Saúde

Clique aqui para ver todos os posts com o tema de saúde, com opções naturais e ações interessantes para melhorar o seu dia-a-dia.

Receitas

Receitas de água na boca para todos os gostos: de vários lugares, doces e salgadas.

Notícias

Mantenham-se atualizados com as últimas notícias que estão rolando por Floripa e pelo mundo.

Curiosidades

Dicas e truques para fazer a vida um pouquinho mais fácil, e informações divertidas sobre todos os tipos de assunto.

Depoimentos

Opiniões e informações de todos os cantos da internet.

Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


terça-feira, 31 de maio de 2011

Nova regra vai baratear telefone fixo para 68 milhões


No dia 28, começaram a valer novas regras para a realização de chamadas entre telefones fixos de cerca de 560 municípios brasileiros, que passarão de ligações de longa distância (DDD) a ligação local. A mudança deixará a conta de telefone mais barata para 68 milhões de pessoas, conforme estimativa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). As mudanças abrangem ligações realizadas em 39 regiões metropolitanas e três regiões integradas de desenvolvimento.A alteração tornou-se possível a partir da revisão do Regulamento sobre Áreas Locais para o Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC). A mudança havia sido publicada pela Anatel em 21 de janeiro deste ano. Com o novo regulamento, foram ampliados os critérios de definição de áreas locais. A regra considera o conjunto de municípios pertencentes a uma região metropolitana ou região integrada de desenvolvimento (Ride) que tenham continuidade geográfica e pertençam a um mesmo código nacional de área, ou seja, o mesmo DDD. Novas situações que se enquadrem na definição de "Áreas com Continuidade Urbana" ou em decorrência de solicitação fundamentada por parte da concessionária de telefonia fixa na modalidade do serviço local serão revistas anualmente. As revisões de configuração da área local resultante da criação ou da alteração de regiões metropolitanas ou de Rides ocorrerão junto com as revisões quinquenais dos contratos de concessão. Os valores de ligações entre fixos e móveis - e vice-versa - não sofrerão mudanças com as alterações de áreas locais. A partir de sábado, serão atendidas as seguintes regiões metropolitanas: Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Baixada Santista (SP), Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Vale do Aço (MG), Rio de Janeiro (RJ), Grande Vitória (ES), Goiânia (GO), Vale do Rio Cuiabá (MT), Salvador (BA), Aracaju (SE), Maceió (AL), Agreste (AL), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB), Recife (PE), Natal (RN), Cariri (CE), Fortaleza (CE), Sudoeste Maranhense (MA), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM), Boa Vista (RR), Central Roraima (RR), Sul de Roraima (RR), Florianópolis (SC), Chapecó (SC), Vale do Itajaí (SC), Norte/Nordeste Catarinense (SC), Lages (SC), Carbonífera (SC), Tubarão (SC). Quanto às regiões de Foz do Rio Itajaí (SC), Grande São Luís (MA) e São Paulo (SP), todos os seus municípios já são considerados uma mesma área local. As Rides são Distrito Federal e Entorno (DF/GO/MG), Polo Petrolina e Juazeiro (PE/BA) e Grande Teresina (PI/MA). Fonte: O Estadão Online.
Informativo do Conselho Regional de Economia de Santa Catarina / CORECON-SC
Produzido pela Texto Final Assessoria de Comunicação
Jornalistas Responsáveis: Denise Christians (Reg. Prof. nº 5698 DRT/RS) e Lena Obst - (Reg. Prof. nº 6048 DRT/RS)
Enviado por: Wmidia - comunicação total - www.wmidia.com.br

BAVAROISE DIET DE MARACUJÁ


INGREDIENTES

300ml de suco de maracujá com sementes
¼ de litro de água
13grs de Aspartame
200ml de creme de leite fresco
8grs de gelatina branca em pó

Decoração
2grs de gelatina branca em pó

MODO DE FAZER
  • Ferver o suco de Maracujá com a água, depois de fervido e amornado, acrescentar o Aspartame.
  • Separar 150ml de suco com sementes para a decoração.
  • Passar o restante numa peneira bem fina e acrescentar a gelatina dissolvida num pouco de suco quente. Deixar esfriar.
  • Bater o creme em chantilly e incorporar ao suco/gelatina/aspartame.
Montagem
  • Dissolver 2grs de gelatina nos 150ml de suco com sementes para a decoração.
  • Cobrir com uma camada fina o fundo de uma forma redonda, de 24cm de diâmetro e 4cm de altura, e separar bem as sementes para fazer uma decoração bonita.
  • Deixar na geladeira até ficar firme.
  • Colocar a mousse em cima e deixar na geladeira por 24 horas.
  • Na hora de servir, virar a forma sobre um prato e desenformar.
    fonte:Chef Carlão Soares

Transito em Floripa !!!!



