha de trigo
- 1/2 xícara de leite
- 1 xícara de creme de leite
- 1 pitada de noz-moscada
- Sal a gosto
- 1 colher de sopa de mostarda Dijon
- 1 colher de chá de suco de limão
- 1 gema
- 250g de queijo emmenthal ralado para polvilhar

Modo de preparo:
Descasque as batatas, corte em cubos grandes e as leve para cozinhar com água e uma pitada de sal. Depois, leve as batatas ao fogo e faça um purê com 1 colher de manteiga e o suco de laranja e reserve.

Frite as fatias de cebola no azeite até ficarem bem macias. Junte os cubos de batata e as lascas de bacalhau e reserve. Aqueça a manteiga em uma panela, junte a farinha e faça um roux (mistura de farinha e manteiga que fica levemente marrom). Junte o leite e o creme, misture bem com um batedor para não empelotar.

Cozinhe até formar um bechamel (molho) bem grossinho. Retire do fogo, junte o suco de limão, a mostarda e a gema, mexendo bem. Acerte os temperos e misture com o bacalhau em lascas. Unte aros de 10cm de diâmetro com manteiga e farinha de rosca - preencha até ¾ do aro com a mistura de bacalhau. Complete o restante com o purê de batata doce e finalize com o queijo emmenthal ralado.

Na hora de servir, coloque no forno bem aquecido, 200ºC, até gratinar. Desenforme o aro no prato de serviço e sirva.

Rende: 8 porções
fonte guiadasemana

terça-feira, 12 de março de 2013

NASA descobre um cinturão de energia inédito circundando a Terra


As sondas Van Allen, um par de naves robóticas, foram lançadas pela NASA em agosto de 2012.

  O principal objeto era investigar um par de cinturões de radiação que circunda a Terra. Apenas três dias depois do lançamento, a sonda já começou a produzir resultados inesperados: foi encontrado um terceiro cinturão de radiação, transitório, até então desconhecido para a ciência.

  A NASA diz que a descoberta foi por sorte. A equipe de pesquisadores, liderados pelo cientista planetário Daniel Baker, pediu para que fosse ligado antecipadamente o seu Relativistic Electron Proton Telescope (REPT), esperando que sua observação coincidisse com as de outra missão, a SAMPEX.

Inesperadamente, assim que foi ligado, o REPT avistou um número adicional de partículas de alta energia, presas no preestabelecido par de cinturões. Ao longo de dias essas partículas começaram a se configurar de uma forma nunca vista e se organizou como um terceiro cinturão de energia.



Shri Kanekal, cientista representante da missão das sondas Van Allen e coautor do artigo que descreve os resultados, publicados na revista Science, conta que "começamos a pensar se havia algo de errado com os nossos instrumentos", e descreve a situação: "checamos tudo, mas não havia nada de errado com eles. O terceiro cinto persistiu lindamente, dia após dia, semana após semana, durante quatro semanas".

O momento de formação do anel sugere que uma grande erupção solar, em 31 de agosto de 2012 pode ter ajudado a desencadear a sua formação e, no primeiro dia de outubro o terceiro cinturão desapareceu, aparentemente dissolvido e "virtualmente aniquilado" (citando os pesquisadores) por uma poderosa onda de choque interplanetário de ventos solares.

A descoberta do terceiro cinturão nos obriga a repensar algo que pensávamos já ter entendido.
fonte jornal da ciencia

domingo, 10 de março de 2013

Dia do Telefone


Telefone
10 de Março
Dar um alô. O que não muda por causa de um telefonema? Aquele recado que a gente não recebeu e causou um desencontro. Ouvir a voz do namorado, lá longe, dando um alívio para a saudade... Aquela chamada que marcou a entrevista para o primeiro emprego. A fofoca que veio antes de mais ninguém da turma saber! E a desculpa esfarrapada, dizendo para a mãe que vai dormir na casa da melhor amiga... o que não muda por causa de um telefonema!

Desde o telefone convencional, tal como foi concebido por Graham Bell, até as mais novas concepções tecnológicas, as inovações na telefonia não pararam. Surgiram os aparelhos eletrônicos, os sem fio, os telefones móveis e os celulares, sempre pensando em melhorar a comunicação das pessoas e não deixar faltar aquele alô que muda tudo.
Paralelamente, o telefone veio a se associar a outras funções, nascendo daí a secretária eletrônica, os aparelhos de fax e os modems para conexão à Internet, entre outros.
A tecnologia de ponta em telecomunicações permite associar o telefone aos satélites, que ligam pontos muito distantes, e à fibra óptica, que permite mais ligações ao mesmo tempo. Os recursos vão mudando a cara do telefone, mas a idéia continua a mesma: aproximar as pessoas.
"Meu Deus, isto fala!"
D. Pedro II tomou conhecimento da invenção de Graham Bell em 1876, em uma exposição na Filadélfia, em que se comemorava o centenário da independência dos Estados Unidos. Interessado no trabalho do físico escocês (sim, Graham Bell era físico e era escocês!), D. Pedro quis experimentá-lo. Ao segurar o telefone, pôde escutar Bell declamando Shakespeare e ficou espantado. Daí surgiu a famosa frase: “Meu Deus, isto fala!”, proferida pelo imperador do Brasil na ocasião.
O primeiro telefone chegou ao Brasil em 1877, um ano após a Exposição do Centenário dos Estados Unidos. Segundo o Museu do Telefone da Telesp, há dúvidas sobre onde foi instalado o primeiro aparelho: uma versão afirma que foi na casa comercial “O Grande Mágico”, na Rua do Ouvidor, no Rio de Janeiro, ligando a loja ao quartel do Corpo de Bombeiros; outra versão diz que o primeiro aparelho foi um presente que D. Pedro II teria recebido de Graham Bell, com uma linha do Palácio de São Cristóvão até o centro da cidade.