            Deixe, quando puder, seu carro na garagem.
       A solução para melhorar os problemas de trânsito na nossa Ilha, têm muito a ver com a educação e com a consciência de cidadania.
Hoje, quase todas as cidadãs e cidadãos têm seu automóvel e muitos deles, filhos e netos.
Há que se formar uma consciência coletiva de não utilização do carro no dia a dia e ou quando for possível, utilizá-lo em conjunto.
Quem mora no centro, nos dias que as chuvas não chegarem e porque também faz bem a saúde, devemos nos deslocar a pé. Os moradores saudáveis da Bocaiúva, Mauro Ramos, Trompowski, Beira mar Norte e outros lugares, para deslocarem-se ao Centro deixem o carro na garagem. Não é possível pedir o mesmo aos moradores da Lagoa, Itacorubi, João Paulo, Jurerê, etc. Nestes casos, se na mesma garagem tiver mais de um carro de uma família, quando possível conciliar os horários para usar um só deles.
Devemos fazer uma campanha institucional neste sentido. Melhora o tráfego, a saúde, e os bolsos, com os absurdos valores dos estacionamentos e do combustível. Da parte do Governo é necessário que se construam novos elevados, aumentem a ciclovia, destinem faixas específicas para ônibus e caminhões para esses horários de circulação no Centro da cidade.
Ajudemo-nos!

Voce sabia ? Afrodisíacos Naturais !

afrodisiacos
Açafrão – Tem um enorme prestígio como estimulante sexual nos países do Oriente e não falta nos pratos espanhóis. Supostamente torna as zonas erógenas mais sensíveis.
Alecrim – É um excelente revigorante e estimulante e funciona bastante bem em casos de astenia sexual e impotência. Tem ainda a fama de reforçar a memória e cedo se tornou o emblema da fidelidade dos amantes. Antigamente, esta erva era queimada no quarto dos doentes, para purificar o ar, e, nos tribunais, espalhavam-se os seus ramos, a fim de afastar a ‘febre das cadeias’ (o tifo). Em tempos de peste, era transportado em bolsinhas à volta do pescoço, que se cheiravam quando se viajava por zonas suspeitas.
Alho – Se bem que o hálito após o seu consumo não seja muito agradável, este problema resolve-se mastigando alguns grãos de café. O alho possui uma molécula que fluidifica o sangue, que se reflecte numa boa erecção, para o que deve ser consumido cru.
Amendoim - Rico em vitamina E, pode ajudar ao acto sexual se for consumido regularmente, sem excessos. Reza a lenda que o amendoim dá potência aos homens, reforçando as suas energias.
Baunilha – Termo de origem castelhana, vanilla é um derivado do latim vagina, decido à semelhança da sua raiz com o canal vaginal. Tempera doces e o seu suave aroma estimula sexualmente, o mesmo acontecendo com o seu sabor. A essência de baunilha pode ser adicionada ao seu banho para produzir um suave efeito de estímulo amoroso, especialmente quando você e a sua parceira tomarem banho juntos.
Cravo-da-Índia - Os cravos foram considerados como afrodisíacos primeiro na China, mas rapidamente adquiriram fama na Europa. O naturista dinamarquês medieval H. Harpenstreng dizia que os cravos aumentavam o desejo do homem pela mulher além de melhorar a digestão. O cravo-da-índia é aromático e seu chá pode ser utilizado para um banho altamente erótico. Atrai bons fluidos, revigora as energias e aumenta o vigor.
Pinhões - Possuem substâncias que atuam sobre a debilidade sexual masculina, nomeadamente fitohormonas. Na época romana eram utilizados numa mistura em que também entrava cebola cozida, mostarda branca e pimenta.
Na Grécia Antiga é referida uma mistura de pinhões, mel e amêndoas, que deveria ser ingerida, antes de deitar, durante três noites consecutivas. Na Época Medieval foi encontrado um manuscrito que prega as virtudes das pinhas como estimulante da libido, embora advertindo para o perigo da ingestão dos vermes da casca. Nos Países Árabes é recomendada a ingestão de um copo cheio de mel espesso, 20 amêndoas e 100 pinhões antes de deitar.
fonte:mulherportuguesa

Dia 31 de maio Dia Mundial de Combate ao Fumo

O tabagismo é a principal causa de muitas doenças pulmonares, como a bronquite crônica, o enfisema pulmonar, o câncer de pulmão e está associado ainda a tumores em vários outros locais e doenças cardiovasculares
Com o objetivo de conscientizar a população sobre o assunto e diminuir os riscos desses tipos de doenças
No dia 31 de maio, conhecido como "Dia Mundial sem o Tabaco", que movimenta todos países na luta contra o vício. 

segunda-feira, 30 de maio de 2011

ATITUDE !


“A maior descoberta da minha geração é que qualquer ser humano pode mudar de vida, mudando de atitude”. (William James) 
Se você está em fase de transição – e normalmente estamos, mas não nos apercebemos disso – aceite o convite para refletir sobre suas atitudes. E corra o risco de não apenas ter idéias criativas e inovadoras, mas também de livrar-se das antigas.
 Atitudes são constatações, favoráveis ou desfavoráveis, em relação a objetos, pessoas ou eventos. Uma atitude é formada por três componentes: cognição, afeto e comportamento
. O plano cognitivo está relacionado ao conhecimento consciente de determinado fato. O componente afetivo corresponde ao segmento emocional ou sentimental de uma atitude.As pessoas acham que atitude é ação. Todavia, atitude é racionalizar, sentir e externar. A atitude não é um processo exógeno. É algo interno, que deve ocorrer de dentro para fora. E entre a conscientização e a ação, necessariamente deverá estar presente o sentimento como elo de ligação. Ou você sente, ou não muda. A estrutura da personalidade é um fator  importante no desenvolvimento das atitudes.
Por isso, cultive a coragem. Coragem para refletir e se conscientizar. Coragem para ter o coração e a mente abertos para internalizar o autoconhecimento adquirido. Coragem para agir e mudar se preciso for. 

Indústria do concurso prevê 20 milhões de estudantes até 2014

A indústria do concurso público passa por uma nova fase de expansão: a de investimentos em plataformas virtuais para educação à distância, uma evolução do ensino pela TV via satélite. Empresas do setor investem milhões para atingir candidatos que moram no interior dos Estados. Expectativa é que o número de estudantes salte dos atuais 11 milhões para 20 milhões em 2014. Dos 5.565 municípios brasileiros, só 447 (8%) têm escolas presenciais, segundo levantamento feito pelo Instituto IOB. Ao todo são 1.112 unidades. No Estado de São Paulo, das 645 cidades, 96 (14,9%) contam com a estrutura física de um preparatório para concurso público. Rodrigo Paiva, diretor do Instituto IOB, diz que o acesso à banda larga e a expansão da classe C garantem o avanço do setor. "Nos últimos três anos, 45 milhões de pessoas da classe C passaram a acessar a internet. O curso on-line é uma mídia democrática e adequada à oferta de cursos a grandes contingentes de alunos." O Instituto IOB investiu cerca de R$ 20 milhões nos últimos dois anos para o lançamento de sua plataforma de ensino virtual. O grupo Vestcon aplicou o mesmo montante para desenvolver seu sistema de cursos on-line, afirma o presidente da empresa, Ernani Pimentel. "Com a nossa plataforma foi possível atingir 5.100 municípios, 92% do total das cidades brasileiras", diz.


    VIA SATÉLITE

    O SEB (Sistema Educacional Brasileiro), com ações negociadas na Bolsa de Valores, comprou em 2008 o curso Praetorium e agora quer expandir a atuação por meio de transmissão via satélite e cursos na web, afirma o diretor Nestor Távora. Embora não informe o valor do investimento, diz que a intenção é "levar conhecimento de qualidade aos municípios que não contam com ensino presencial, possibilitando a presença dos principais professores do país, ao vivo, e com interatividade". A R2 Learning nasceu há oito anos já como uma escola preparatória 100% on-line e inaugura, neste mês, sua nova plataforma de ensino na internet. O objetivo é atingir 4.000 novos alunos a cada mês até 2012 e ampliar o percentual de alunos que moram no interior do Brasil, atualmente em 67%. "Pretendemos atrair o público que hoje disputa as vagas, mas não estuda em cursos preparatórios, e que representa 95% desse mercado", afirma o diretor-executivo da empresa, Celso Garcia.


CONECTADOS

    Dos 11 milhões de concursandos que o Brasil tem hoje, 3 milhões estão matriculados em cursos de educação à distância, seja pela TV via satélite, seja pela internet. A informação é da Anpac (Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos). O engenheiro mecânico Robinson Marcos dos Santos, 29, de Jundiaí (SP), deixou a sala de aula e não larga mais o notebook. "Era inviável conciliar escola e trabalho. Tenho, por exemplo, que ir a São Paulo uma vez por semana e, no ônibus, que tem wireless, vou estudando. Fiz a minha própria carga horária e grade curricular", diz. Pimentel, também presidente da Anpac, afirma ser bom momento para estudar para concurso e, por isso, para investir no negócio. Fonte: Folha Online.

Batata suíça de espinafre com mussarela de búfala

Crocante, macia e recheada, ela agora ganha status de prato principal !

passoapasso-batatarosti2
Ingredientes
  • 280 g de batata Asterix (2 ou 3 unidades)
  • 1 colher de sopa de azeite extravirgem
  • 1/4 de cebola picada
  • 20 ml de óleo de canola
  • 1 dente de alho
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 50 g de mussarela de búfala

Preparo
1) Cozinhar a batata até que ela comece a ficar macia. Reservar
2) Ralar a batata (importantíssimo: já resfriada) na parte grossa do ralador
3) Forrar o fundo da frigideira
4) e 5) Colocar o recheio do centro para fora (primeiro o espinafre refogado em cebola e alho e depois o queijo), temperar com sal a gosto e cobrir com outra camada de batata, formando um disco fechado. Levar a fogo médio
6) Passar um fio de óleo de canola por toda a volta da frigideira para dourar um lado da batata
7)Assim que o fundo da batata estiver dourado, retirar o excesso de óleo 8) Virar a batata 9) Repetir o mesmo passo até a batata ficar toda crocante
8) Retirar bem a sobra do óleo de canola, acrescentar uma pitada de pimenta-do-reino moída na hora e servir bem quente
fonte:.gula.com.br

Dia 30 de maio dia do Decorador !!!!!!


Ao desenvolver os projetos, o decorador coordenará equipes de profissionais, como marceneiros, pintores e eletricistas, que transformarão suas idéias em realidades. No dia a dia, a supervisão do trabalho da equipe vai se somar a uma rotina de trabalho puxada, em que tomadas de dez horas são comuns. É a parte mais exaustiva, a época da execução de um projeto, mas vale a pena, pois a grande recompensa está nas duas pontas do processo: a criação e a entrega do trabalho.


O decorador é um cirurgião plástico da moradia, tendo que se integrar às necessidades e expectativas do cliente. O grande desafio é decorar um ambiente respeitando os desejos e o perfil   do cliente.  Parabéns a todos os decoradores !!!!!!

domingo, 29 de maio de 2011

Qual é sua posição sobre o direito dos famosos a sua intimidade? de a seu opinião !