Por pouco, ninguém dá bola ao telefone
Bell apresentou o telefone em um estande bastante simples para o que seria um recurso tão importante no século XX. Na Exposição do Centenário, na Filadélfia, Graham Bell não pôde reservar um bom lugar para expor seu invento. Graças a um de seus financiadores – um dos comissários da exposição – Bell conseguiu um espaço a tempo. Mas teve que se contentar com uma singela mesinha, na área do Departamento de Educação de Massachusetts.
Com o pouco espaço que lhe coube, por pouco o invento de Graham Bell não passou despercebido. A exposição já estava no final quando a comissão julgadora passou pelo estande onde ficava o telefone. D. Pedro II fazia parte da comissão e já conhecia o trabalho de Bell como professor de surdos-mudos. Foi o único a se interessar pelo telefone e pediu uma demonstração. O resto, você já sabe: “Meu Deus, isto fala!”
Não fosse por isto, talvez, Graham Bell ainda teria que esperar algum tempo até obter reconhecimento por sua maravilhosa invenção.
Curiosidades
Concorrência entre funerárias impulsiona criação de central automática
Almon Brown Strowger era um empresário do setor funerário que levava muito jeito para criação de aparelhos elétricos e telegráficos. Sua principal invenção se deu por causa da esperteza da mulher de seu concorrente no ramo. Ela era telefonista e, sempre que recebia pedidos de ligação para a funerária de Strowger, “por acaso” não conseguia completar a ligação.
Para acabar com as “falhas técnicas” que lhe tirava muitos clientes, Strowger criou em 1892 a central telefônica automática, a primeira do mundo, com apenas 56 telefones.
A primeira central telefônica automática do Brasil chega em 1922. Instalada em Porto Alegre, é a terceira do mundo, depois de Chicago e Nova York.
Ninguém quer telefone?
O telefone demorou para ser aceito e compreendido, até se tornar indispensável. No início do século XX, por exemplo, a maioria da população ainda não tinha uma clara noção do que mudaria na sociedade após esta invenção.

Exemplo disto foi o problema das companhias telefônicas, que enfrentaram um duro caminho até começarem a ter rentabilidade no negócio. Para que o serviço de telefonia se tornasse mais popular, era comum que a companhia oferecesse telefones às residências, gratuitamente. A experiência muitas vezes era frustrante: o aparelho costumava ser devolvido por qualquer motivo que incomodasse o indivíduo
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

sábado, 9 de março de 2013

Facebook apresenta novo feed de notícias Rede atualiza recurso para atrair anunciantes e prender a atenção de usuários


O Facebook apresentou  em Menlo Park, na Califórnia, novas alterações em seu feed de notícias – área reservada às atualizações de toda a rede de contatos do usuário. De acordo com Mark Zuckerberg, o CEO da companhia, a atualização deve melhorar a experiência do usuário, permitindo que ele tenha maior controle sobre o conteúdo que recebe. “Sabemos que o feed de notícias é muito importante. Com a mudança, queremos oferecer ao público o melhor jornal personalizado já visto”, disse.
Facebook


O executivo ainda apontou que o novo design está adaptado às mudanças no tipo de conteúdo presente na rede – que passou a receber mais imagens e vídeos nos últimos anos. “Quando criamos o Facebook, a maioria dos posts continha apenas textos. Agora, mais de 50% do que é publicado vem no formato de imagens e vídeos.”

A mudança permite que os usuários utilize novos filtros para decidir o que vai aparecer em sua página. Por exemplo, existem categorias específicas para posts sobre músicas, vídeos, games e fotos. Basta selecionar um item para conferir as informações correspondentes. Além disso, novos conteúdos publicados pelos contatos não serão mais atualizados automaticamente. Toda vez que alguma novidade chegar, um botão será apresentado no topo do feed informando a quantidade de itens recebidos. É preciso clicar nele para liberar os updates.

Julie Zhou, diretora de design do Facebook, afirmou que a nova interface é mais simples do que a atual, o que possibilita sua utilização em dispositivos móveis. “As pessoas terão a mesma experiência em todas as plataformas”, disse. A migração para o novo feed de notícias começa nesta quinta-feira, e só deve terminar em abril.
fonte veja

Luva que diagnostica infarto em menos de quatro minutos é testada no SUS


Uma luva digital capaz de diagnosticar um infarto em menos de quatro minutos passou a ser utilizada essa semana em uma unidade de regate avançada da rede SUS (Sistema Único de Saúde), na cidade de São José dos Campos, no interior de São Paulo.

O equipamento, que utiliza tecnologia desenvolvida em Israel, faz parte de um projeto piloto e está sendo testado pelo Hospital Municipal "Dr. José de Carvalho Florence", e em breve deverá  ser implantado na capital e outras cidades do Estado.

Fácil de ser manuseado, a luva substitui um aparelho de eletrocardiograma convencional, e pode ser usada mesmo sem a presença de um médico. O aparelho é vestido pelo paciente, e colocado sobre seu peito. Os eletrodos espalhados na luva captam os sinais e enviam para um notebook via bluetooth, sem utilizar fios.

O exame é enviado via 3G para uma central da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) no Hospital São Paulo, na capital, onde um médico emite o diagnóstico em no máximo quatro minutos. Conhecido como telemedicina, esse sistema de diagnóstico à distância também permite medicar pacientes no local do resgate, antes mesmo de chegar ao hospital.

Para o médico emergencista Elton Alves Carvalho Junior, que compõe a equipe que está testando a luva, o sistema de telemedicina é muito eficiente. "Com a luva, o exame é preciso e pode ser feito na casa do paciente ou até no meio de uma rodovia. Um atendimento pré-hospitalar, ainda na ambulância ou no local da emergência faz toda a diferença e pode salvar vidas", destaca.

De acordo com o diretor do Hospital Municipal, o médico Marco Antônio da Silva, outras cinco luvas digitais serão adquiridas para equipar todas as unidades de resgates de São José dos Campos.  "Após os testes, creio que vamos adquirir mais unidades, pois além de salvar vidas, o equipamento ainda otimiza a logística de atendimento, permitindo que o paciente seja encaminhado para a unidade hospitalar certa de acordo com o diagnóstico", ressaltou Silva.

Segundo a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina) que administra o Hospital Municipal de São José dos Campos, o sistema deverá também ser implantado em outros hospitais administrados pela Associação em parceria com a Unifesp,  tanto na capital quanto no interior de São Paulo, dentro da rede pública de saúde.

Custo e Inovação

Outra vantagem do equipamento é o custo. O Hospital Municipal de São José dos Campos pagou R$ 3.000 pela luva e cada laudo emitido custa R$10. "Com esse preço, extremamente baixo se comparado aos benefícios que apresenta, logo este equipamento deverá ser utilizado em toda a rede do SUS" destacou Silva.

Desenvolvida em Israel pelo grupo Commweel Medical e batizada de "PhysioGlove", a luva digital que começa a ser utilizada essa semana na rede pública de saúde  foi lançada no mercado internacional em 2009.

Pela sua inovação tecnológica, portabilidade e facilidade de uso, a luva tornou-se um equipamento muito utilizado em diversos países no mundo, inclusive no Brasil,  em hospitais e clínicas da rede privada de saúde. Na rede pública, esta será a primeira vez que o equipamento será usado no país.


Fonte: Noticias/UOL

quarta-feira, 6 de março de 2013

“Se as coisas do passado acontecessem no presente”. Paulo Konder Bornhausen.



“Se as coisas do passado acontecessem no presente”.
Paulo Konder Bornhausen.
Passado.
Praia de Cabeçudas, Itajaí, verão de 1935.
Irineu (meu pai) aciona o fone ligado por um grosso fio a uma
“tralha” encostada na parede da sala, o que se dava o nome da grande
invenção, o telefone. Estava na sua pequena casa na Praia de Cabeçudas,
uma das quatro de material entre as vinte existentes no lindo local, cujo
acesso era difícil e o aspecto totalmente agreste, com uma vegetação
rasteira que encobria metade da areia da praia, cujo nome teria origem por
ser um recanto procurado pelas tartarugas que em quantidade exibiam
suas cabeças no mar. Além das casas de material havia outras quase 20
de madeira, dos pescadores ou moradores de Itajaí. Havia também um
hotel tido como um dos melhores do Estado; Hotel Cabeçudas.
Era um prédio de dois andares com fachada de material e as
divisórias de madeira , com um pequeno anexo em cima do segundo
andar, onde se alojavam os proprietários e suas três filhas.
Irineu – “Alô Telefonista, aqui é o Irineu, do nº 6. Queria falar com o
número 4, com o seu Zwoelfer do Hotel Cabeçudas”.
A telefonista responde – “Sim, senhor Prefeito, vou providenciar a
ligação”.
Três minutos ficou aguardando com o fone nos ouvidos, quando o Zwoelfer
atendeu.
- “Alô, quem é?”
- “Zwoelfer é o Irineu, queria encomendar uma janta para um
industrial, meu amigo Mario de Almeida e a mulher, Dr. Menescal e a
Dona Odete e Antonio Ramos e a esposa”.
Zwoelfer: – “Clarro, sem prroblema srr. Prrefeito”.
(Irineu ainda era Prefeito, eleito por duas vezes, foi deposto pela revolução
de 30 e o golpe do Estado de 37).
Zwoelfer: -“Eu vai prreparrar um sopa de tartarrugas, um salada
de pepinas, peixe frrita, um pirrão, “Cattoflen” e arroz brranco, de
sobrremesa uma “strudel” de bananas e um glitz de uvas com leite.
Posso serrvir uma boa vinho do Reno ou da Mosele, que acaba de
receberr da Europa. Ta boa assim?”
Irineu – “Excelente Zwoelfer, estaremos aí às 19:00hrs em ponto”.
(Era horário que se servia o jantar).
Logo avisou a Marú (como ele chamava minha mãe e pediu a Adê
(uma sobrinha deles que viveu a vida toda em suas casas) que ficasse com
os garotos, Paulo com seis anos e Roberto com dois. Jorge ainda não tinha
nascido. Os meninos brincavam com as três filhas do Zwoelfer, únicas
crianças que conheciam, a Mause, a Pupe e a Zig. Ioiô, amarelinha, bolas
de gude e desenhos na areia da praia.
Em seguida Irineu, de terno branco de panamá, camisa com gola
engomada, gravata borboleta azul, sapato de verniz e a sua inseparável
palheta com fita preta, entrou no seu “Ford bigode” o mais moderno da
cidade, sem esquecer a manivela que poderia precisar se o motor pifasse e
dirigiu-se para Itajaí. A entrada era precária, toda pedregosa, cheia de
sinuosas curvas, beirando o litoral, praia do Jeremias, Bico do Papagaio,
Praia da Atalaia, passava em frente do Hospital Santa Isabel e na chegada
da cidade atravessava o curtume do Fritz Schneider, que tinha um cheiro
insuportável. Era tão estreita que o obrigava a terríveis manobras, se
entrasse algo no caminho, um carro de boi, uma carroça, uma charrete,
um carro de molas puxado a cavalos, que era o meio de transporte pago,
mais usual, ou eventualmente um dos raros automóveis de proprietários
itajaienses. Chegando a cidade, foi em direção a Barra do Rio, para no
caminho encontrar-se com o Antonio Ramos, na Cia Itajaiense de
Phosforos (CIP), que era proprietário com o amigo.
Depois de longas tentativas conseguiram que a telefonista localizasse
o Dr. Menescal, para avisá-lo do jantar. Estava no Hospital Santa Isabel.
Dr. Menescal era um nordestino e um dos três médicos do município,
morador também de Cabeçudas.
As 15:00hrs da tarde, Irineu, já com o seu motorista Roberto
Tietchem, foi para o Porto de Itajaí recepcionar o casal de amigos que
chegaria no navio Karl Hoepke, vindo do Rio de Janeiro (fiz esta viagem
quando tinha 11 anos, em companhia do Nestor Schiefler sócio do meu pai
e do Nelson Heusi na Bornhausen & Cia (firma de despacho aduaneiro) e
do primo Antonio Carlos Konder Reis, que tinha 15 anos. O pequeno vapor
(como chamava-se na época) quando saia de Itajaí, parava em São
Francisco, Paranaguá, Santos e Angra dos Reis, antes de chegar ao Rio
(viagem cerca de cinco dias).
A chegada do vapor era uma festa na cidade. Dezenas de pessoas se
encontravam no pequeno trapiche onde ficaria atracado, depois que a
lanchinha do Pratico (piloto conhecedor do canal que ficava entre o mar e o
porto) chegasse ao vapor, fora da barra, para assumir o comando.
Recepcionado o casal Mario de Almeida, Irineu, levou-os para o Hotel
Cabeçudas onde ficariam três dias hospedados até a volta do vapor que
ainda iria a Florianópolis. Irineu recomendara ao Zwoelfer que reservasse
um quarto perto do banheiro, que eram dois, no corredor do segundo
andar, se não me falha a memória, com dez ou doze quartos, dos quais o
melhor era de exclusividade de meu tio Marcos Konder, que lá residia
permanentemente e era o então Presidente da Usina de Açúcar Adelaide,
situado numa vila perto de Itajaí, chamada Pedra de Amolar.
Por volta das 18:00hrs, Irineu foi buscar o casal para levá-los a sua
residência, onde já estavam os outros quatro convidados. Os homens de
terno e gravata borboleta e as mulheres de vestidos longos e pomposos
chapéus, como mandava a moda da época.
Marú, serviu um vermuth seco e um conhaque macieira para os
homens, groselha de framboesa e água mineral da Guarda, para as
mulheres, acompanhados de amendoins com casca e azeitonas.
Dez para as 19:00hrs Irineu alertou:
- “Pessoal vamos jantar, pois o alemão vira uma fera se chegarmos
um minuto atrasados”.
Antes de sair, Marú avisou a Adê:
- “Não esqueça os mosquiteiros nas camas dos garotos.”.
Zwoelfer, vestido de paletó branco, camisa branca com colete, gravata
borboleta e um “pataco” (relógio de bolso) pendurado no colete, estava de
bom humor, pois havia bebido alguns copos de vinho.
- “Bom noite, entrre pessoal”. E os encaminhou para uma mesa no
restaurante, onde estava pendurado no centro, uma grande casca de
tartaruga e havia no fundo um bar, que tinha um grande armário de
madeira hermeticamente fechado, onde eram colocadas as barras de gelo