Veja alguns depoimentos  :
1-Existem duas categorias os artistas e os famosos. Os pseudo-famosos não se preocupam em expor sua intimida, pois queremo ser notícia. Os famosos tem direito em não expor sua vida pessoal, o que precisa ser notíciado é seu trabalho. SM
2-Famosos se utilizaram da mídia para "galgar" o espaço do estrelato. Dessa forma, com tamanha responsabilidade, há um preço. Sua intimidade é questionável, por isso, fortemente buscada pela mídia. Aceitou as cláusulas de ficar na mídia? Continue nela ou dê espaço para outros SR
3-Acho que todo mundo tem total direito de preservar a sua intimidade dentro de casa. Já na rua, acredito que devem permitir fotografias, afinal, são pessoas publicas e devem saber se comportar.
-Para tudo existe um limite, no entanto, se trabalha para o público, e o objetivo é a fama, precisa arcar com as consequências dela: a exposição. DCA
-4Um assunto delicado. Famosos precisam da imprensa para se manter no topo e, ao mesmo tempo, a imprensa precisa dos famosos para ter o que falar. Faz parte do mundo das celebridades que reclamem de sua intimidade assim como se faz cada vez mais presente os excessos profissionais por parte dos jornalistas. Resumindo: neste campo não há santos ou demônios.
-Se tá na midia tem que aparecer, porém, a intimidade dele termina quando a nossa curiosidade começa, né?auhhuahauhu 
Falando sério...
5-Acho que ele tem total direito de querer um certo tipo de intimidade, mas é quase impossivel.
 

Acredito que as pessoas tenham interesse na vida de seus idolos, mas não apoio a invasão de privacidade. Atores, cantores, celebridades, são pessoas iguais a nós, de carne e osso. Se nos colocarmos no lugar deles, será que gostariamos de ter nossa vida 100% reproduzida nas telinhas?
Mas também acredito que, quem se destina a essa profissão, esta ciente dos riscos que corre quanto a tal exposição.
 

Faça seu comentário  ! 
fonte:whohub

Agravo de Instrumento, Lição espetacular.

Decisão do Desembargador  José  Luiz  Palma  Bisson, do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferida num Recurso de Agravo de Instrumento ajuizado contra despacho de um Magistrado da cidade de Marília (SP), que negou os benefícios da Justiça Gratuita a um menor, filho de um marceneiro que morreu depois de ser atropelado por uma motocicleta. O menor ajuizou uma ação de indenização contra o causador do acidente pedindo pensão de um salário mínimo mais danos morais decorrentes do falecimento do pai.
Por não ter condições financeiras para pagar custas do processo o menor pediu a gratuidade prevista na Lei 1060/50. O Juiz, no entanto, negou-lhe o direito dizendo não ter apresentado prova de pobreza e, também, por estar representado no processo por "advogado particular". A decisão proferida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a partir do voto do Desembargador Palma Bisson é daquelas que merecem ser comentadas, guardadas e relidas diariamente por todos os que militam no Judiciário.
 
Transcrevo a íntegra do voto:

“É o relatório.

Que sorte a sua, menino, depois do azar de perder o pai e ter sido vitimado por um filho de coração duro - ou sem ele -, com o indeferimento da gratuidade que você perseguia. Um dedo de sorte apenas, é verdade, mas de sorte rara, que a loteria do distribuidor, perversa por natureza, não costuma proporcionar. Fez caber a mim, com efeito, filho de marceneiro como você, a missão de reavaliar a sua fortuna.
Aquela para mim maior, aliás,  pelo  meu  pai  -  por  Deus  ainda  vivente e trabalhador - legada, olha-me agora. É uma plaina manual feita por ele em paubrasil, e que, aparentemente enfeitando o meu gabinete de trabalho, a rigor diuturnamente avisa quem sou, de onde vim e com que cuidado extremo, cuidado de artesão marceneiro, devo tratar as pessoas que me vêm a julgamento disfarçados de autos processuais, tantos são os que nestes vêem apenas papel repetido. É uma plaina que faz lembrar, sobretudo, meus caros dias de menino, em que trabalhei com meu pai e tantos outros marceneiros como ele, derretendo cola coqueiro - que nem existe mais - num velho fogão a gravetos que nunca faltavam na oficina de marcenaria em que cresci; fogão cheiroso da queima da madeira e do pão com manteiga, ali tostado no paralelo da faina menina.
Desde esses dias, que você menino desafortunadamente não terá, eu hauri a certeza de que os marceneiros não são ricos não, de dinheiro ao menos. São os marceneiros nesta Terra até hoje, menino saiba, como aquele José, pai do menino Deus, que até o julgador singular deveria saber quem é.
O seu pai, menino, desses marceneiros era. Foi atropelado na volta a pé do trabalho, o que, nesses dias em que qualquer um é motorizado, já é sinal de pobreza bastante. E se tornava para descansar em casa posta no Conjunto Habitacional Monte Castelo, no castelo somente em nome habitava, sinal de pobreza exuberante.
Claro como a luz, igualmente, é o fato de que você, menino, no pedir pensão de apenas um salário mínimo, pede não mais que para comer. Logo, para quem quer e consegue ver nas aplainadas entrelinhas da sua vida, o que você nela tem de sobra, menino, é a fome não saciada dos pobres.
Por conseguinte um deles é, e não deixa de sê-lo, saiba mais uma vez, nem por estar contando com defensor particular. O ser filho de marceneiro me ensinou inclusive a não ver nesse detalhe um sinal de riqueza do cliente; antes e ao revés a nele divisar um gesto de pureza do causídico. Tantas, deveras, foram as causas pobres que patrocinei quando advogava, em troca quase sempre de nada, ou, em certa feita, como me lembro com a boca cheia d'água, de um prato de alvas balas de coco, verba honorária em riqueza jamais superada pelo lúdico e inesquecível prazer que me proporcionou.
Ademais, onde está escrito que pobre que se preza deve procurar somente os advogados dos pobres para defendê-lo? Quiçá no livro grosso dos preconceitos...
Enfim, menino, tudo isso é para dizer que você merece sim a gratuidade, em razão da pobreza que, no seu caso, grita a plenos pulmões para quem quer e consegue ouvir.
Fica este seu agravo de instrumento então provido; mantida fica, agora com ares de definitiva, a antecipação da tutela recursal.
É como marceneiro que voto.