fabricadas pelo seu Zena em Itajaí. Ali eram guardados os alimentos
perecíveis e as bebidas, para ficarem gelados.
Depois de todos sentarem, o Zwoelfer. e o garçon Ivo, colocaram
sobre a mesa todos os pratos feitos.
- “Esperro que esteja gostosa srr. Prrefeito, vou buscarr os
vinhos”.
O ágape foi descontraído, a conversa versava sobre um possível
golpe de Estado que Getulio Vargas, o Presidente da República, estava
preparando com o sr. Ministro de Justiça Chico Campos e o Chefe da Casa
Civil, Lourival Fontes, que preparava os discursos de Getúlio.
A comida bem caseira, mas sempre saborosa.
Fim do jantar, Irineu que não gostava de pendurar contas, começou
a tirar da carteira os seus contos de reis para pagar o recibo que o Ivo lhe
apresentara num papel branco escrito a mão.
Três dias depois de belos dias e banhos de mar que esteve calmo
nesta oportunidade, o que era raro, Irineu com seu motorista levaram o
casal Mario Almeida que voltariam no Karl Hoepcke que chegara de
Florianópolis, rumo a Capital Federal.
Presente.
Praia de Cabeçudas – Itajaí verão de 2013. (Como se todos os locais e
pessoas existissem com a idade de 1935).
Irineu no seu iphone encomenda o jantar e o sr. Zwoelfer com o seu
blackberry responde;
- Irrineu está tudo certa. Vamos preparrar um “Caeserr Salad” e
um mousse de carrangueijos da Alaska. Como prrato prrincipal, uns
rrãs a prrovençal, uma “Magrreta de Canarrd” com geléia de
frramboesa e batatos “flambada”. Parra sobrremesa uma “Crema
Brulee” e frrutas. É boa assim?
- Ótimo sr. Zwoelfer. Responde Irineu pelo iphone.
Como o jantar seria as 21:30hrs, Marú preparou um aperitivo na
sua bela residência. Um coquetel para os homens, com Kyr Royal, queijo
Brie e da Serra da Estrela de Portugal, acompanhado de salmão,
casquinhas de siri e garras de Goiá, comprados no Luiz pescador, casado
com nossa cozinheira Laura, que morava em frente a Ilha das Cabras no
caminho que levava para Itajaí, com asfalto novo, bem sinalizado, largo e
com a encosta toda florida.
As 10:00hrs partiram para o cinco estrelas, Hotel Cabeçudas. Irineu
trajava um impecável terno escuro de seda italiano, camisa Brione, gravata
Pierre Cardin e um chapéu de feltro que comprara em Milão. Marú,
elegantérrima, vestia um belíssimo Chanel.
Quando chegaram, foram levados pelo Zwoelfer diretamente ao
lindíssimo bar do Hotel que ficava ligado ao Restaurante que tinha sido
copiado do Maxim’s de Paris, inclusive as cortinas, os lustres de cristais
franceses e candelabros de prata, sobre todas as mesas, com velas acesas
na hora do jantar. Os talheres de prata e a louça alemã Villeroy & Boch.
Mais adiante ficava a boate Alles Blau, pintada com suave azul
marinho e a pista de dança de porcelanato, onde os convivas dançavam
após o jantar animado por seu Dj contratado pelo Zwoelfer em São Paulo.
Durante o jantar a conversa prevaleceu sobre política. Em certo momento,
depois de comentar os últimos acontecimentos, a “burra” política
econômica do Mantega, Irineu exclamou; - “Agora só falta o racionamento
e a escalada da inflação para Dilma ir para o espaço”. O que retrucou o
Mario; - “Irineu, se isso ocorrer voltaremos para o inferno com a eleição do
Lula”. Ainda comentaram sobre a eleição do corrupto Renan Calheiros e o
relato de um cientista americano que anunciava para a próxima década a
colocação de um “chip” no nascituro que permitiria acompanhar os órgãos
e suas futuras fragilidades para serem combatidas antecipamente, o que
causou desconfiança ao Dr. Menescal.
O jantar foi um luxo. Na ocasião o Sr. Zwoelfer estava trajando
casaca preta com colarinho cinza, calça listrada, impecável, e o Ivo,
garçom, vestia um terno de linho preto, gravata borboleta cinza. Foi
servido de forma elegante, a francesa. Acompanhado com vinho Petrus
depois de uma taça de Champage Brut e água mineral Perrier.
Ao final foi servido um cálice de vinho do Porto 1887.
Terminado o jantar, Irineu usou seu cartão de Crédito Visa Platinum,
pagando a nota fiscal impressa, embutida numa caixa de madeira de lei,
que o Ivo lhe trouxera a mesa.
Dançaram um pouco na requintada Boate Alles Blau e em seguida,
enquanto o casal Mario de Almeida recolhia-se na Suíte Presidencial do
luxuoso Hotel, no décimo andar, no qual iria trabalhar no seu notebook ou
ipad. Os demais seguiram para as suas residências, Irineu na Mercedes do
último tipo e Antonio Ramos com a sua Ferrari e Dr. Menescal no seu
BMW.
Irineu ligou a televisão 3D e Marú foi ver como estavam os meninos
no quarto com ar refrigerado.
A Globo em edição extraordinária anunciava a tragédia de Santa
Maria. Irineu gritou – “Marú venha ver a tv, pegou fogo numa boate,
chamada Kiss, em Santa Maria no Rio Grande do Sul, com centenas de
mortos e feridos”.
Marú veio correndo, para assistirem estarrecidos a tragédia ocorrida.
Terminando a reportagem, o repórter comentou a eleição do corrupto
Renan Calheiros para a Presidência do Senado, os incêndios nas viaturas
em Santa Catarina e descreveu sobre a continuação do massacre na Síria.
Custaram a dormir, sem antes Marú rezar, o que fazia habitualmente, até
morrer aos 96 anos.
Antes disso, terminando o jantar, lembrou-se Irineu que prometera
levar seus convidados a cidade para conhecerem a nova Prefeitura, o local
onde anualmente se realiza a Marejada, o movimentado e moderno Porto
de Itajaí e novíssimo Porto de Navegantes, sem esquecer do Museu Marcos
Konder, no antigo prédio por ele mesmo construído, e adiantou que no dia
seguinte levaria para conhecer o majestoso Balneário de Camboriú e o
“point” do momento, a Praia Brava.
Foi o que aconteceu, tendo almoçado no excelente “Chez Raymund”
e no dia seguinte no Restaurante Vieiras em Itapema, onde se come os
melhores frutos do mar da região.
O casal carioca ficou encantado com tudo que viu e cumprimentou o
Prefeito por sua excepcional administração, o que deixou Irineu muito
feliz.
No terceiro dia, Irineu foi buscá-lo no Hotel para levá-los ao
Aeorporto de Navegantes, onde pegariam um Airbus 320 que os levaria ao
Rio, onde permaneceriam cinco dias, pois estavam de viagem marcada
para Dubai, alias no mesmo dia em que Marú e Irineu iriam para Bali.
Pois agora?

Mousse de chocolate com lascas de chocolate da chef Rachel Khoo


Mousse de chocolate com lascas de chocolate
Rendimento: 4-6 porções
Tempo de preparo: 45 minutos
Tempo de descanso: 2 horas (incluindo o creme de confeiteiro)
Tempo de cozimento: 35 minutos

Como fazer o creme confeiteiro:
Ingredientes:
3 gemas de ovos médios
50g de açúcar
20g de amido de milho
250ml de leite integral
1 colher (sopa) bem cheia de cacau em pó

Modo de preparo:
Para fazer a crème pâtissière, ou seja, o creme confeiteiro, bata as gemas com o açúcar até engrossar e esbranquiçar e depois incorpore o amido. Acrescente o cacau em pó ao leite, ferva e apague o fogo. Despeje o leite aos poucos sobre a mistura dos ovos, batendo vigorosamente sem parar. Mas atenção, despeje devagar para os ovos não ficarem mexidos. Transfira a mistura para uma panela limpa e leve-a ao fogo brando, mexendo sempre. Raspe os lados e o fundo para não queimar. O creme começará a engrossar e perto de começar a borbulhar, retire do fogo. Despeje numa tigela rasa e cubra com filme de PVC, encostando-o diretamente no creme. Leve para refrigerar por, pelo menos, uma hora antes de usá-lo.



Como fazer merengue de chocolate:
Ingredientes:
3 claras de ovos médios
50g de açúcar de confeiteiro
Gotinhas de sumo de limão
1 pitada de sal
150g de chocolate amargo bem picadinho
200ml de creme batido
2 colheres de sopa de manteiga amolecida (para servir)
50g de lascas de cacau (para servir)

Modo de preparo:
Para fazer o merengue, ponha metade das claras numa tigela limpa de vidro ou aço. Acrescente o açúcar, o sumo de limão e o sal, e bata até ficar branco. Incorpore o resto das claras e continue batendo até o merengue criar picos firmes. Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas em uma regulagem baixa. Bata o creme para formar picos firmes.



Para fazer a mousse de chocolate, bata o creme de confeiteiro para deixá-lo liso antes de adicionar o chocolate derretido. Incorpore um terço do merengue, depois acrescente delicadamente o resto e em seguida o creme batido. Para servir, pincele 4-6 copinhos ou forminhas com manteiga amolecida. Acrescente algumas lascas de cacau e faça um movimento circular para cobrir por igual o fundo e as laterais dos recipientes. Distribua a musse nos copinhos e refrigere por pelo menos 1 hora — o ideal são 4 horas. Sirva gelada, polvilhada de lascas de cacau. A mousse é mais gostosa no mesmo dia e não deve ser guardada por mais de 2 dias, por causa das claras cruas.

Crédito da receita:
Tradução de Adalgisa Campos da Silva; parte integrante do livro "A pequena cozinha em Paris", Editora Intrínseca – lançamento no segundo semestre de 2013.

terça-feira, 5 de março de 2013

Crendices populares: Verdades e mentiras


Transmitidas de geração para geração, existem crenças que atravessam os séculos e ainda encontram eco nos dias de hoje, agora principalmente, através da Internet.

 Portanto vamos às verdades e mentiras:

1) Não se deve tomar banho depois da refeição
Depende do tamanho da refeição!
Após uma comidinha leve não tem problema. Mas, depois de uma feijoada, o banho vai dificultar a digestão.
Após a refeição, o metabolismo fica todo voltado para o processamento do alimento ingerido e qualquer tipo de atividade física que consuma mais energia vai desviar parte do fluxo sangüíneo para a musculatura, atrapalhando a digestão.
Mas não há nada de errado em dar um mergulho durante um churrasco à beira da piscina.

2) Tomar um copo d'água morna em jejum faz você emagrecer
Mentira. Quem dera!
Mas pode-se tomar água morna de estômago vazio porque ajuda o intestino a funcionar e hidrata o corpo.

3) Coca-Cola melhora enjôo
Mentira. Ledo engano. A Coca-cola irrita a mucosa do estômago e pode causar gastrite.

4) Manga com leite mata
Que bobagem! Certas combinações são de difícil digestão.
Existem estudos que desaconselham comer carne com derivados do leite, porque são proteínas diferentes, que quando misturadas, tendem a se depositar no estômago, tornando a digestão mais difícil.

5) Tomar café à noite dá insônia
Pode ser que sim, pode ser que não. Depende de cada organismo.
Se a pessoa tiver sensibilidade à cafeína, a substância vai funcionar como estimulante.
Chá preto e guaraná fazem o mesmo.

6) Comer banana à noite dá indigestão
Não necessariamente. Mas a banana costuma fermentar no organismo, formando gases.
À noite, como a digestão é mais lenta, essa tendência aumenta.

7) Suco de limão em jejum ajuda a emagrecer
Mentira. Tomar esse tipo de suco em jejum pode ajudar a criar uma gastrite.
O limão é uma fruta muito ácida e não deve ser ingerida de estômago vazio.

8) Comer muito à noite dá pesadelos
Verdade. Com direito a bicho-papão e tudo.
Não se esqueça de que à noite a digestão é mais lenta; se a pessoa come muito e vai dormir, poderá ter indigestão e pesadelos.
A carne, por exemplo, leva mais de 12 horas para ser digerida. O ideal é comer alimentos leves no jantar e evitar queijo e chocolate, que contêm uma substância que induz à dor de cabeça.

9) Ingerir bebida alcoólica no dia seguinte a uma bebedeira cura a ressaca
Mentira! Essa deve ter sido inventada por algum alcoólatra! Isso só vai estimular uma nova bebedeira.
A ressaca melhora com glicose. Beber água com açúcar ajuda, ou até mesmo duas colheres de mel faz muito bem.