JOSÉ LUIZ PALMA BISSON - Relator Sorteado”

Pão de Queijo da Vovó


paodequeijodavovo2
Ingredientes

1 copo americano de leite integral
1 copo americano de água
1 copo americano de óleo
4 copos americanos de polvilho doce caipira
1 colher de sopa de sal
4 copos americanos de queijo meia cura ralado
6 ovos

Preparo
1) Colocar para ferver o leite, a água e o óleo.

2) Enquanto isso, misturar numa tigela o polvilho e o sal.

3) Quando ferver, começar a jogar lentamente o líquido na tigela para escaldar o polvilho.

4) Misturar com uma colher de pau para abaixar a temperatura do preparo.

5) Quando a massa estiver quase morna (mas ainda consideravelmente quente), acrescentar o queijo ralado e começar a mexer com as mãos. Se preferir, use uma luva para se proteger do calor.

6) Acrescentar os ovos e continuar mexendo com os dedos, até a massa começar a desprender.

7) Untar a mão com óleo e fazer bolinhas.
8) Assar em forno pré-aquecido até dourarem levemente ou congelar as bolinhas.
fonte:gula.com.br

DIA 29 DIA DO GEÓGRAFO !!!!

DIA DO GEÓGRAFO

Dia do Geógrafo
Os geógrafos são profissionais que estudam a Terra. Mas como é isto? Eles sabem tudo sobre o revelo, o clima, a vegetação e os rios que constituem o nosso planeta.
Mas não é só isso! Também estudam economia, a distribuição geográfica populacional, as divisões políticas entre os países, as diferenças culturais e muito mais.
Pesquisam como as comunidades e habitantes se relacionam com o meio em que vivem!
Os geógrafos exercem um papel muito importante atualmente, cuidando do nosso planeta e auxiliando no planejamento urbano, no manejo de recursos naturais, no planejamento da construção de hidrelétricas e pólos industriais, que são fundamentais para a sociedade, mas que exigem responsabilidade para que o impacto ambiental seja o menor possível!
Parabéns a todos!!!
fonte:smartkids

sábado, 28 de maio de 2011

Torta de doce de leite !


Massa: 
200g de biscoito maisena
100g de manteiga sem sal

Recheio:
2 latas de leite condensado cozido na pressão por 40
minutos
1 lata de creme de leite

Cobertura:
4 claras em neve
6 colheres (sopa) de açúcar e depois de estarem em neve
1 lata de creme de leite
Chocolate em barra ralado
Amêndoas trituradas

O que você compartilha nas redes sociais determina sua reputação ?

O conceito “Você é o que você compartilha” já virou mantra na nova web. A questão é saber se posicionar e usar a rede com bom senso, preservando sua reputação. A afirmação é do especialista em comunicação digital Gil Giardelli, professor da Escola Superior de Propaganda, que participou do painel Redes Sociais e Inovação nesta quinta-feira (19), durante a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras (CICI2011).

“Estamos vivendo a 3ª onda do capitalismo, que é a era digital e de mídias sociais. A moeda do século XXI é a reputação, por isso, temos que estar atentos com o que publicamos e compartilhamos na rede”, disse.

Segundo o especialista, a internet está passando por uma evolução. Ele estima que em 2014, 91% do conteúdo da web será em vídeo. “A cada dia que passa, temos aparelhos celulares mais modernos e com preços acessíveis. Todos podem produzir e publicar conteúdos”, afirmou, destacando que hoje 1% das pessoas coloca conhecimento na internet, 4% replica e 95% aprende com as informações. “Não podemos mais competir, temos que cooperar. A tecnologia não nos afastou, mas nos conectou”.

Para Giardelli, vivemos o choque entre a economia do século XIX com a do século XXI. “Vivemos a democracia das mídias sociais e da inovação coletiva. Um momento da história onde pequenos grupos significam grandes mudanças. Esta é a primeira grande revolução da humanidade: não existe mais um grande líder”, observou.

Além de compartilhar informações, os internautas usam as redes sociais para fazer o bem e ajudar as pessoas. “Pesquisas mostram que interagir em redes sociais, como o twitter e o facebook, libera ocitocina, hormônio que diminui os níveis de depressão, considerada a doença do século”, disse, lembrando que existem inúmeras pessoas que estão em rede para falar coisas boas.

As grandes catástrofes são prova de como as redes sociais podem fazer o bem. “Tenho uma aluna que possui parentes em Concepción, onde foi o epicentro do terremoto no Chile. Ela estava desesperada porque não conseguia notícias da família. Um grupo de jovens do Chile criou uma hashtag no twitter para procurar pessoas desaparecidas. Em 12 minutos ela recebeu um twitter falando que sua família estava bem”, disse.

Dia 28 de maio Dia do Ceramista !

A palavra "cerâmica" vem do grego keramikós, que significa "de argila". A cerâmica é um dos materiais que acompanha o ser humano desde a Pré-História. Ao deixar as cavernas e se tornar agricultor, o ser humano necessitou de utensílios domésticos que pudessem auxiliá-lo em seu dia-a-dia. Tais utensílios tinham de ser de material resistente, impermeável e de fácil fabricação. Assim, a argila foi adotada no seu fabrico. O ser humano descobriu que a argila podia ser moldada, quando misturada à água, e que endurecia ao ser queimada. Com essa descoberta, ele pôde fazer casas, vasilhas para armazenamento de água, alimentos, vinho, óleo etc. 
Para a arqueologia, esses utensílios são de valor incalculável quando encontrados em escavações, pois a partir deles os cientistas podem estudar a cultura de determinada civilização. 
A canalização de cerâmica foi utilizada desde 4000 a.C. Na ilha de Creta, era utilizada em obras de irrigação, drenagem, transporte de água e coleta de esgotos. 
Antes da descoberta da América, há mais de dois mil anos, os indígenas já fabricavam utensílios de cerâmica. No Brasil, é famosa a cerâmica da ilha de Marajó. As culturas pré-colombianas também produziram cerâmica de grande valor artístico por seu marcante expressionismo. 
Há evidências, encontradas em escavações, da técnica da cerâmica no antigo Oriente, com datas que remontam a quase oito mil anos. 
Na Europa, a partir do século XVI, surgiram importantes centros da arte ceramista: Urbino e Faenza, na Itália; Nantes e Sèvres, na França; Talavera de la Reina, na Espanha; Saxônia, na Alemanha; Delft, na Holanda etc. Na China, são famosas as técnicas ceramistas das dinastias Tang e Ming, que muito influenciaram as do Ocidente. 
Muitos objetos de cerâmica feitos hoje em dia ainda são fabricados com técnicas parecidas com aquelas utilizadas pelos ceramistas de culturas milenares. O conhecimento técnico tem crescido lentamente, por milênios; cada etapa desse crescimento se torna inviável sem seu precedente. 
A cerâmica é essencialmente argila ou barro, moldado e endurecido pelo calor do forno, cuja temperatura pode variar de 450 a 700 graus. A qualidade da argila usada e a quantidade de calor a que é submetida a peça decidem a característica técnica do utensílio. 
O ceramista é um artesão que tem talento e sensibilidade para transformar um simples barro em peça de arte decorativa e/ou utilitária. Ele conta com uma matéria-prima abundante na natureza e a transforma com sabedoria e dedicação. Com um pouco de argila disforme em suas mãos, o ceramista faz uma belíssima peça, que servirá para registrar sua época e, ao longo do tempo a história da nossa civilização.

Fonte www.paulinas.org.br


sexta-feira, 27 de maio de 2011

Doce de abóbora com coco

Doce de abóbora com coco


Ingredientes:

. 1,5 kg de abóbora sem casca cozida
. 4 xícaras (chá) rasas de açúcar
. 1 colher (sopa) de cravo-da-índia
. 3 paus de canela
. 1 xícara (chá) de coco fresco ralado

Modo de preparo:

Amasse a abóbora com um garfo e coloque em uma panela. Junte o açúcar, o cravo e a canela e leve ao fogo, mexendo de vez em quando, até desgrudar do fundo da panela. Ponha o coco ralado, misture bem e retire do fogo. Depois de frio, conserve na geladeira, em recipiente com tampa, por até 15 dias.

No Brasil, 57% das empresas têm dificuldades para encontrar profissionais.

Defendida ao longo das décadas, a fórmula para atrair talentos nunca foi problema para as empresas, tamanha era a oferta de mão de obra no mercado. Hoje, porém, encontrar profissionais qualificados disponíveis se tornou uma tarefa árdua, que, na maioria das vezes, obriga as companhias a formar seus próprios trabalhadores. Não à toa, o estudo da Consultoria Manpower revela que o Brasil é o terceiro país do mundo no ranking de escassez de mão de obra. Aqui, 57% dos empregadores enfrentam dificuldade em preencher funções, muitas delas básicas, como a de motorista — a média global é de 34%. O resultado é pior apenas que o do Japão (80%) e o da Índia (67%). Coincidência ou não, no Brasil, os maiores gargalos encontram-se em áreas estratégicas para um país que sediará competições globais como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Os profissionais mais escassos são técnicos; engenheiros; motoristas; operários; operadores de produção; representantes de vendas; secretárias e assistentes administrativos; trabalhadores de ofício manual; mecânicos; contadores e profissionais de finanças. “Na prática, eles estão presentes em empresas de construção civil, de telecomunicações e de tecnologia da informação. Bancos também contratam muitos técnicos, tecnólogos e engenheiros, para as áreas financeiras e de análise de investimentos”, explicou a executiva de Recursos Humanos da Manpower Márcia Almström, responsável pela pesquisa no Brasil.