10) Água com açúcar tem efeito calmante
Verdade. A mistura, na verdade, tem algum efeito calmante, apesar de não haver estudos sobre o assunto.
Quando a pessoa fica nervosa ou tem uma emoção forte, o sistema nervoso joga adrenalina no sangue e a adrenalina consome a glicose mais rapidamente. O açúcar ajuda a reequilibrar o organismo.

11) Álcool é um estimulante sexual
Uma faca de dois gumes. Em quantidades moderadas pode até ajudar a desinibir os parceiros.
Em excesso é prejudicial porque pode, entre outros efeitos, levar à perda de controle emocional, da potência, e fazer a pessoa acordar no dia seguinte arrependida ou sem saber o que aconteceu. Um trauma.

12) Gemada e amendoim são afrodisíacos
Efeito psicológico. Não há, nos estudos da genética dos alimentos, comprovação de que exerçam efeito significativo na complexa estrutura sexual do homem e da mulher.

13) Masturbação em excesso é prejudicial à saúde
Mentira. Há uma lista enorme de crendices relacionadas à masturbação, como a de que provoca rugas, fazer crescer pêlos nas mãos dos meninos ou esgota a quantidade de esperma do homem. Mas, se essa prática provocasse algum mal, pelo menos metade da humanidade estaria doente.

14) Chocolate e amendoim causam espinha
Não existe comprovação na literatura médica, apesar de alguns dermatologistas receitarem dietas para o tratamento de acne. Só os medicamentos podem causar irritação na pele.

15) Pasta de dente cura espinha
Mentira. Pode, inclusive, fazer mal. Os componentes químicos do creme dental podem causar irritação na pele.

16) Levar um susto acaba com soluço
Pode até ajudar, mas só para crianças maiores e adultos.
Ao levar um susto, a pessoa prende a respiração; isso acarreta retenção maior de CO2 - o que cura o soluço.

Consultores: Médicos de diversas áreas: dermatologia, obstetras, nutrologia, medicina ortomolecular, ginecologia, pediatria.

E há mais essas, que ninguém sabe até hoje dizer se são verdade ou mentira:

17) Cruzar com gato preto na rua dá azar
Essa pode ser verdade, principalmente se atrás do gato vier um assaltante!
Na Idade Média, acreditava-se que as bruxas transformavam-se nesses animais.
Por isso, diz a lenda que cruzar com gato preto é azar na certa.

18) Jogar sabão para Santa Clara faz parar de chover
Como se acha a Santa Clara pra jogar o sabão pra ela?

19) Chinelo ou sapato com a sola virada para cima, o pai ou a mãe podem morrer

20) Sol com chuva, casamento de viúva

21) Apontar estrela com o dedo faz nascer verruga
A verruga nasce no próprio dedo ou pode nascer em outro lugar?

22) Mulher que tem o segundo dedo do pé maior que o primeiro, manda no marido
Essa deve ser verdade, conheço várias, embora nunca tenha observado os pés delas.

23) Cortar cabelo na Sexta-feira Santa não cresce mais
Pode ser uma boa forma de economizar o dinheiro do corte de cabelo daqui pra frente...

24) Vassoura atrás da porta espanta visitas
Não funciona, já tentei...

25) Sexta-feira 13 é dia de azar
Diz a lenda que quando as tribos da Escandinávia foram convertidas ao cristianismo, Friga, a deusa do amor e da beleza, foi transformada em bruxa e isolada no alto de uma montanha. Como vingança, ela teria passado a se reunir todas as sextas-feiras com outras 11 feiticeiras, mais o próprio Satanás, para rogar pragas sobre a humanidade. Vem de seu nome as palavras friadagr e Friday, sexta-feira em escandinavo e inglês, respectivamente.

26) Agosto é mês do desgosto
Uma versão dessa superstição vem de Portugal e foi trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses. Diz que as mulheres portuguesas não se casavam no mês de agosto, pois era a época em que os homens zarpavam em expedições à procura de novas conquistas. Casar nesse mês significava, além de ficar só e sem lua-de-mel, a chance de tornar-se viúva.

27) Assobiar à noite chama cobra
No meu apartamento nunca subiu nenhuma...

28) Jogar sal no fogo espanta o azar

29) A pessoa que é pulada não cresce mais

30) O número 7 é o número da mentira ou número mágico
Segundo Pitágoras, matemático e pai da numerologia, o número 7 é sagrado, perfeito e poderoso.
Junto com todos os ímpares, é considerado mágico. Ele aparece em vários fatos históricos.
São 7: sacramentos, pecados capitais, notas musicais, maravilhas do mundo antigo, virtudes, pragas do Egito, dias para a criação do mundo, imperadores de Roma que morreram assassinados.
Além disso, o arco-íris tem sete cores, há o manifesto das sete artes, pula-se 7 ondas no réveillon e 70 x 7 é a conta do perdão.

31) Quem passa debaixo do arco-íris vira mula-sem-cabeça
Mas alguém já conseguiu passar debaixo de um?

32) Quem canta na quaresma vira mula-de-padre
Essa deve ser velha, os padres de hoje andam de taxi...

33) Passar debaixo da escada dá má sorte
A versão mais aceita é a de que ela tenha se originado durante a Idade Média, época dos castelos protegidos por altas muralhas: quando eram atacados, levantavam-se as pontes e fechavam-se os portões de entrada, de modo tal que o único meio de invadi-los era com o uso de escadas.
Como defesa para esse tipo de investida costumava-se derramar óleo fervente sobre os inimigos, e nessa hora, quem subia ou firmava a escada recebia um banho mortal.
Daí surgiu a certeza de que segurar uma dessas peças por baixo não era um bom negócio porque isso poderia trazer má sorte para o infeliz que estivesse em tal posição, pensamento que atravessou os séculos e permanece até hoje simbolizando o receio dos passantes quanto à possibilidade de que alguma coisa possa escapar das mãos do pedreiro ou pintor que esteja trabalhando lá no alto, e lhes caia na cabeça.

34) Quebrar um espelho, dá sete anos de azar
Na Idade Média, por serem muito caros, levaram os nobres que os possuíam a advertirem seus serviçais sobre o extremo cuidado com que a limpeza dos mesmos deveria ser feita, pois quem tivesse a infelicidade de quebrar um deles estaria fadado a viver sete anos de mau agouro.

35) Colocar bolsa no chão faz o dinheiro acabar

36) Andar com uma figa dá sorte
Na Grécia antiga e em Roma, ter uma figa como amuleto era comum, principalmente para mulheres, pois era considerada símbolo de fertilidade. O polegar entre os dedos representaria o órgão masculino penetrando no feminino. No início do cristianismo, acreditava-se que colocar o polegar sob os outros dedos ou fazer figa afastava fantasmas e maus espíritos. Com o tempo, a figa, que foi trazida ao Brasil pelos europeus, passou a ser utilizada para proteção contra mau-olhado e influências negativas.

37) Abrir guarda-chuva dentro de casa traz infortúnios e problemas aos familiares
Dizem que dá azar e quando o fazemos temos de abri-lo e fechá-lo três vezes seguidas.

38) Comer sementes de romã traz prosperidade
Originária do sul da Ásia, a romã era cultivada pelos fenícios, que associavam o fruto à riqueza.
Pela tradição, para que não falte dinheiro, deve-se comer sete sementes da fruta e guardar os caroços na carteira até o ano seguinte.

39) Ferradura dá sorte
É considerado um amuleto de sorte desde a Grécia antiga.
Primeiramente, ele era confeccionado em barro, elemento que os gregos acreditavam servir como proteção de todo mal.
Além disso, o seu formato lembra a lua crescente, símbolo de fertilidade e prosperidade.
Recomenda-se usá-la no alto da porta, com as pontas viradas para cima, para que a sorte não vá embora. Mas há quem diga que ela deve ficar com as pontas para baixo, para que a sorte se espalhe por toda a casa.
Se não for bem fixada, pode cair na sua cabeça e deixar de ser considerado amuleto de sorte...


40) Santo Antonio é o santo casamenteiro
Fernando de Bulhões, verdadeiro nome de Santo Antônio, nasceu em Lisboa em 15 de agosto de 1192, numa família importante e cheia de posses.
Seu pai, Martinho de Bulhões, era cavaleiro do rei Afonso II de Portugal, e Maria, sua mãe, era parente de Failo I, o quarto rei das Astúrias.
Abdicou de sua riqueza aos 15 anos, quando entrou para um convento agostiniano em Lisboa.
Em 1220, ao ingressar na Ordem Franciscana, trocou seu nome para Antônio.
Morreu aos 39 anos, numa sexta-feira 13 de junho de 1231, e 11 meses depois foi canonizado pelo papa Gregório IX. Desde então, é objeto de grande devoção popular.
É considerado o santo casamenteiro e o padroeiro dos pobres, sempre envolto em muitas rezas e simpatias.

41) Pé de coelho dá sorte
Carregar um pé-de-coelho no bolso para atrair a sorte não veio deste animal, mas da lebre.
O rito nasceu da crença de que os ossos das patas da lebre poderiam curar gota e outros reumatismos.
Para ser eficaz, o osso devia ter uma articulação intacta. Por serem tão parecidos, a lebre e o coelho passaram a fazer parte dessas crendices relativas a suas virtudes mágicas.

42) Encontrar um trevo de quatro folhas
O trevo é uma planta com três folhas, mas quando encontrado com quatro folhas, algo raro, é sinal de boa sorte. Entretanto, para que ele dê sorte, o trevo de quatro folhas deve ser recebido de alguém e repassado para mais três pessoas.




Fonte: Webnota10

domingo, 3 de março de 2013

FANTÁSTICA imagem de satélite (NASA) da tarde de hoje !!!! veja!!!


Foto: FANTÁSTICA imagem de satélite (NASA) da tarde de hoje mostrando o enorme ciclone na costa da Argentina e a frente fria associada sobre o Rio Grande do Sul, onde provoca chuva localmente forte a torrencial com temporais isolados do Centro para o Norte do Estado. O ciclone se afasta do continente e não representa maior risco, exceto para a navegação em alto mar.



FANTÁSTICA imagem de satélite (NASA) da tarde de hoje mostrando o enorme ciclone na costa da Argentina e a frente fria associada sobre o Rio Grande do Sul, onde provoca chuva localmente forte a torrencial com temporais isolados do Centro para o Norte do Estado. O ciclone se afasta do continente e não representa maior risco, exceto para a navegação em alto mar.
fonte metsulmeteorologia

sábado, 2 de março de 2013

Torta de queijos e alho poró


Ingredientes
Para a massa

500 gramas de farinha de trigo
250 gramas de manteiga sem sal (em cubinho e bem gelada)
2 ovos, sendo um inteiro
½ colher de chá de sal
½ copo de água fria


Para o recheio

200g de queijo Gouda ralado grosso
200g de queijo mussarela ralado grosso
100g de parmesão ralado grosso
2 talos de alho poró cortados bem fino (somente a parte branca)
Noz moscada a gosto
150g de bacon picado
2 ovos
200 ml de creme de leite fresco

Modo de preparo
Massa

Misture a farinha e o sal à manteiga fazendo assim uma farofa
Adicione o ovo inteiro, a gema e a água
Misture tudo com as pontas dos dedos sem trabalhar demais a massa
Embale em filme plástico e leve à geladeira para descansar



Montagem
Frite o bacon e reserve
Com um pouco dessa gordura residual, salteie o alho poró e reserve também
Junte no liquidificador os ovos, o sal, a noz moscada e o creme de leite e bata bem
Forre o fundo e os lados de uma forma redonda de fundo falso, com 25cm de diâmetro
Adicione os queijos ralados, o bacon, o alho poró e finalize com a mistura do liquidificador
Leve para assar em forno já quente (170°C) por aproximadamente 40 minutos
fonte citron

Salada de camembert quente em crosta de mel trufado


Salada com queijo camembert quente em crosta de mel trufado
Para fazer a salada:
Ingredientes:
100g de folhas verdes variadas
30ml de azeite extravirgem
1 ml de balsâmico
30g de amêndoas em lascas torradas
1 figo fresco maduro

Modo de preparo:
Em um prato, arrume as folhas deixando espaço para colocar o queijo. Tempere as folhas com o azeite e o vinagre balsâmico e espalhe as lâminas de amêndoas por cima. Corte o figo em pedaços pequenos e guarneça a salada. Por último, coloque o queijo ainda quente e sirva imediatamente.

Para fazer o queijo camembert:
Ingredientes:
200g de queijo camembert de boa qualidade
40g de amêndoas torradas e finamente picadas
30g de farinha de pão fresco
50g de mel trufado (pode ser usado mel comum ou com outros aromas)
1 gema de ovo pequena

Modo de preparo:
Misture a gema com o mel trufado com a ajuda de um garfo e reserve. Em uma tigela, misture as amêndoas e a farinha de pão fresco. Tempere com sal e pimenta e reserve. Preaqueça o forno a 190ºC, ou temperatura media. Divida o queijo em duas partes iguais e pincele a mistura de mel e gema por todo o queijo. Em seguida, passe na farinha de amêndoas temperada. Coloque no forno preaquecido, por cerca de 5 minutos, até que a crosta esteja dourada e o queijo macio, mas sem se desmanchar. Coloque no prato com a salada e sirva imediatamente.
fonte gnt

sexta-feira, 1 de março de 2013

Além do Tabu: Afinal, comer carne de cavalo é prejudicial à saúde?