Limitações

Entre os profissionais disputados a tapa, o recém-formado em engenharia Pedro Igor de Araújo, 23 anos, não enfrentou dificuldades para ser contratado. “O mercado da construção civil está aquecido. Da minha sala, ninguém foi para o serviço público. Todos estão na iniciativa privada”, observou. “O Brasil está crescendo em infraestrutura e isso demanda mão de obra”, comentou o colega de profissão, Nagib Maluf, 30. Com 13 anos de carreira, o engenheiro Lander Cabral, 35, também sentiu a evolução do setor. “As condições de trabalho melhoraram muito, além da valorização dos funcionários”, opinou. O artesão Antônio Marques, 41 anos, está entre os trabalhadores em falta no mercado. Para ele, um dos motivos da escassez é o fato de os brasileiros, cada vez com mais acesso à educação, estarem deixando os serviços manuais. “Hoje em dia, os filhos não seguem a profissão dos pais, querem coisa melhor. Tenho dois. Uma quer ser médica e o pequeno, fazer faculdade na área de informática.” Embora seja requisitado, o mecânico Antônio Alves, 40, pensa em mudar de profissão. “Retomei os estudos. Nos classificados, sobram vagas para mecânicos, mas os salários são baixos, em torno de R$ 800 mensais.” O contador José Batista Júnior é mais otimista. “Estou na profissão do futuro. Com a informatização, as empresas não podem deixar de ter o contador”, afirmou. Para operadores de produção, também sobram vagas. “Hoje, sou empresário, mas já fui operador. As pessoas saem da área porque o trabalho é braçal e paga pouco”, acrescentou Cláudio Silva, 36. Fonte: Correio Brasiliense.

Dia 27 de maio, dia da Mata Atlântica, dia do Profissional Liberal e dia Mundial do Circo

Foto
Dia da Mata Atlântica 
27 de Maio é o Dia Nacional da Mata Atlântica.  Aproveitamos a data para lembrar que nessa região respiram o ar, dotada de uma biodiversidade de encher os olhos de qualquer pessoa, biólogo, ambientalista, criança, brasileiro ou turista estrangeiro. Afinal, quem consegue passear pela Estrada Parque e não se emocionar com a variedade de fauna e flora que ela nos oferta? A nossa Mata Atlântica é de fato um importantíssimo pulmão para o Brasil.
Dia do Profissional Liberal 
A cada dia que passa temos mais e mais profissionais liberais trabalhando, ou seja, prestando seus serviços. O profissional liberal trabalha como autônomo, de forma independente sem ser veiculado ao uma empresa. 
Os profissionais liberais assumem um papel importante na economia, pois são responsáveis pela circulação das riquezas no país, e geram abertura de vagas no mercado de trabalho, principalmente quando formam pequenas empresas, como escritórios e consultórios.Parabéns a todas os Profissionais !


Dia Mundial do Circo
Comemora-se o Dia do Circo em 27 de março, numa homenagem ao palhaço brasileiro Piolin, que nasceu nessa data, no ano de 1897, na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo.Considerado por todos que o assistiram como um grande palhaço, se destacava pela enorme criatividade cômica e pela habilidade como ginasta e equilibrista. Seus contemporâneos diziam que ele era o pai de todos os que, de cara pintada e colarinho alto, sabiam fazer o povo rir.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Ruptura Modernizadora