Desde a pré-história, os cavalos selvagens eram considerados fonte de alimento.

A carne é macia, pobre em gordura e rica em proteínas. Hoje em dia, a carne equina faz parte da alimentação de poucos países, a maioria concentra-se no lado oriental do globo, mas também faz parte das tradições culinárias em algumas nações da Europa e América do Sul. Estima-se que praticamente 4,7 milhões de cavalos sejam abatidos por ano para esse fim. Apesar disso, em muitas culturas, existe um grande tabu em relação a esse consumo.

Em países tradicionalmente católicos, inclusive no Brasil, considerado laico, a carne de cavalo já foi associada ao pecado, porque era consumida em festas pagãs. Por causa disso, a Igreja Católica proibiu o seu consumo, hoje ela é liberada, mas muitas pessoas não aderiram ao costume. Além disso, desde tempos mais remotos, o cavalo desempenha funções de trabalho e de estimação que geram certa afinidade dele com o homem. Essa relação de afetividade também contribuiu para o desenvolvimento da aversão ao consumo da carne equina.

Recentemente, foi descoberto na Europa que a carne de cavalo estava sendo vendida como carne bovina em vários alimentos, e essa notícia abalou as estruturas da Europa, repercutiu no mundo inteiro, e gerou outra discussão: afinal de contas, a carne equina faz mal a saúde?

Entenda a polêmica

No início deste ano, foi descoberto que a Findus, marca de lasanha, continha até 100% de carne equina, quando na embalagem indicava que o alimento tinha origem de carne bovina. A notícia surgiu duas semanas após a descoberta de carne de cavalo em hambúrgueres, também no Reino Unido.

A marca Findus, de origem sueca, testou 18 de suas lasanhas de carne congelada, no qual eram fornecidas pela empresa francesa Comigel, e detectou que 11 das 18 lasanhas continham de 60% a 100% de carne de cavalo.

As lasanhas foram produzidas em Luxemburgo, mas a carne era um produto importado da França, e segundo consta, foi na França que a empresa exportadora colocava os “rótulos fraudulentos”. Dias depois, foi confirmada a venda de carne de cavalo, na Inglaterra e na Irlanda, como se fosse carne de vaca. A carne tinha origem na Romênia e foi comprada pelo grupo francês que fornece a Findus.

David Cameron, o primeiro-ministro britânico, declarou que a situação é “completamente inaceitável”. Já a Agência Alimentar britânica (FSA, na sigla inglesa) considerou esta descoberta como uma atividade criminosa, e que os culpados devem ser punidos.  As autoridades já mandaram tirar os produtos do mercado.

A fraude fez com que os países da União Europeia se reunissem para discutir um reforço no controle da indústria da carne e uma eventual suspensão de importação de carnes na Europa. Estima-se que onze países possam ter vendido carne de cavalo disfarçada em produtos nos quais o rótulo indicava carne de origem bovina.

Agora, a União Europeia está intensificando os testes de DNA nos produtos de carne, na tentativa de determinar melhor o que está acontecendo com o alimento vendido no Reino Unido. A Grã-Bretanha e os Estados Unidos continuam firmemente contrários ao abate e consumo da carne equina.

Afinal, a carne de cavalo faz mal à saúde?

Embora toda a polêmica esteja em torno da prática criminosa, que foi a fraude, o que as pessoas realmente querem saber é se a carne equina, de fato, pode fazer mal ao nosso organismo.

A resposta é não! De acordo com especialistas em nutrição, apesar do aparente e inabalável tabu envolvendo a alimentação com a carne de cavalo, o alimento pode ser muito mais saudável e rico em proteína do que os outros tipos de carne.

A nutricionista Martha McKittrick afirmou: “Como a carne de búfalo, ela [carne equina] tende a ter mais músculo, por isso tem menos gordura. É também muito rica em proteínas e rica em ferro”. Apesar disso, McKittrick não defende o consumo desse tipo de carne.

Já a nutricionista Esther Blum declarou: “Profissionalmente falando, [a carne equina] é uma alternativa muito melhor do que a carne bovina, porque com a carne convencional, os animais são alimentados com soja, milho e cereais, que os torna pro-inflamatório. Considerando que, com cavalos, eles são definitivamente uma carne magra e não expostos a hormônios ou antibióticos”.

Blum também observou que as vacas ingerem muitos pesticidas, e esses compostos químicos prejudicam o sistema endócrino e podem levar à obesidade. Os cavalos de pasto, por sua vez, não consomem esses compostos, por isso são mais saudáveis. Entretanto, tudo depende da alimentação desses animais.

A polêmica afeta o Brasil?

Embora a fraude seja um problema interno europeu, a polêmica pode sim afetar negativamente a economia brasileira, segundo a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes que recentemente vem estudando quais são os prejuízos para o produto brasileiro no mercado internacional.



O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de carne bovina, e é o segundo maior exportador. Em números, foi exportado 1,13 milhão de tonelada do alimento no ano passado, o que significa um aumento de 13,4% em relação ao ano de 2011. Esse crescimento representa um recorde em termos financeiros, pois a receita foi de 5,77 bilhões de dólares, aproximadamente 11 bilhões de reais. Os três principais destinos da exportação brasileira é a União Europeia, Rússia e Hong Kong.

Fernando Sampaio, diretor executivo da associação, disse que a imagem da carne em geral é imediatamente afetada: “As pessoas ficam desconfiadas e o consumo baixa bastante”, explicou ele em entrevista ao site da revista VEJA.

O consumo de fato está diminuindo. Segundo uma pesquisa encomendada pelos jornais britânicos Sunday, Mirror e The Independent on Sunday, quase um terço dos adultos na Grã-Bretanha pararam de consumir alimentos prontos, e 7% pararam de comer qualquer tipo de carne.

Ainda, de acordo com a pesquisa, mais da metade dos entrevistados se mostraram a favor da proibição da importação de carne até que a real origem seja verificada e divulgada. 30% dos entrevistados acreditam que o governo britânico não está sabendo lidar com a crise. Em contra partida, 44% discordam, e acham que o governo respondeu adequadamente.

Em meio a tanta polêmica, uma coisa é certa: quando uns erram todos sofrem as consequências. O jeito é esperar para ver os próximos capítulos dessa história que parece ir longe.
FONTE JORNAL DA CIENCIA

Ocorreu um erro neste gadget