         "Escolher o seu tempo é ganhar tempo." Francis Bacon
Artigo: Ruptura Modernizadora
     Autor: Mario Cesar Flores (*) 
    É inviável o funcionamento tranqüilo e eficiente da democracia, com nosso caleidoscópico quadro de partidos. Com exceções temáticas pontuais, em geral ficções partidárias ou “ajuntamentos” camaleônicos de conveniência, menos condicionados por ideários, diagnósticos e soluções diferentes (são similares no óbvio simpático) e mais pelos conluios da formação dos governos federal e estaduais, à margem da competência. Seria racionalmente possível trinta (ou quase isso) ideários suficientemente distintos para justificar a existência de trinta partidos? Como disse um analista político, “sobram partidos, faltam alternativas” - frase que reflete a inorganicidade partidária e a vacuidade dos ideários. A tão falada quanto procrastinada reforma política é crucial para mudar esse cenário distópico. Há que estabelecer parâmetros indutores de partidos ideológica, doutrinária e programaticamente consistentes e regular vários temas que afetam a racionalidade política, muito citados mas não enfrentados: fidelidade partidária, grilagem eleitoral (a questão da suplência), coligação e suas implicações na federação, a modalidade da eleição proporcional, a quem pertence o mandato, o financiamento das campanhas e por ai vai.
 Se realizada na profundidade adequada, viveremos democraticamente uma ruptura modernizadora. A política será resgatada ao padrão que convém ao país e virá a ser naturalmente dotada de atores mais pautados pelo “servir ao país” do que pelo “servir-se do país” - atores de estatura intelectual e cultural capaz de conduzir o Brasil a novo patamar de satisfação nacional e presença internacional. Na mão contraria, a reforma será útil ao alijamento de arrivistas - a política é hoje uma “carreira” (!) em que o sucesso independe das qualificações...- e dos fichas sujas, que transformam a política, de sacerdócio cívico, em farsa promotora da reeleição contínua, como meio de vida no patrimonialismo estatista e proteção na imunidade e/ou no foro especial. Será ela viável? Quando político influente afirma, referindo-se às comissões congressuais hoje envolvidas no assunto, que não se mexerá nos partidos, vale perguntar: então, por que perder tempo? Nesse contexto equívoco, cabe à mídia engajar a opinião pública para impedir que o processo, de esperança, vire embromação à Lampedusa: vamos mudar para que continue o mesmo. Se não tudo, que continue o mesmo ao menos o essencial benfazejo, propensão natural quando a posição em cada tema é influenciada pela avaliação do reflexo político-eleitoral... Além da reforma política, há muito que legislar - e a qualidade desse muito depende daquela reforma. São exemplos, também mais citados que enfrentados: a racionalização do nosso mosaico tributário e do dilema “encargos x receitas”, sem a hoje excessiva sujeição de Estados e Municípios à União; a reforma da previdência, “de olho” na sua sustentabilidade; e a do serviço público, que dignifique o mérito, discipline o livre comissionamento e regule o direito de greve, preceito constitucional não cumprido até hoje! Complementarmente, merecem reflexão com vistas à revisão talvez viável no futuro pós reforma política consistente, alguns temas de difícil aceitabilidade hoje. Exemplos: a excessiva desproporcionalidade da representação dos Estados, criada no regime de 1964 para controlar o Sudeste e Sul mais relutantes ao regime e mantida na constituição de 1988, formulada por assembléia eleita na regra anterior. E o número de vereadores, que crescerá em 2012: salvo os candidatos à bem-aventurança da vereação, alguém sente falta de vereadores em seus Municípios...? Se o processo reformista não atender a necessidade, ainda assim é provável que o Brasil continue avançando, no “embalo” da sua pujança e do empreendedorismo de setores progressistas, embora aos tropeços e sem segurança, como está ocorrendo. Continuará a ser a letra inicial da sigla BRIC, mas diferente da Rússia, China e Índia, que lutam para entrar no 1º mundo, aparentemente satisfeito com o destaque no hoje psicodélico 3º mundo. A sociedade, mais a nova classe média apoiada na farra do crédito, talvez prossiga (por quanto tempo...?) vivendo a euforia de indicadores positivos que, mesmo quando de fato contêm alguma verdade, são inseguros - o que não obsta serem exaltados para escamotear a realidade já preocupante. Nela em realce: o aviltamento da ética na política e no serviço público, o quadro precário da educação e saúde, a bolha da dívida pública interna, os juros altos, a tributação elevada, o crédito como meio de vida, a onda (tendente a tsunami) dos gastos públicos (que não constrange o empenho em grandes obras para eventos esportivos internacionais do circo anestesiante...), a ameaça ao futuro da previdência, a exaustão fiscal do Estado, feito incapaz de continuar a ser o grande provedor da nossa cultura estatista, a retomada da inflação e o desrespeito epidêmico à lei, a violência e a criminalidade. Com o passar do tempo a complicação da equação nacional acabará dando ensejo ao crescimento da sensação de que as relações entre sociedade e Estado não estão sendo bem intermediadas pela representação democrática. E com ela aumentará o espaço para a sedução de heterodoxias “democráticas” ao gosto sul-americano – basicamente o populismo redentorista -, de que o Brasil não é imune (seus contornos transpareceram no período 2003 a 2010, ainda que comedidamente). A questão que se impõe é, portanto, fazer o que deve ser feito para que o desenvolvimento socioeconômico deixe de ser prejudicado pelo subdesenvolvimento político, hoje crítico na saga brasileira. O Brasil estará então apto para o progresso em harmonia social, para exercer a influência que lhe cabe na sua região e se fazer sensível e respeitado no mundo, competente para enfrentar as vicissitudes do século 21.
(*) Almirante-de-Esquadra (Reformado)

Com economia aquecida, brasileiros devem pagar 10% a mais em impostos em 2011
    A soma dos impostos pagos pelos brasileiros em 2011 deve crescer entre 9% e 10% em termos reais (ajustada pela inflação do período) na comparação com 2010. A informação é do Secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto. O crescimento da arrecadação de impostos foi mais acentuado no início do ano porque em janeiro houve antecipação significativa de tributos, atividade econômica forte e reflexos de dezembro e de 2010. A partir de abril teremos convergência e o crescimento anual deve ficar entre 9% e 10%. O motivo do aumento dos impostos é o aquecimento da economia brasileira. Com a economia crescendo há mais empregos, mais renda, mais consumo e mais produção, e com isso todos pagam mais impostos, mesmo que não haja criação de novos tributos. A Receita divulgou nesta quinta-feira (19) a arrecadação de impostos de abril. No mês os brasileiros pagaram valor recorde para abril, um total de R$ 85,15 bilhões: alta real de 12,1% em relação a abril do ano passado. Em janeiro, a alta da arrecadação foi de 15,3%. Como a arrecadação de janeiro teve influência de 2010, a Receita estima que o crescimento da arrecadação de impostos será menos intenso ao longo do ano, fechando em 10% para o ano. Os meses de janeiro e abril são meses de picos de arrecadação. Em abril temos apuração trimestral do Imposto de Renda e a contribuição da Pessoa Jurídica e a primeira cota ou a cota única do Imposto de Renda da Pessoa Física, que são pagos em abril. Fonte: Record

Ocorreu um erro neste gadget